Connect with us

Nossa Região

MEC anuncia 54 escolas selecionadas para o programa cívico-militar

Publicado

em

O Ministério da Educação anunciou hoje (21) a localização das 54 escolas públicas selecionadas para o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares em 2020. Destas, 38 são escolas estaduais e 16 municipais, localizadas em 23 estados e no Distrito Federal.

De acordo com a pasta, cerca de 1.000 militares, tanto da reserva como da ativa, vão participar do projeto-piloto, atuando na gestão educacional das instituições. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a escolha das escolas levou em conta a localidade, a partir de “uma equação com variáveis com base em critério absolutamente técnico”.

Ouça na Rádio Nacional:

“São as primeiras 54 escolas cívico-militares. Começam a funcionar já na volta às aulas. É um modelo que a gente acredita que vai ter amplo sucesso no Brasil. Nossa meta é ambiciosa e vamos ajustar esse método”, disse o ministro.

Os critérios foram detalhados pelo secretário de Educação Básica do MEC, Jânio Carlos Macedo. Segundo ele, foram priorizadas escolas em capitais e regiões metropolitanas em função do acesso a um número maior de estudantes.

“É fundamental que qualquer modelo educacional possa trazer a possibilidade de atender a maior quantidade possível de estudantes para reduzir cada vez mais a distorção que existe entre regiões. Quando você faz a escolha por um município que tem uma grande população, obviamente você pode beneficiar uma quantidade maior de alunos”, disse o secretário.

Entre as escolas escolhidas, 19 estão localizadas na Região Norte; 12 na Região Sul; 10 na Centro-Oeste; 8 no Nordeste; e 5 no Sudeste. Piauí, Sergipe e Espírito Santo ficaram de fora. Cada escola receberá R$ 1 milhão do governo, o que totaliza R$ 54 milhões em recursos.

Parte dos recursos (R$28 milhões) terá como destino o Ministério da Defesa, a quem caberá arcar com os pagamentos dos militares da reserva das Forças Armadas. O restante (R$ 26 milhões) vão para o governo local, para serem aplicados nas infraestruturas das unidades, materiais escolares e reformas.

Disciplina

A questão da disciplina foi destacada pelo subsecretário de Fomento às Escolas Cívico-Militares, coronel Aroldo Ribeiro Cursino, como forma de melhor aproveitar o tempo dedicado às aulas. “Se você verificar, há pesquisas que apontam que cerca de 30% do tempo em sala de aula não é utilizado por falta de silêncio ou controle da turma. Então, a disciplina será uma ferramenta, mas não será a essência principal. Ela é um meio. O principal objetivo é o aluno e a gestão, para que possamos formar de maneira integral esse jovem”, disse o subsecretário.

“O que se espera é um comportamento que preze um melhor tratamento do professor, dos colegas, e de respeito aos símbolos nacionais. Na nossa época, tínhamos [a disciplina de] Educação Moral e Cívica. A gente aprendia esses respeitos. A gente assiste filmes de outros países e vê respeito da população aos símbolos nacionais. Uma das coisas que a escola cívico-militar tenta ressuscitar e trazer à tona é essa questão”, complementou Macedo.

Confira a lista

Acre: Cruzeiro do Sul e Senador Guiomard

Amapá: duas escolas em Macapá

Amazonas: duas escolas em Manaus e outra indicação do estado

Pará: Ananindeua, Santarém e duas escolas em Belém

Rondônia: Alta Floresta d’Oeste, Ouro Preto do Oeste e Porto Velho

Roraima: Caracaraí e Boa Vista

Tocantins: Gurupi, Palmas e Paraíso

Alagoas: Maceió

Bahia: Feira de Santana

Ceará: Sobral e Maracanaú

Maranhão: São Luís

Paraíba: João Pessoa

Pernambuco: Jaboatão dos Guararapes

Rio Grande do Norte: Natal

Distrito Federal: Santa Maria e Gama

Goiás: Águas Lindas de Goiás, Novo Gama e Valparaíso

Mato Grosso: duas escolas em Cuiabá

Mato Grosso do Sul: Corumbá e duas escolas em Campo Grande

Minas Gerais: Belo Horizonte, Ibirité e Barbacena

Rio de Janeiro: Rio de Janeiro

São Paulo: Campinas

Paraná: Curitiba, Colombo, Foz do Iguaçu e outra indicação do estado

Rio Grande do Sul: Alvorada, Caxias do Sul, Alegrete e Uruguaiana

Santa Catarina: Biguaçu, Palhoça, Chapecó e Itajaí

fonte ebc

Nossa Região

Corpo de Bombeiros de Indaiatuba ganha novo Caminhão

Publicado

em

O Governador João Doria entregou nesta quarta-feira (20) as 12 primeiras viaturas Auto Bomba de Salvamento (ABS) de um total de 32 para renovar a frota do Corpo de Bombeiros em todo o estado. Outras 20 unidades deverão ser entregues até o fim do ano. Os novos veículos foram adquiridos com investimento de R$ 23 milhões e fazem parte da reposição gradual das viaturas da corporação.

“Entregamos hoje as 12 primeiras viaturas de salvamento, de um total de 32 unidades já adquiridas, para renovar a frota do Corpo de Bombeiros em todo o estado. Desde o início do nosso Governo já compramos mais de 6.400 veículos para as Forças de Segurança em São Paulo, entre eles veículos blindados, pela primeira vez na história, para as polícias Civil e Militar”, disse Doria.

Os veículos têm motorização de 280 cavalos, câmbio automatizado, cabine duplicada para melhor acomodação do efetivo e um reservatório com capacidade de 4.000 litros de água. Além disto, os caminhões contam com bomba de água de vazão 750 GPM, sistemas eletrônicos de espuma, guincho (mangotinho) e todo comando da unidade é automatizado. As unidades têm a certificação NBR 14.096.

