Connect with us

Policial

Hortolândia registra ‘domingo sangrento’ com três homicídios

Publicado

em

Hortolândia registra ‘domingo sangrento’ com três homicídios

A população de Hortolândia está assustada com a violência registrada na noite de domingo e madrugada de segunda. No total, três homicídios, uma tentativa e uma lesão corporal foram registrados em três pontos distintos do município. No Parque dos Pinheiros, o comerciante João dos Santos Sabino, de 39 anos, se envolveu em uma briga com um cliente, o bombeiro Claudiomar Rabelo Ribeiro, de 45 anos e acabou efetuando um disparo na vítima, matando-a na hora. Cerca de duas horas depois, o atendente Fabrício Gustavo do Amaral, de 18 anos, teria sido confundido e acabou assassinado na porta do trabalho. Já no Jardim Nossa Senhora Auxiliadora, o adolescente Christopher Eric de Paula Souza, de apenas 15 anos, foi assassinado com tiros nas costas e na cabeça, supostamente por dívidas de droga.

Segundo a Polícia Civil, por volta das 22h10, o bombeiro estava com a esposa, identificada como a dona de casa Daniele da Silva Barbosa, de 30 anos, em um bar no Parque dos Pinheiros, em Hortolândia.

De acordo com testemunhas, o bombeiro foi até o lado de fora do bar, onde teria urinado. Nervoso com a situação, o comerciante proprietário do bar foi até o bombeiro e o repreendeu pela atitude, iniciando uma discussão. O comerciante retornou para o interior do bar e voltou armado, efetuando um disparo contra a vítima. O tiro acertou o tórax da vítima, que morreu minutos depois.

Atordoada ao ver o marido morto, a dona de casa se armou com uma garrafa e tentou golpear o indiciado, que teria agredido a mulher. A dona de casa apresentou diversas marcas de agressão pelo corpo aos policiais, segundo o BO.

Após o crime, o proprietário do bar correu e entrou em um veículo, no banco do passageiro e fugiu do local. O carro, um Ômega verde, está em nome de Odirlei Tomaz da Silva, que está sendo averiguado pela Polícia Civil.

O caso foi registrado no Plantão Policial de Sumaré e será encaminhado para a Polícia Civil do Município. Claudiomar foi enterrado às 16h30 de ontem, no Cemitério Parque de Hortolândia.

MORTO POR ENGANO

Cerca de duas horas depois, no Jardim do Lago, o atendente Fabrício Gustavo do Amaral, de 18 anos, foi assassinado dentro do bar em que trabalhava após ser confundido com outra pessoa.

De acordo com testemunhas, por volta das 22h50, dois homens teriam iniciado uma briga em frente ao bar. A vítima tentou apartar a briga, momento em que um dos envolvidos sacou um revólver e atirou contra o monitor André Luiz Junqueira, de 35 anos, que foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para o Hospital Municipal Mário Covas.

Após o tiroteio, o jovem voltou ao trabalho no bar, momento em que foi surpreendido por um homem não identificado que, de imediato, efetuou diversos disparos contra o atendente, que morreu na hora. A Polícia Civil relata que existe uma grande possibilidade do atirador ter achado que o jovem foi o autor dos disparos.

Até o fechamento da edição, nenhum suspeito havia sido identificado pela Polícia Civil. O caso também será apurado pela Polícia Civil.

DÍVIDAS DE DROGAS

Apesar da violência registrada, minutos depois, o adolescente Christopher Eric de Paula Souza, de apenas 15 anos, foi assassinado na Rua Florisvaldo de Oliveira, no Jardim Nossa Senhora Auxiliadora.

Ao lado do corpo, que foi encontrado caído em uma rua de terra, foi encontrada uma pedra de crack. De acordo com vizinhos, o jovem era usuário de drogas, levando a polícia a suspeitar que a motivação do crime tenha sido dívidas com o tráfico.

