As inscrições para o Curso de Capacitação Funcional para Técnicos de Informática, promovido pela Prefeitura de Hortolândia para servidores municipais terminam no próximo domingo (13/06). A formação permitirá a criação de um Banco de Capacitados, com vistas à progressão funcional para a especialidade. A iniciativa é da EGPH (Escola de Gestão Pública de Hortolândia), órgão da Secretaria de Administração e Gestão de Pessoal. O edital está disponível na edição 1.215 do Diário Oficial Eletrônico do Município, que poderá ser acessada neste link: https://publicacoesmunicipais.com.br:8443/api/acts/hortolandia/1215.


Podem se inscrever servidoras e servidores públicos municipais, ocupantes do cargo de provimento efetivo Agente de Gestão, há mais de cinco anos, em efetivo exercício do cargo. Os demais requisitos podem ser consultados no item II do edital.


As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas via e-mail, pelo endereço eletrônico [email protected]. Nele, é preciso anexar, em arquivo PDF, o requerimento preenchido e assinado (disponível no edital), bem como, cópia dos documentos que comprovam os requisitos obrigatórios.


Durante o processo de inscrição, dúvidas poderão ser esclarecidas pelo telefone (19) 3965- 1423 (ramais: 6947 e 6953) ou pelo próprio e-mail [email protected].
O curso de capacitação funcional será desenvolvido em duas etapas. Na primeira, haverá aulas teóricas relativas ao conteúdo programático da formação, seguidas de prova teórica, totalizando 90 horas/aula. Na segunda, será feito exame de saúde ocupacional com protocolo específico visando a análise de capacidade laboral para o eventual exercício da especialidade Técnico de Informática do cargo de provimento efetivo Agente de Gestão. Em razão da pandemia do Coronavírus, aulas e atividades ocorrerão de maneira remota e online, via sala de Zoom Meeting.


Segundo o diretor da EGPH, Carlos Maldonado, o banco de capacitados para progressão funcional será composto de acordo com a ordem de pontuação obtida pelos servidores aprovados e classificados, com no mínimo de 70% (setenta por cento) de aproveitamento no processo de capacitação funcional e considerados aptos no exame de saúde ocupacional. “Agentes de Gestão em suas especialidades como, por exemplo, auxiliar administrativo, assistente administrativo ou assistente técnico em gestão com formação técnica ou superior em Informática ou Análise de Sistemas, podem se inscrever no curso e se habilitar para uma futura progressão funcional”, explicou Maldonado.


Para a diretora de Tecnologia da Informação, Rúbia Mara Rossi Ferreira, a capacitação funcional “é importante porque dá oportunidade para o servidor Agente de Gestão progredir na carreira e ao mesmo tempo buscar suprir as necessidades da Prefeitura, reforçando o quadro de servidores com a especialidade Técnico de Informática”.