Connect with us

Policial

Polícia Militar prende mulher de participação em sequestro relâmpago em Hortolândia 

Publicado

em

Uma mulher de 32 anos foi presa por extorsão mediante sequestro no início da madrugada de hoje por policiais militares na Vila Real Santista, em Hortolândia

Momentos antes ela e um comparsa haviam rendido duas jovens de 18 e 24 anos, no Maria Antônia, em Sumaré, em um gol que elas estavam.

O assaltante armado com uma réplica de pistola entrou no carro da vítima e abrigou as duas amigas a permanecerem no veículo. Em determinado momento colocou uma das vítimas em outro carro, um Peugeot, que tinha sido roubado dias antes na cidade de Monte Mor. 

O sequestro só acabou quando uma viatura da PM do comando força patrulha havia recebido informações via rede rádio sobre o caso. A equipe deslocou na tentativa de fazer o cerco e deparou com os dois carros. 

Com a aproximação da viatura, os dois carros seguiram sentidos opostos, e logo adiante a condutora do Peugeot perdeu o controle e bateu em um poste na avenida São Francisco de Assis, restando o carro com a frente completamente destruída. 

Publicidade

O homem conseguiu fugir com o gol da vítima, em diligência os policiais militares localizaram o carro abandonado no Jardim Boa Esperança.

Os policiais abordaram a mulher e no veículo foi localizado uma réplica de pistola e os pertences das vítimas. 

A ocorrência foi apresentada no plantão policial de Hortolândia, onde a mulher ficou presa pelo crime de extorsão mediante sequestro, permanecendo à disposição da justiça.

Apesar do susto, as duas jovens não ficaram feridas.

Publicidade

Policial

Polícia Federal apura fraudes contra o INSS

Publicado

em

policia-federal

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 30/06, a operação Custo Maior, com objetivo de aprofundar investigações sobre irregularidades na concessão de benefícios e estrutura de consultoria de atendimento por atravessadores a segurados do INSS.

As investigações são resultado de um esforço conjunto da Polícia Federal, Ministério Público Federal e da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), em conjunto com o INSS. O trabalho teve como base análises de materiais apreendidos na operação Custo Previdenciário (deflagrada em 2018, em Campinas).

A apuração demonstrou que havia mais pessoas envolvidas e não identificadas na operação anterior, que se relacionavam diretamente com servidor do INSS que já foi demitido e condenado pela Justiça Federal.

As irregularidades e infrações legais constatadas foram: atendimento privilegiado com dispensa de senha ou de comparecimento pessoal quando exigido; reunião externa (em restaurante, lanchonete e posto de abastecimento em rodovia) inclusive em finais de semana e períodos noturnos; coleta ou entrega de documentos fora da agência do INSS; retenção e armazenamento de documento em locais não autorizados; manipulação da agenda (postergando ou antecipando data); cálculos em desconformidade com a legislação e inserção de informações falsas no sistema da Previdência Social.

Publicidade

No total, durante a investigação, foram identificados 13 novos benefícios com ações destes atravessadores, e que já foram pagos pelo INSS, somando o valor aproximado de R$ 2.180.000,00 de prejuízo à União.

Na data de hoje, foram cumpridos 2 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 9ª Vara Federal em Campinas, nas residências dos investigados que, atualmente, são residentes no município de São Paulo/SP.

Estima-se que a investigação e a cessação dos 13 benefícios identificados evitaram o prejuízo à União próximo a R$ 9.160.000,00.

O nome da operação (Custo Maior) faz alusão ao acréscimo do impacto das fraudes à Previdência Social em relação à fase anterior denominada Custo Previdenciário, que já havia evitado mais de R$ 4.200.000,00 em fraudes.

Publicidade

Os investigados responderão, na medida de suas condutas, pelos delitos de inserção de dados falsos no banco de dados e de associação criminosa, cujas penas podem chegar a 15 anos de prisão.

Continue Lendo

Policial

Dois homens foram presos por comercialização de entorpecentes 

Publicado

em

Por

Dois homens foram presos por tráfico de drogas por policiais militares ontem à noite em Campinas. Os policiais patrulhavam a região do Jardim São Fernando, quando chegaram próximos a um lugar conhecido como cotovelo, ponto do tráfico de drogas. E nesse momento, dois homens ao verem os PMs, saíram correndo, mas foram abordados.

Os PMs encontraram as drogas em uma pochete e numa sacola com pouco mais de seiscentas porções de drogas entre maconha, crack, cocaína e haxixe que foram apreendidas.

A dupla de dezoito e trinta e oito anos foi conduzida pelos PMs até o plantão do Primeiro Distrito Policial de Campinas. O mais novo já esteve na Fundação Casa cumprindo medida socioeducativa por tráfico, enquanto o outro homem, tem passagens por tráfico/ receptação e furto. 

Os dois indivíduos vão responder por tráfico e o outro associação ao tráfico.

Publicidade
Continue Lendo

Policial

Policiais da Rocam prendem assaltante após furtar carro e tentar dar fuga 

Publicado

em

Por

Um homem foi preso após furtar um carro na noite de ontem em Campinas, os policiais militares da Rocam detiveram o homem que estava ao volante do veículo.

Durante patrulhamento pelo Jardim Bandeiras os policiais visualizaram um dois veículos trafegando em alta velocidade e não tiveram dúvida de que se tratava de um veículo roubado.

O motorista do carro foi abordado, e ao ser indagado pelos policiais, ele confessou que havia furtado o veículo forçando a porta e encontrou a chave reserva no porta luvas.

A ocorrência foi apresentada na segunda delegacia seccional, onde o autor ficou preso à disposição da justiça . 

Publicidade
Continue Lendo

Populares