O prefeito Dário Saadi e os demais chefes do executivo da Região Metropolitana de Campinas (RMC) se reuniram na manhã desta sexta-feira, dia 19 de março, em Campinas, para discutir medidas de combate à pandemia de Covid-19. Eles decidiram adotar o Toque de Recolher nas cidades da região e descartaram a possibilidade de um lockdown neste momento.

Outra medida anunciada foi a intensificação na fiscalização no período restritivo das 20h às 5h, a partir de hoje. Os prefeitos também alertaram que adotarão medidas rígidas para coibir que bares, restaurantes e todo tipo de comércio não cumpram as medidas adotadas pelas respectivas prefeituras. A reunião teve a participação de 19 prefeitos da RMC.

De acordo com Dário Saadi, o lockdown é uma medida de difícil operacionalização e não será adotado, no momento, principalmente por causa do impacto que a suspensão do transporte coletivo teria no setor de saúde. “Mais de 25 mil pessoas trabalham na área da saúde em Campinas. A maioria delas não tem carro e precisa chegar até ao trabalho por ônibus. Outra preocupação é a vacinação contra a Covid-19, já que muitas pessoas vão até os Centros de Imunização de transporte coletivo”.

Por hora, uma antecipação de feriados também não está sendo considerada, segundo Saadi. “Os prefeitos colocaram suas preocupações sobre os riscos de que a antecipação pudesse gerar mais aglomerações, com as pessoas realizando festas ou churrascos, por exemplo. Por isso, neste momento, essa possibilidade está descartada”.