16 de julho de 2024
Policial

Hortolândia registra ‘domingo sangrento’ com três homicídios

Hortolândia registra ‘domingo sangrento’ com três homicídios

A população de Hortolândia está assustada com a violência registrada na noite de domingo e madrugada de segunda. No total, três homicídios, uma tentativa e uma lesão corporal foram registrados em três pontos distintos do município. No Parque dos Pinheiros, o comerciante João dos Santos Sabino, de 39 anos, se envolveu em uma briga com um cliente, o bombeiro Claudiomar Rabelo Ribeiro, de 45 anos e acabou efetuando um disparo na vítima, matando-a na hora. Cerca de duas horas depois, o atendente Fabrício Gustavo do Amaral, de 18 anos, teria sido confundido e acabou assassinado na porta do trabalho. Já no Jardim Nossa Senhora Auxiliadora, o adolescente Christopher Eric de Paula Souza, de apenas 15 anos, foi assassinado com tiros nas costas e na cabeça, supostamente por dívidas de droga.

Segundo a Polícia Civil, por volta das 22h10, o bombeiro estava com a esposa, identificada como a dona de casa Daniele da Silva Barbosa, de 30 anos, em um bar no Parque dos Pinheiros, em Hortolândia.

De acordo com testemunhas, o bombeiro foi até o lado de fora do bar, onde teria urinado. Nervoso com a situação, o comerciante proprietário do bar foi até o bombeiro e o repreendeu pela atitude, iniciando uma discussão. O comerciante retornou para o interior do bar e voltou armado, efetuando um disparo contra a vítima. O tiro acertou o tórax da vítima, que morreu minutos depois.

Atordoada ao ver o marido morto, a dona de casa se armou com uma garrafa e tentou golpear o indiciado, que teria agredido a mulher. A dona de casa apresentou diversas marcas de agressão pelo corpo aos policiais, segundo o BO.

Após o crime, o proprietário do bar correu e entrou em um veículo, no banco do passageiro e fugiu do local. O carro, um Ômega verde, está em nome de Odirlei Tomaz da Silva, que está sendo averiguado pela Polícia Civil.

O caso foi registrado no Plantão Policial de Sumaré e será encaminhado para a Polícia Civil do Município. Claudiomar foi enterrado às 16h30 de ontem, no Cemitério Parque de Hortolândia.

MORTO POR ENGANO

Cerca de duas horas depois, no Jardim do Lago, o atendente Fabrício Gustavo do Amaral, de 18 anos, foi assassinado dentro do bar em que trabalhava após ser confundido com outra pessoa.

De acordo com testemunhas, por volta das 22h50, dois homens teriam iniciado uma briga em frente ao bar. A vítima tentou apartar a briga, momento em que um dos envolvidos sacou um revólver e atirou contra o monitor André Luiz Junqueira, de 35 anos, que foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para o Hospital Municipal Mário Covas.

Após o tiroteio, o jovem voltou ao trabalho no bar, momento em que foi surpreendido por um homem não identificado que, de imediato, efetuou diversos disparos contra o atendente, que morreu na hora. A Polícia Civil relata que existe uma grande possibilidade do atirador ter achado que o jovem foi o autor dos disparos.

Até o fechamento da edição, nenhum suspeito havia sido identificado pela Polícia Civil. O caso também será apurado pela Polícia Civil.

DÍVIDAS DE DROGAS

Apesar da violência registrada, minutos depois, o adolescente Christopher Eric de Paula Souza, de apenas 15 anos, foi assassinado na Rua Florisvaldo de Oliveira, no Jardim Nossa Senhora Auxiliadora.

Ao lado do corpo, que foi encontrado caído em uma rua de terra, foi encontrada uma pedra de crack. De acordo com vizinhos, o jovem era usuário de drogas, levando a polícia a suspeitar que a motivação do crime tenha sido dívidas com o tráfico.

O corpo da vítima estava com um tiro na cabeça e dois tiros nas costas. A Guarda Civil Municipal encontrou no lugar dois projéteis deflagrados de arma de fogo, no entanto, não foi possível reconhecer o calibre da arma utilizado.

Christopher será enterrado no Estado de Minas Gerais. A reportagem tentou contato com a família, no entanto, ninguém foi encontrado. Todos os crimes estão sendo investigados pela Polícia Civil de Hortolândia em parceria com investigadores da Delegacia Seccional de Americana. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.

Reportagem: Thiago Alves | Hortolândia



Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98