Essa primeira remessa de viaturas beneficiará 12 Grupamentos de Bombeiros (GB): 6º GB de São Vicente, 7º GB de Indaiatuba, 9º GB de São Carlos, 10º GB de Bauru, 11º GB de Guaratinguetá, 13º GB de São José do Rio Preto, 14º GB de Presidente Prudente, 15º GB de São Roque, 16º GB de Piracicaba, 18º GB de Cotia, 19º GB de Amparo e 10º GB de Andradina.

“Essa entrega vai salvar pessoas, pois estas viaturas que são utilizadas em resgates, em incêndios e em ações envolvendo produtos perigosos. São viaturas que engrandecerão nosso Corpo de Bombeiros com alta tecnologia, com controle de vazão e totalmente automatizadas”, explicou o Secretário de Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos.

Renovação da frota

Desde o início da atual gestão, o Governo de São Paulo tem realizado contínua renovação da frota das forças de Segurança Pública. Desde 2019, incluindo os ABS, foram entregues 6.419 viaturas para reforçar a atuação das polícias Civil e Militar, beneficiando inclusive o Corpo de Bombeiros e o policiamento ambiental. O total investido nos veículos foi de mais de R$ 460,9 milhões.

Além dos veículos já entregues, o Copo de Bombeiros está em andamento a compra de 110 ambulâncias de Unidades de Resgate (UR) e Unidade de Resgate e Salvamento Aquático (URSA), 10 caminhões Auto Tanques (AT), com capacidade de 12.000 litros de água, e 10 Pick-up 4×4 cabine dupla, além de 11 jetski e 75 botes.

Continue Lendo

Nossa Região

Rede Savegnago compra unidades do Paulistão de Hortolândia e região

Publicado

em

Nesta ultima terça (19), os grupos Savegnago e Peralta que administra a rede de Supermercado Paulistão, anunciaram acordo para troca de ativos. Entre as trocas estarão o Shopping Passeio São Carlos e 14 lojas Paulistão localizadas no interior de São Paulo, inclusive a loja de Hortolândia.

O grupo Savegnago confirmou a transação, mas não revelou o valor. Mas informou que poderá ter investimento de R$ 100 milhões, visando a readequação das novas unidades adquiridas pelo grupo. O acordo prevê a entrega de metade da rede Paulistão, qual é administrado pelo Grupo Peralta. As unidades adquiridas ficam em Limeira, Campinas, Sumaré, Hortolândia, Nova Odessa, Paulínia, Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Rio Claro.

A transação ainda dependerá de aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Em nota, o Savegnago informou que 2.500 novos empregos serão gerados com essa transação.

Ainda não há data para que as novas lojas passam de fato a serem administradas pelo Grupo Savegnago e nem se as unidades adquiridas passarão por reforma.

Continue Lendo

Nossa Região

Cidades turísticas da região de Campinas terão inaugurações em 2021

Publicado

em

A Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo, por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur) repassou até setembro R$ 108 milhões para obras e melhoria de infraestrutura em estâncias e municípios de interesse turístico. Pelo menos 16 cidades preparam inaugurações até dezembro.

Campinas foi a região com maior número de cidades contempladas com os repasses: 28 municípios, sendo que três têm previsão de entrega das obras para os próximos meses. Em Brotas, será entregue a requalificação do Parque dos Saltos e o Centro de Arte e Artesanato, no valor de R$ 1 milhão, e em Socorro, a revitalização do Caminho Turístico do Rio do Peixe, também de R$ 1 milhão.

Águas de Lindóia entregará a reforma do balneário municipal, recuperação de áreas de Balneoterapia, reforma e revitalização do Calçadão na Rua São Paulo, restruturação de áreas turísticas e construção de praça, playgrounds, pavimentação e recapeamento de vias turísticas, no valor de R$ 5 milhões no total.

Baixada Santista recebeu o maior valor, foram R$ 33 milhões nos nove primeiros meses do ano. Em Mongaguá será entregue a valorização turística da Orla da Praia, no trecho Praça Dudu Samba.

Na região de Franca, Batatais tem previsão de duas entregas: o Parque Linear ao longo do Córrego das Araras e a revitalização da Avenida 14 de Março, uma das principais da cidade, que consumiram R$ 4 milhões; em Nuporanga a entrega da reforma e adequação no Estádio Municipal “José Martins de Barros Júnior”, na quantia de R$ 1 milhão.

Em São José do Rio Preto, Riolândia entregará a revitalização da praia municipal e valorização turística, no valor de R$ 856 mil, e Mira Estrela, às margens do Rio Grande, a melhoria nas instalações elétricas da Praia Fluvial, R$ 140 mil.

Na região de Sorocaba, o município de Laranjal Paulista inaugurará a revitalização do chafariz do Largo São João, a requalificação de praça pública e construção do Parque Pedro Zanella, no total de R$ 388 mil, e Avaré a revitalização do Camping Municipal, que consumiu R$ 1 milhão.

Em São Luiz do Paraitinga, região de São José dos Campos, será entregue a reurbanização do Alto do Cruzeiro, no valor de R$ 1 milhão.

Em Timburi, por R$ 395 mil, a revitalização de passeios públicos em praças e vias de acesso, e em Garça os sanitários no Parque Público do Lago Artificial Prof. J. K. Williams, por R$ 175 mil – ambas na região de Marília.

Fechando a lista, em Apiaí acontecerá a entrega da Praça do Rastro da Serpente e a loja de artesanato municipal, na quantia de R$ 166 mil, e em São Simão, região de Ribeirão Preto, a revitalização da Praça da República, por R$ 786 mil.

Continue Lendo

Populares