Connect with us

Policial

Casal de irmãos de Hortolândia é preso suspeito de participação em ataques na Rodovia D. Pedro

Publicado

em

Um casal de irmãos moradores no bairro Novo Cambuí, em Hortolândia, foi preso por policiais civis de Campinas, no último dia 4, suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em ataques na alça de acesso à Rodovia D. Pedro I, em Campinas. Um amigo deles, que também mora no mesmo bairro, está foragido. Os irmãos foram presos temporariamente.

A prisão foi realizada por agentes do 12º Distrito Policial (DP), em Sousas, que investiga a ação do grupo. Os irmãos, uma moça que trabalha de atendente em uma farmácia da cidade, de 27 anos, e um rapaz que disse trabalhar como motorista de aplicativo, de 25 anos, estão sendo investigados após o amigo deles, que está foragido, ser reconhecido por uma servidora pública federal de 36 anos que foi rendida por criminosos no dia 23 de abril passado.

A vítima, que está traumatizada, estava com suas duas filhas, uma de 11 meses e outra de cinco anos, em um Honda Fit.

Elas foram atacadas a noite quando acessava a alça de acesso, próximo a empresa Leroy Merlin. Os criminosos chegaram a atirar em direção à vítima, que foi rendida e feita refém com as filhas. Um dos disparos acertou o carro da mulher.

Durante a ação, os criminosos arrancaram os brincos das crianças e fizeram saques através do sistema Pix. A mulher e as filhas ficaram duas horas reféns dos criminosos.

De acordo com os policiais, ao menos cinco suspeitos desta quadrilha já foram presos e outros cinco estão foragidos. Os agentes descobriram que o bando tem ramificações, além de Campinas, em São Paulo e Hortolândia – os três identificados são da cidade vizinha.

Eles agem sempre da mesma forma: ficam na região do acesso à rodovia, usam carros diversificados para despistar, muitas das vezes chegam a atirar para coagir a vítima, dois dos criminosos ficam no carro da vítima, pegando senhas e fazendo transferência de valores – usam até máquinas de débitos – e depois abandonam a vítima em local ermo e distante da área urbana.

A prisão dos novos suspeitos aconteceu no último dia 4, mas só foi divulgada agora. Foram apreendidos na casa deles, celulares e máquinas de cartão. A polícia suspeita que a moça seja a responsável por fornecer as máquinas de débitos para a quadrilha. As investigações prosseguem.

Por Alenita Ramirez, Colaboração para o Portal de Hortolândia

Policial

Guarda Municipal ganha novos armamentos

Publicado

em

Foram investidos R$ 200 mil na compra de novas pistolas e escopetas para uso da corporação hortolandense

A Guarda Municipal de Hortolândia conta, a partir de agora, com equipamentos novos e mais modernos. Uma cerimônia, realizada no final da tarde desta quarta-feira (15/09), marcou a entrega oficial de armamentos à corporação.


Com a presença do prefeito José Nazareno Zezé Gomes, da deputada federal Katia Sastre e do secretário de Segurança, Joldemar Nunes Correa, foram entregues pistolas 9mm, escopetas calibre .40 e rádios comunicadores. Os novos armamentos foram adquiridos por meio de emenda parlamentar encaminhada pela deputada, que é policial militar licenciada.

O prefeito destacou que a compra dos novos equipamentos são importantes para continuar o trabalho de modernização da estrutura da Guarda Municipal de Hortolândia e agradeceu o empenho da deputada, que vem defendendo ao longo do seu mandato a segurança pública. “Agradeço a deputada Katia Sastre pela emenda de R$ 200 mil para a compra dos novos armamentos, que sem dúvida, eleva ainda mais o padrão da nossa corporação. No mês de maio, durante as comemorações dos 30 anos do nosso município, havíamos feito uma compra iniciando esse processo de modernização, com a aquisição de pistolas, carabinas e espingardas, além de dispositivos não letais, como gás de pimenta, dispositivo elétrico incapacitante (spark) e munição de borracha. Sem dúvida a nossa segurança pública ganha muito”, destacou Zezé.

A deputada Katia Sastre agradeceu a recepção recebida em Hortolândia e destacou que ela vem trabalhando para melhorar a segurança pública, em especial no Estado de São Paulo. Até agora, em seu mandato, ela destinou R$ 200 mil para a compra de armamentos e destacou que encaminhou mais uma emenda de R$ 100 mil para a área da segurança pública. “Tenho um carinho especial por Hortolândia e relembro com carinho as oportunidades que tive para dialogar com o saudoso prefeito Angelo Perugini. Esse recurso de R$ 200 mil foi destinado no ano passado, período em que ele ainda Administrava a cidade. Veio a fatalidade e com maestria o governo vem sendo liderado pelo amigo prefeito Zezé, que deu prosseguimento e, por conta disso, estamos entregando esses equipamentos importantes e que fortalece ainda mais a Guarda Municipal”, afirmou a deputada.

O secretário municipal de Segurança explicou que as pistolas 9mm estabelece um novo patamar para a corporação hortolandense e disse que a proposta é garantir esse armamento para todos os guardas dentro do atual mandato. “Por questão de segurança não podemos informar a quantidade de pistolas e carabinas adquiridas, mas o que posso dizer é que esses equipamentos colocam a nossa corporação em uma situação de destaque na região e a nossa proposta é uniformizar e garantir para todos os guardas essas novas pistolas. Nossa Administração preza para que nossos servidores no exercício de suas funções sejam sempre capacitados e utilizem equipamentos condizentes com o avanço da tecnologia”, finalizou Jold.

Continue Lendo

Policial

Queda de avião em Piracicaba deixa mortos

Publicado

em


Na manhã dessa terça feira (14), uma aeronave de asa fixa caiu em Piracicaba.

De acordo com o Corpo de Bombeiros sete pessoas morreram após a queda.

Imagens divulgadas pela corporação mostram um incêndio em um bosque causado pelo acidente.

Foto: Corpo de Bombeiros/PMESP

Continue Lendo

Policial

Mulher tenta entrar no CDP Hortolândia com droga e relatórios do crime organizado

Publicado

em


Mais de 40g de maconha estava escondida no cós da calça da suspeita


A Secretária da Administração Penitenciária (SAP) informa que, na manhã de sábado, 11, uma visitante foi surpreendida ao tentar passar pelo scanner corporal do Centro de Detenção Provisória de Hortolândia (CDPH), quando tentava visitar o companheiro.


As imagens do aparelho mostram irregularidades no cós da calça que a suspeita vestia, e após uma conversa com agentes penitenciários, a mulher admitiu que estava com 47 gramas de maconha, além de relatórios e recados de uma organização criminosa.

A visitante foi encaminhada à delegacia e o detento foi isolado, preventivamente, em pavilhão disciplinar.

Continue Lendo

Populares