Connect with us

Nossa Cidade

Saiba o que descartar nos caminhões “Cata-Bagulho”

Publicado

em

Veículos fazem parte dos Mutirões contra Dengue, que acontecem nos finais de semana para recolher objetos que podem acumular água

Os caminhões da operação “Cata-Bagulho” que reforçam durante os finais de semana os Mutirões da Dengue recolhem das casas todo tipo de objeto que pode servir de criadouro ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Neles, a população pode descartar gratuitamente caixas de isopor, pneus, brinquedos quebrados, latas, baldes, garrafas, vasos sanitários quebrados e outros objetos que possam acumular água nos quintais.

 “O objetivo da operação ‘Cata-Bagulho’ é recolher e eliminar, exclusivamente, possíveis criadouros do mosquito da Dengue. Para não descartar incorretamente outros objetos, a população pode levá-los aos PEVs”, orienta a gerente do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), Diana Shirley Valério, referindo-se aos Pontos de Entrega Voluntária, espaços da Prefeitura onde é possível descartar resíduos da construção civil, materiais descartáveis, entre outros.

Neste final de semana, a operação também faz parte do Mutirão da Dengue. No sábado (18/04), das 8h às 17h, quem recebe a ação são os bairros São Sebastião, Adventista Campineiro e Jd. das Figueiras. Já no domingo (19/04), a vistoria dos agentes de saúde acontece no Novo Cambuí, das 8h às 12h.

PEV

A opção para quem deseja se desfazer, correta e gratuitamente, de materiais que não oferecem riscos à proliferação do mosquito está próxima e disponível para os moradores diariamente. Sofás, camas, guarda-roupas, madeira, entulho, ferrosos e demais objetos podem ser entregues em qualquer um dos quatro PEVs (Pontos de Entrega Voluntária) já instalados na cidade.

Os PEVs são espaços fechados e seguros, com portaria, zeladoria, paisagismo e manutenção diária onde a população pode descartar, correta e gratuitamente, entulhos de construção, isopor, plástico PET, eletroeletrônicos, sofás, colchões velhos e outros materiais recicláveis. No local, é proibido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e os provenientes de serviços de saúde.

Cada morador pode descartar, por mês, até 1m³ de entulho no PEV, o equivalente ao volume de uma caixa d’água de mil litros.

Ao todo, existem quatro PEVs em funcionamento em Hortolândia. Os espaços estão localizados no Jd. Nossa Senhora Auxiliadora, no Jd. Adelaide, no Parque Gabriel e no Jd. Interlagos (confira abaixo os endereço de cada PEV).

Neste ano, Hortolândia ganhará mais duas unidades do PEV: um no Jd. Vila Real, com previsão de inauguração em maio, e outro no Jd. Amanda.

 Os PEVs funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. Aos finais de semana e feriados, o espaço abre das 8h às 18h.

Endereço dos PEVs:

•PEV Auxiliadora

Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

•PEV Adelaide

Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

•PEV Parque Gabriel

Avenida Joaquim Martarolli, 2005

•PEV Interlagos

Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

•PEV Vila Real (inauguração prevista para maio)

Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

Nossa Cidade

Consulta pública para apresentação de propostas para Conferência da Igualdade Racial é prorrogada até o dia 24

Publicado

em

Interessados devem preencher formulário on-line, que se encontra no Portal da Prefeitura, ou impresso disponível no Departamento de Direitos Humanos

A Prefeitura de Hortolândia prorrogou para segunda-feira (24/01) o prazo para inscrições da consulta popular para apresentação de propostas para a V Conferência Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. Antes, este prazo se encerraria nesta sexta-feira (21/01). Por conta do aumento do número de casos de influenza e da Covid-19, a comissão organizadora mudou a dinâmica da conferência que passará a ser online, com abertura prevista para a próxima sexta-feira (28/01), a partir das 19h, e poderá ser acompanhado pelo canal da Secretaria da Cultura pelo Youtube.

No sábado (29/01), os trabalhos seguem online, a partir das 9h e para participar é necessário se inscrever no link pela plataforma https://docs.google.com/forms/d/1uLuCBMbQ_uF9wTREkM0gPLOcHxx8j5zW6F7-IycL0SI/edit

De acordo com informações do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, Setor de Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial, os interessados em participar da consulta pública devem preencher formulário on-line que se encontra no Portal da Prefeitura – www.hortolandia.sp.gov.br – ou em formato impresso no Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, localizado na rua João Blumer, 289, no Remanso Campineiro.

“O prazo foi prorrogado, o que aumenta as chances das pessoas interessadas de participar. Como etapa preparatória à V Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR), estas propostas visam ampliar a participação popular nas demandas da Promoção de Igualdade Racial”, explicou a gerente do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, Cícera Abreu.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia destaca combate à intolerância religiosa

Publicado

em

O dia 21 de janeiro significa um marco na luta ao respeito da diversidade religiosa

A Secretaria Municipal de Governo, por meio do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, destacará nos dias 28 e 29 de janeiro, durante a 5ª Conferência Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, a discussão sobre o combate à intolerância religiosa.

No dia 28, o evento será transmitido pelo canal do Youtube da Secretaria de Cultura, a partir das 19h. No dia 29, a Conferência será virtual para os credenciados. Para se inscrever basta acessar a plataforma https://docs.google.com/forms/d/1uLuCBMbQ_uF9wTREkM0gPLOcHxx8j5zW6F7-IycL0SI/edit


“Neste ano levaremos a discussão sobre o desenvolvimento de políticas públicas contra à intolerância religiosa durante os trabalhos da Conferência. Por isso é importante que as pessoas se inscrevam e participem deste momento importante e democrático”, destacou o diretor de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, Fabiano Cavalcante.

DIA NACIONAL

O Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, celebrado em 21 de janeiro, foi instituído no ano de 2007 pela Lei nº 11.635 em homenagem à Mãe Gilda Iyalorixá, que foi vítima de intolerância religiosa em outubro de 1999, quando teve seu templo invadido, depredado e o seu marido agredido por fundamentalistas religiosos. Não superando o trauma dos ataques, veio a falecer em janeiro do ano seguinte, após um infarto.


O dia 21 de janeiro significa um marco na luta ao respeito da diversidade religiosa. Embora o preconceito e a intolerância religiosa sejam considerados crimes no Brasil, as ocorrências aumentaram de forma substancial nos últimos anos. Um levantamento realizado pelo Ministério dos Direitos Humanos mostra que no período de janeiro de 2015 ao primeiro semestre de 2017 houve uma denúncia a cada 15 horas.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura realiza vacinação de 1ª, 2ª e 3ª doses contra a COVID-19, sem agendamento, neste sábado (22/01)

Publicado

em

A vacinação acontecerá, das 8h às 15h30, na UBS Santa Clara 

Você quer que sua família, parentes e amigos fiquem protegidos contra a COVID-19 e as novas variantes do Coronavírus que estão surgindo? Então, seja uma pessoa responsável e complete sua imunização. A Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação de 1ª, 2ª e 3ª doses, neste sábado (22/01), das 8h às 15h30, na UBS (Unidade Básica de Saúde) Santa Clara, localizada na avenida dos Estudantes, 415. Quem for receber a 3ª dose não precisará fazer agendamento neste sábado. Em cada sábado deste mês a Prefeitura fará a vacinação em uma região diferente da cidade.

INTERVALO

A Secretaria de Saúde salienta que o intervalo da 1ª para a 2ª dose para quem recebeu a Coronavac é de 28 dias. Quem recebeu a AstraZeneca, o intervalo é de 8 semanas. Já para quem foi imunizado com a Pfizer, o intervalo da 1ª para a 2ª dose é de 21 dias para adultos e de 8 semanas para adolescentes. Para quem recebeu a 1ª dose da Janssen, o intervalo para a 2ª dose é de 2 meses. Já o intervalo da 2ª para 3ª dose é de 4 meses. Quem é imunossuprimido, o intervalo da 2ª para a 3ª dose é de 28 dias.

Quem for receber a 1ª dose tem que apresentar Carteira de Identidade (RG) ou algum documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e comprovante de endereço.

Já para quem for receber a 2ª ou a 3ª doses, é necessário levar o comprovante de vacinação, Carteira de Identidade (RG) ou algum outro documento com foto e CPF. Os adolescentes podem receber a 2ª dose desacompanhados de pai, mãe ou responsável.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Amazon

Populares