Visitantes esconderam maconha nas calcinhas e são flagradas por escaneador corporal

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que no sábado (24), duas mulheres foram flagradas, durante o procedimento de revista, no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Americana, com drogas escondidas nas calcinhas. As imagens produzidas pelo body scanner mostraram alterações na região pélvica das mulheres, que ao serem questionadas disseram que estavam usando absorventes.

Na primeira apreensão, a suspeita voluntariamente retirou do forro da calcinha 30 gramas de maconha. Já com a segunda mulher, agentes encontram 60 gramas do entorpecente. Diante dos fatos, as duas foram encaminhadas ao plantão policial, e permanecem à disposição da Justiça. Os presos que receberiam as visitas foram isolados, preventivamente para procedimento disciplinar. A SAP informa que as pessoas as quais são flagradas tentando entrar nas unidades prisionais com matérias proibidos são suspensas, temporariamente do rol de visitas.