Segue a construção das 672 unidades habitacionais no Residencial Novo Estrela, próximo ao Jardim Boa Esperança. A obra, realizada pro meio do programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida recebe investimentos de R$ 58.128.001,46. O prazo de conclusão é de 18 meses.

O empreendimento será composto por três blocos de apartamentos, cada um com 48,82 metros quadrados. As unidades terão dois dormitórios, sala, cozinha e banheiro, além de medidores de água e  energia individualizados. Os condomínios contarão, ainda, com salão de festas, estacionamento para veículos de moradores, parquinho e portaria com guarita.

Novo Estrela

A área do antigo Jardim Estrela esteve ocupada, durante décadas, por dezenas de famílias que viviam em situação precária. O local formava um bolsão de pobreza com mais de 400 barracos, sem saneamento básico, ligações de água e luz. O terreno era particular, e com isso, não podia receber investimentos públicos. Mas a Prefeitura negociou a área, adquirindo o terreno.

A partir daí, a realidade das famílias mudou radicalmente. Todos os moradores foram removidos para casas construídas pela Prefeitura, no Jardim Primavera. Os barracos foram demolidos e, agora, este novo projeto habitacional atenderá a demanda de mais moradias populares.

Para a construção do empreendimento Novo Estrela, a Prefeitura fez a doação do terreno ao FAR (Fundo de Arrendamento Residencial), que direcionou o espaço à Caixa Econômica Federal. A Administração Municipal também licitou a obra. A empreiteira responsável pela execução dos apartamentos é a RPS Construtora.

Equipamentos públicos

A indicação do Jardim Estrela para a construção deste empreendimento segue a proposta da Prefeitura de construir moradias populares em locais acessíveis aos equipamentos urbanos, como escolas e unidades de saúde. A região conta com a USF (Unidade de Saúde da Família) Parque do Horto, localizada ao lado do terreno onde ficará a obra, e escolas públicas no Jardim Primavera, Jardim Boa Esperança e Parque do Horto.

Além disso, ao lado do canteiro de obras dos apartamentos está em construção uma nova creche, com investimentos do Pró-Infância. “Nossos projetos habitacionais priorizam as famílias instaladas em áreas de risco e ocupações. Mas não basta apenas dar moradia digna a estas pessoas. Elas precisam ter postos de saúde, escolas e comércios perto de casa. Por isso, nossos empreendimentos habitacionais estão em diversos bairros, e não apenas numa única região”, destacou o prefeito.

Artigo anteriorMeira se defende e diz que continuará no PT
Próximo artigoMacarrão na pressão com carne moída