A Prefeitura de Hortolândia atua junto a diferentes setores econômicos da cidade para manter a geração de emprego e renda desde o início da pandemia do Coronavírus. Uma das ações promovidas é a viabilização de empréstimo para empresas conseguirem manter suas atividades diante das dificuldades enfrentadas neste período. O trabalho tem dado resultado positivo e é destaque em âmbito estadual. O Sebrae Aqui (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) do município, órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, foi a unidade campeã dentre as 233 existentes no estado de São Paulo, como a que mais fez empréstimos em 2020, de acordo com dados do Sebrae-SP. No total, o órgão da Prefeitura emprestou R$ 1.683.081,68 para 116 empreendedores da cidade, ao longo do último ano. O posto do Sebrae Aqui de Hortolândia fica dentro do HORTOFÁCIL (foto).

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, em virtude do caráter excepcional da pandemia, os recursos emprestados puderam ser utilizados pelos empreendedores para o pagamento de despesas, tais como aluguel de imóvel, consumo de energia elétrica, água, gás, telefonia e internet, e pagamento de salários de funcionários. 

A Prefeitura de Hortolândia também tem viabilizado o empréstimo de recursos financeiros para quem tem um negócio na cidade por meio do Banco do Povo. Desde o início da pandemia, o órgão, também vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, efetuou um total de empréstimos de R$ 3.106.787,70 para 126 empreendedores e empresários do município.

Além de viabilizar empréstimos, a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet, ressalta que a Prefeitura ofereceu atividades e cursos para capacitar os empreendedores sobre como utilizar da melhor maneira os recursos obtidos por meio dos empréstimos. “Qualificação empreendedora em gestão e acesso ao crédito são fundamentais neste momento de grande dificuldade pelo qual passam os micro e pequenos empresários da cidade. A missão da Prefeitura é fazer chegar este socorro ao maior número de empreendedores que conseguirmos. O resultado disso são os mais de R$ 4,5 milhões injetados na economia local por meio dos empréstimos. As parcerias da Prefeitura com o SEBRAE e o banco estadual Desenvolve SP foram de grande importância e garantiram cursos para que os empreendedores compreendessem como utilizar bem o crédito, como inovar na crise e como organizar a gestão financeira das suas empresas. Estas ações permitiram que muitas empresas permanecessem abertas, mantendo os empregos de seus funcionários durante a pandemia”, ressalta Monique.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia