Nossa Região

Sem surpresas na hora do vestibular

Do Ensino Fundamental ao Médio, alunos do Colégio Sagrado Coração de Jesus, de Campinas, são preparados para lidar com as pressões de provas como o Enem e os principais processos seletivos do país. Simulados aos sábados, uma vez por bimestre, auxiliam na preparação e na criação de novos hábitos de estudo e ajudam a diminuir a ansiedade dos jovens

Guilherme Porto e Brenda Rudloff vão prestar o Enem
Guilherme Porto e Brenda Rudloff vão prestar o Enem

Elo entre a adolescência e a vida adulta, o vestibular ainda é visto por muitos estudantes como um bicho de sete cabeças. A falta de experiência pesa ao lidar com a pressão de uma avaliação que pode nortear o futuro. Para que seus alunos não sofram com esse percalço da juventude, o Colégio Sagrado Coração de Jesus, de Campinas, oferece ferramentas eficazes: hábitos saudáveis para o estudo e a realização de simulados nos quais eles vivenciam as situações dos vestibulares. Do Ensino Fundamental ao Médio, os jovens encaram, fora do horário de aula, amostras do que encontrarão no Enem e nos vestibulares das principais universidades do país.

De acordo com Márcia Regina Cunha Greenhalgh, coordenadora do Ensino Fundamental do Coração de Jesus, a aplicação de simulados, aos sábados, uma vez por bimestre, nos mesmos moldes dos testes universitários, garante aos estudantes que eles não se surpreendam nas situações reais. “Nossos alunos têm a noção exata da importância das provas. O que para muitos pode parecer um fardo, destinar um sábado para vivenciar como é o Enem ou o vestibular os motiva”, garante. Os simulados são realizados a partir do 6° ano do Ensino Fundamental.

“A gente já sabe que vai lidar com uma pressão ainda maior daqui pra frente, no Ensino Médio ou na faculdade. Penso em fazer engenharia da computação e sei que as provas serão difíceis. O simulado ajuda muito”, conta Felipe Valente, de 13 anos, do 8° ano. Recém integrado ao colégio, Gabriel Abib, de 13 anos, aprovou a metodologia do Coração de Jesus. “Na outra escola não passei por isso. Foi uma novidade boa e pensei: ‘estou crescendo’. Com o simulado já estou aprendendo a lidar com a tensão de um vestibular”, explica.

Márcia Regina Cunha Greenhalgh, coordenadora do Ensino Fundamental

Márcia destaca que a responsabilidade transmitida aos alunos com a aplicação dos simulados é o grande motivador. “Eles se sentem adultos, pois as provas seguem os padrões dos vestibulares. Há um caderno de questões, a folha da redação, horário para chegar, tempos mínimo e máximo de prova e, na segunda-feira seguinte, a conferência do gabarito, tal qual acontece na situação real”, explica. Os testes incluem questões de português, matemática, história, ciências, geografia, inglês e espanhol, além da redação.

“Estimulamos os jovens e muitos deles acabam criando ótimos hábitos de estudos. É importante frisar que as provas evoluem ano após ano. Os estudantes da 8ª série, por exemplo, são testados com o conteúdo que vivenciaram em sala de aula e, também, com o material de séries passadas. Algumas das questões, aliás, são retiradas de provas do Enem e de vestibulares da Unicamp e da Fuvest”, diz.

Ensino Médio

Kátia Maria Ferreira Mendeleck, coordenadora do Ensino Médio, destaca que, nessa fase, os estudantes passam a conviver constantemente com questões utilizadas nos principais processos seletivos do país. “Nosso material didático oferece esse tipo de conteúdo e o simulado é um complemento que ajuda a prepará-los não só na parte técnica, mas, também, auxilia no controle da ansiedade”, aponta. Nas provas dos estudantes do 1° ano, por exemplo, 30% são de questões de vestibulares, enquanto no 2° ano esse índice aumenta para 50% e, no último ano, para 100%.

Kátia Maria Ferreira Mendeleck, coordenadora do Ensino Médio

Mais do que os simulados, os alunos do Ensino Médio do Coração de Jesus contam com diversas atividades que auxiliam na melhor escolha para o futuro, como o Ciclo de Profissões e o Cursinho Preparatório para o Enem. “Durante o primeiro semestre do último ano os alunos apontam as principais dúvidas que têm com relação às profissões e promovemos palestras com professores universitários para que os ajudem a tomar a decisão mais acertada. Já o cursinho começa no segundo semestre, com aulas no contraturno escolar, com material didático específico que ajuda muito os estudantes a interpretar melhor esse tipo de avaliação”, explica Kátia.

Brenda Rudloff, do 3° ano do Ensino Médio

Brenda Rudloff, de 18 anos, estudante do 3° ano do Ensino Médio do Coração de Jesus, acumula experiência com os simulados desde o Ensino Fundamental e, às vésperas do Enem e dos vestibulares, sente-se mais preparada. “Hoje tenho tranquilidade para ler, compreender e responder as questões. Além dos simulados, sinto que estou bem preparada por causa do cursinho. Tem ajudado até mesmo nas provas finais do Colégio”, ressalta.

Alunos do 2° ano, Giovanna Martinelli, de 16 anos, e Guilherme Porto, de 17, aproveitam os simulados e o cursinho para realizar as provas como treineiros. “Tenho dado o meu máximo. Os simulados ajudam muito na prática e quero me testar nos vestibulares,” avisa Guilherme, que ainda não escolheu qual profissão seguir: está entre economia e medicina, suas duas paixões.

Ajuda tecnológica

Presente em todas as salas de aula do Ensino Infantil ao Médio, o iPad também é uma ferramenta de aprimoramento para os estudantes. Até a leitura de livros essenciais nos vestibulares já é feita, muitas vezes, na versão digital. “A praticidade é grande. E o fato de ter em mãos a internet, com a possibilidade de fazer pesquisas e contextualizar a leitura com a atualidade, é um ganho para os alunos”, destaca Kátia Mendeleck. Até mesmo provas de múltipla escolha, como é o Enem, são simuladas pelo iPad. “Temos à disposição um aplicativo no qual o professor desenvolve as perguntas, um tempo determinado de prova e pode acompanhar, pelo seu iPad, o desempenho dos estudantes em tempo real. É uma ferramenta dinâmica que atrai o interesse dos alunos”, completa Márcia Greenhalgh.

Sobre o Coração de Jesus

Fundado em 1909, o Colégio Sagrado Coração de Jesus de Campinas atende cerca de 1.100 alunos na faixa etária entre dois e 18 anos de idade nos cursos de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio.

Localizado no bairro Nova Campinas, o colégio está instalado em uma área e 45 mil metros quadrados de terreno, nos quais estão instalados 40 salas de aula, anfiteatro, auditórios, salas de ginástica, ballet e multimídia.

A escola também possui campo de futebol, pista de atletismo, ginásio de esportes, quadras poliesportivas, piscinas aquecidas, horta e bosque, além de enfermaria, brinquedoteca, laboratórios de Ciências, Biologia, Física e Química, além de um observatório astronômico, o único dentro de uma instituição de ensino na região de Campinas e um dos 15 do Brasil.

O colégio conta com lousa digital para o aprendizado interativo, iPad para uso em salas de aula, biblioteca com mais de 20 mil títulos e espaços itinerantes criados para a contação de histórias. Outras informações podem ser obtidas no site www.sagrado.com.br.

artigo patrocinado

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98