Sirene

O agente penitenciário P. C. M. S, de 48 anos, foi baleado na noite de quinta-feira, em sua residência, no Jardim Adelaide, em Hortolândia. A vítima foi atingida por um tiro no lado esquerdo do abdômen e foi internado no Hospital Estadual Doutor Leandro Franceschini, em Sumaré. No momento do crime, os atiradores foram surpreendidos pela Polícia Militar. Houve perseguição, mas os suspeitos conseguiram fugir.

De acordo com a PM, por volta das 19h20, os agentes ouviram barulhos de tiro e resolveram averiguar a situação. Chegando na Rua Orlando Singoreli, os policiais flagraram dois homens efetuando diversos disparos contra um carro, Nissan Frontier, onde o agente estava.

Os suspeitos efetuaram ao menos dez tiros, mas ao perceber a aproximação da viatura, entraram rapidamente em um Ford Focus prata, fugindo do local. Em ação rápida, os policiais passaram a perseguir o veículo.

Os bandidos fugiram pela Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença, SP 101, momento em que a PM acionou reforço. Mesmo assim, os suspeitos conseguiram fugir e até o fechamento desta reportagem, não haviam sido identificados.

SOCORRO

Os agentes voltaram até o local, onde encontraram a vítima caída no chão, já dentro da residência. O agente penitenciário foi socorrido pela ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado até o HES, onde permanece internado. A vítima trabalha no Complexo Penitenciário Campinas/Hortolândia.

Ainda de acordo com a PM, nada foi roubado da vítima. A caminhonete ficou com marcas de tiros, assim como o portão da residência da vítima. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e as motivações serão apuradas pela Polícia Civil.

O agente teria contado à polícia que, ao sair do trabalho, havia percebido que estaria sendo seguido.

Artigo anteriorHavan entrega 23 mil reais da Campanha Troco Solidário ao Núcleo Vinde a Mim
Próximo artigoCinesystem – Opções de promoções durante toda a semana