O corpo da vítima estava com um tiro na cabeça e dois tiros nas costas. A Guarda Civil Municipal encontrou no lugar dois projéteis deflagrados de arma de fogo, no entanto, não foi possível reconhecer o calibre da arma utilizado.

Christopher será enterrado no Estado de Minas Gerais. A reportagem tentou contato com a família, no entanto, ninguém foi encontrado. Todos os crimes estão sendo investigados pela Polícia Civil de Hortolândia em parceria com investigadores da Delegacia Seccional de Americana. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.

Reportagem: Thiago Alves | Hortolândia



Policial

CPFL emite nota sobre o ocorrido na base em Sumaré

Publicado

em

policia

Em virtude de um áudio com informações relacionadas ao roubo ocorrido na base da CPFL em Sumaré, no dia 03/08/2022, que está em circulação em grupos de WhatsApp.

A CPFL esclarece que os funcionários que prestam serviços sempre comparecem devidamente identificados com crachás, uniformes, veículo com identificação da empresa e com ordem de serviço para a execução da atividade, contudo, caso o cliente ainda tenha dúvidas, pode entrar em contato por meio dos canais de atendimento, entre eles, o 0800 010 1010 (CPFL Paulista), e informar o número da nota de serviços e confirmar a autenticidade da mesma com o atendente.

Caso não seja possível realizar a confirmação no momento, a orientação da empresa é de que o cliente não permita a execução do serviço e não assine ou entregue qualquer documento.

Continue Lendo

Policial

Pediatra é preso em Monte Mor por suspeita de abusar de adolescente de Hortolândia 

Publicado

em

Por

Um médico pediatra de 65 anos foi preso na última sexta-feira (5) em Monte Mor por suspeita de abuso sexual a um adolescente de 14 anos durante o atendimento em Hortolândia. Ele foi conduzido à delegacia e após ser ouvido foi levado para uma penitenciária em Sorocaba. 

O médico foi alvo de um mandado de prisão preventiva expedido no último dia (3) pela 1ª Vara Criminal de Hortolândia, e foi localizado atendendo em uma clínica em Monte Mor. O advogado do pediatra informou que a prisão foi infundada e arbitrária, e destacou que irá se manifestar sobre o conteúdo das investigações somente no processo.

Foi instaurado um inquérito em 3 de janeiro pelo 1º Distrito Policial de Hortolândia. A Segunda Promotoria de Justiça da cidade acompanha o caso, que está em segredo de Justiça. 

O médico atuava em clínicas particulares nas cidades de Monte Mor e Hortolândia. A Justiça que fez o pedido de prisão preventiva, investiga o crime de estupro contra vulnerável. 

A Secretaria de Saúde em Hortolândia informou através de nota que o médico foi servidor da cidade, em junho e está aposentado desde então. “A administração municipal está à disposição das demais autoridades para colaborar com a investigação”, diz o texto.

Em Monte Mor o médico atendia na cidade, mas não atuava na rede pública.

Continue Lendo

Policial

LSD com mortadela: mercadoria foi enviada para o CDP de Hortolândia 

Publicado

em

LSD-mortadela

Mercadoria (LSD com mortadela) foi enviada por mãe de custodiado 

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que policiais penais do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Hortolândia encontraram 275 micropontos de LSD dentro de uma mortadela.

O flagrante ocorreu neste quarta (03/08), durante o procedimento de revista das mercadorias enviadas por familiares de detentos.  

No caso desta ocorrência, a remetente está cadastrada no rol de visitas como mãe de um custodiado. O material apreendido foi encaminhado para a delegacia, onde foi feito o boletim de ocorrência.

O preso que receberia o alimento foi isolado preventivamente para procedimento disciplinar. A SAP informa que as pessoas flagradas tentando introduzir ilícitos no sistema prisional são suspensas do rol de visitas temporariamente. 

Continue Lendo

Populares