O faturamento da Black Friday movimentou no País, cerca de R$ 2,7 bilhões, sendo que, no período anterior de 2016, a Black Friday faturou cerca de R$ 2.350,0 bi, 14,5% acima do nível nacional.

Os dados ainda mostram que os números de pedidos cresceram 14,0%, de 3,30 milhões para R$ 3,76 milhões, e o ticket médio caiu 3,1%, de R$ 580,0 para R$ 562,0, na avaliação entre 2017 / 2016.

Para atrair mais compradores, os varejistas promoveram mais agressivamente as categorias de maior valor agregado, que são as mais consumidas no e-commerce, refletindo no gasto médio. Os lojistas ofereceram produtos com descontos reais, e isso atraiu os consumidores,

Outro destaque da Black Friday foi o crescimento das compras realizadas pelo “celular”.

Os pedidos via mobile aumentou 81,8% em comparação com o ano passado. Além disso, o e-commerce representou 26,5% em volume financeiro das compras realizada, uma expansão de 41,5% perante 2016.

A movimentação da Black Friday em Campinas e Região deve atingir cerca de R$ 265,5 milhões, cerca de 9,83% da movimentação nacional.

Os eletroeletrônicos foram os produtos mais procurados, com 23,0% do faturamento, seguido pelos celulares, com 21,0% da Receita, e os eletrônicos com 17,0% das vendas.

Laerte Martins

Economista / Diretor – ACIC

Artigo anteriorFilme Cinema, Aspirinas e Urubu chega ao Ponto MIS Destaque
Próximo artigoAnalista de Cobrança