Além do combate ao Coronavírus, outra prioridade da Prefeitura de Hortolândia na saúde é a prevenção à Dengue. É por isso que a Administração realiza com frequência o trabalho de nebulização em diferentes regiões da cidade. Nesta semana, será a vez do bairro Vila Real Santista. A ação acontece na área que engloba as ruas Pedro Bernardo da Silva, Ricardo Aparecido Pinto, Hernani Bernardes, Ana Profetisma da Silva, Sebastião Geraldo B. Carvalho e João Barreto da Silva até a avenida São Francisco de Assis.

A nebulização é realizada por agentes da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde. Eles executam a ação com auxílio de nebulizadores costais motorizados. Durante a nebulização, os agentes visitam as casas dos moradores para eliminar focos de criadouro de larvas do mosquito Aedes aegypti, causador da Dengue. Para isso, eles utilizam o nebulizador para espalhar o inseticida.

Segundo a Vigilância Sanitária, órgão da Secretaria de Saúde, o município registra, até o momento, 1.472 casos notificados de Dengue, dos quais 364 casos positivos, 479 casos negativos e 629 casos aguardam resultado. A cidade registra, até o momento, 1 caso notificado de Chikungunya, que aguarda o resultado. Neste ano, até o momento, a cidade não tem nenhum caso notificado de Zika.

A Prefeitura também tem realizado nebulização veicular, em parceria com a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), órgão do governo estadual, em diversas regiões da cidade. A ação consiste em espalhar inseticida em forma de vapor, a partir de um veículo equipado, a fim de eliminar o Aedes aegypti. Para que o inseticida tenha maior eficácia, a nebulização deve ser feita durante três dias seguidos. 

10 MINUTOS  

Durante o período de isolamento social, a população pode fazer sua parte e ajudar a Prefeitura de Hortolândia na prevenção ao mosquito Aedes aegypti. Uma atividade útil é limpar a casa e, assim, eliminar possíveis focos de criadouros de larvas do mosquito Aedes aegypti, causador de Dengue, Zika e Chikungunya. Para isso, basta fazer algumas tarefas simples, tais como manter tampados tonéis, barris e caixas d´água, colocar telas em ralos e mantê-los limpos, deixar garrafas com a boca virada para baixo e encher os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda.

Estas e outras orientações fazem parte da campanha “10 minutos contra o mosquito”, da Secretaria de Saúde. A ação explica que, em apenas 10 minutos por semana, é possível acabar com o ciclo de procriação do Aedes aegypti. A campanha ainda conta com um material informativo, que está disponível no site da Prefeitura, http://www2.hortolandia.sp.gov.br/, por meio deste LINK. De acordo com a Secretaria de Saúde, 80% dos focos de Dengue estão nas casas.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorBrasil registra 168.331 casos, 11.519 pessoas estão recuperadas e 11.519 óbitos por covid-19
Próximo artigoPrefeitura retoma análise de pedidos de alvará de construção