Nossa Cidade

Prefeitura mantém vacina de prevenção à H1N1 para grupos de risco, até dia 14

vacinação contra h1n1 hortolandia

Em todas as unidades de Saúde, das 8 às 17h, gestantes, pessoas com doenças crônicas e crianças com menos de dois anos, e idosos com mais de 60 anos encontram a vacina contra a gripe

A Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Saúde- Atenção Básica e Especializada, informou que manterá até a próxima sexta-feira, dia 14, a aplicação de vacina de prevenção à H1N1 para os grupos de risco, em todas as unidades de saúde. De acordo com dados da Secretaria de Saúde, já foram vacinados 85,56% da população que faz parte do grupo de risco. A vacina pode ser aplicada em crianças de seis meses a dois anos que estão com a caderneta em atraso. Crianças fora desta faixa etária só poderão ser imunizadas se forem portadoras de doenças crônicas e tiverem indicação médica.

Gestante e idosos com mais de 60 anos podem procurar um posto de vacinação das 8h às 17h.

O período de transmissão ocorre durante as estações outono- inverno, que tem duração até 22 de setembro. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde- Atenção Básica e Especializada, apresenta medidas preventivas à doença. “Higienização das mãos, cobrir a boca e o nariz ao espirrar, evitar locais com aglomeração de pessoas são alguns cuidados básicos que a população deve evitar no período de inverno, destacou a diretora do Departamento de Saúde Coletiva, Cilene Aparecida de Oliveira Mantuan.

Cilene completou, dizendo que a Prefeitura já atingiu a meta de vacinação para o calendário deste ano, que era de 80% dentro do grupo. “Em razão dos casos positivos no município é importante que o idoso e a gestante procurem um posto para se vacinar, porque, juntamente com a criança, são os mais vulneráveis pela baixa resistência orgânica”, alerta Cilene.

No caso da gestante, a imunização é duplamente importante, analisa o secretário de Saúde- Atenção Básica e Especilizada, Lourenço Daniel Zanardi. “Vale tanto para a mãe quanto para o bebê até os seis meses de idade. A partir dos sete meses, o organismo do bebê começa a usar o seu próprio sistema imunológico para enfrentar as doenças”, ensina.

A Prefeitura recebeu da Secretaria Estadual de Saúde, uma cartilha de manejo clínico para atualização dos médicos que realizam o atendimento na rede municipal de saúde e funcionários da Vigilância Epidemiológica . A cartilha apresenta orientações da maneira de tratar os suspeitos e atualiza as prevenções.

Atualmente, circulam no município três tipos de vírus que causam gripe: o H1N1 (o da Gripe Suína), o H3N2 (uma mutação do H1N1) e o sazonal (o da gripe habitual, que passa por frequentes mutações). Hortolândia registra 35 casos notificados, cinco confirmados, 15 casos negativos e 15 aguardam o resultado.

SINTOMAS E CUIDADOS

Febre, tosse, dor de garganta (acompanhada ou não de dor de cabeça), dor muscular ou nas articulações. Se a pessoa apresenta algum destes sintomas deve procurar uma unidade de saúde, pois pode estar com Gripe Suína.

1. Lavar frequentemente as mãos com água e sabão, sobretudo depois de tossir ou espirrar;
2. Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, de preferência descartável;
3. Não compartilhar alimentos, copos, toalhas ou objetos de uso pessoal e, se possível, evitar tocar olhos, nariz ou boca de outras pessoas;
4. Evitar o contato direto com pessoas suspeitas de gripe que estejam em condição de isolamento, sob cuidados médicos;
5. Não usar medicamentos sem orientação médica, pois a automedicação pode ser prejudicial à saúde;
6. Se possível, evitar locais fechados, com aglomeração de pessoas.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98