Para acessar à área com plantas aromáticas, visitante deve estar descalço e de olhos vendados

 jardim-sentidos

A Prefeitura de Hortolândia inaugurou nesta quarta-feira (03/12), o “Jardim dos Sentidos”, espaço interativo no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang onde os visitantes são convidados a explorar outros sentidos, que não a visão. A atividade faz parte da programação da Virada Inclusiva, promovida pela Chefia de Gabinete, em parceria com outras secretarias municipais, com o objetivo de integrar a população em ações inclusivas. Na terça-feira (02/12), alunos do Cier (Centro Integrado de Educação e Reabilitação Romildo Pardini) e CCart (Centro de Convivência, Aprendizagem, Reabilitação e Trabalho) conferiram apresentações musicais. A programação completa vai até sábado (06/12).

No Jardim, há exposição de plantas aromáticas, como arruda, orégano e bálsamo, entre outras espécies. Todas as plantas têm identificação em braile, com placas confeccionadas no Cier. Para as visitas, uma condição inusitada: pessoas sem deficiência devem estar de olhos vendados, a fim de que a experiência seja sensorial. Outra obrigatoriedade é que o visitante entre no jardim descalço, uma vez que o piso é composto de materiais diferentes em cada parte, como pedrisco, argila e serragem.

“Este é um local para ser apreciado por todos, independente de suas dificuldades ou restrições de sentidos. Todos nós somos cidadãos, independentes das nossas restrições. Nossas diferenças devem ser respeitadas”, enfatizou a secretária de Chefia de Gabinete, Julyana Tonin.

Durante a inauguração, alunos do Cier e Ccart puderam participar da visitação. Uma das alunas foi Lilian de Souza Dutra, de 10 anos, acompanhada pela equipe do Cier. Ela conferiu o cheiro de cada planta e tocou as folhas, de olhos fechados. Também passeou pelos corredores de pés descalços. “Gostei bastante das plantas, nunca tinha ido num lugar assim. Só achei que dói o pé pisar no cascalho, mas quando pisei no capim achei bem macio”, disse a menina.

O secretário de Meio Ambiente, Aldo Aluízio Silva, comentou que o parque Irmã Dorothy é um dos locais da cidade que sofreu mais intervenções positivas pela recuperação ambiental. “Este lugar se tornou espaço de contemplação da natureza. Por isso, é importante que seja oferecido este espaço a fim de que todas as pessoas tenham a percepção da beleza dos nossos jardins”, disse.

Programação

Na sexta-feira (05/12), acontece o desfile de moda inclusiva, a partir das 20h, no Shopping Hortolândia. O prefeito Antonio Meira acompanhará esta programação. A atividade levará à passarela alunos do Cier e Ccart, além de munícipes com e sem deficiência. Eles vestirão peças customizadas pela estilista Sanna Hetzl, de Americana. “Uma das peças é um vestido plissado, usado por uma menina que é deficiente visual. Fizemos um bordado na gola, onde está escrito “frente” em braile. Para quem vê o bordado, é só um detalhe. Mas para a menina, é uma referência de como vestir a peça”, explicou Sanna.

No sábado (06/12), a programação encerra com uma partida de rugby em cadeira de rodas, esporte coletivo onde o objetivo é ultrapassar com uma bola cones colocados na linha de fundo do adversário. A atividade será às 8h30, no Ginásio Poliesportivo Victor Savala, nas dependências do Parque Irmã Dorothy.

Confira abaixo, a programação completa:

•Sexta-feira (05/12)

Desfile de Moda Inclusiva (parceria com o Fundo Social de Solidariedade e o Shopping Hortolândia)

20h – Tema: “Moda no Todo – Customização Inclusiva”

Local: Shopping Hortolândia

•Sábado (06/12)

Partida de Rugby com Cadeirantes (parceria com a Secretaria de Esporte e Recreação)

8h30 – Participação das equipes Santer, do Rio de Janeiro, Adeacamp, de Campinas, e Gigantes da Unicamp, de Campinas

Local: Ginásio Poliesportivo “Victor Savala”, localizado no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang