Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura leva coleta seletiva domiciliar a mais sete bairros na terça

Publicado

em

 

Quem mora nos jardins Adelaide,Terras de Santo Antonio, Paulistinha e Lírio, bem como na Vila Ipê, na região do Jd. Rosolen, passará a contar com coleta seletiva domiciliar de materiais recicláveis, disponibilizada pela Prefeitura, a partir desta terça-feira (24/07). Nestes bairros, o caminhão da Horto Ambiental passará a circular sempre no período da manhã, uma vez que, no período da tarde, também às terças-feiras, a equipe especializada estará no Jd. Santa Esmeralda e no Chácaras Assay. 

Esta é a terceira etapa do projeto de ampliação do serviço disponibilizado pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Na primeira etapa, iniciada no dia 11 deste mês, três bairros foram contemplados: Jd. Novo Cambuí, Jd. das Figueiras e Jd. São Sebastião, onde a coleta é realizada às quartas-feiras, à tarde. Pela manhã, no mesmo dia, ela acontece no Pq. Ortolândia e no Jd. Firenze, onde foi realizado o projeto-piloto de coleta domiciliar. Na segunda etapa, que começou na quinta-feira passada (19/07), três localidades foram beneficiadas: Jd. Rosolen e Jd. Santa Izabel (à tarde) e Jd. Sumarezinho (pela manhã).

Em breve, 27 bairros de Hortolândia passarão a contar com coleta seletiva de recicláveis porta a porta, graças ao projeto de expansão (veja lista abaixo). Isso significa que o número de famílias atendidas saltará de cerca de três mil para 20 mil, contemplando aproximadamente 20% dos 114 bairros do município.

Para a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a coleta seletiva representa um avanço na cidade, trazendo benefícios muito além da área ambiental. “A importância da separação dos resíduos vai desde a geração de emprego e renda aos impactos ao meio ambiente, à economia aos cofres públicos, à limpeza da cidade e à qualidade de vida, considerando que o acúmulo de resíduos descartados de forma incorreta atrai insetos e consequentemente doenças”, avalia a secretária-adjunta de Meio Ambiente, Eliane Nascimento.

Divulgação da coleta seletiva continua

Para preparar a comunidade para a expansão do serviço, a Prefeitura realiza ação de educação ambiental nos bairros que serão beneficiados pela ampliação. Até esta terça-feira (24/07), ele acontece na área beneficiada pela terceira etapa de expansão: Jd. Adelaide, Terras de Santo Antônio, Jd. Lírio, Jd. Paulistinha, Vila Ipê, Jd. Santa Esmeralda e Chácaras Assay. 

O panfleto distribuído explica o que é a coleta seletiva e orienta sobre o que fazer para descartar corretamente os materiais recicláveis (veja abaixo o que descartar).

Participar e contribuir com o meio ambiente é muito fácil. Basta separar os itens reaproveitáveis do lixo orgânico comum. Antes de descartá-los, é preciso lavar embalagens, eliminando restos de produtos, e embrulhar vidros quebrados e objetos pontiagudos para evitar acidentes com os catadores. Na coleta seletiva, são recolhidos materiais metálicos, plásticos, vidros e papel/papelão. Todos estes itens podem ser reunidos num mesmo saco plástico ou caixa para coleta.

Agenda Verde

A coleta seletiva integra o programa Agenda Verde – Mutirão de Limpeza e Zeladoria, criado pela Administração Municipal para envolver a população na tarefa de fazer o descarte correto de lixo e manter a cidade limpa. A ação promove palestras de conscientização ambiental e plantio de árvores. Além disso, recolheu desde sua implantação, em março do ano passado, a maio deste ano, aproximadamente 14 mil toneladas de entulho e resíduos inservíveis, descartados pelas ruas de Hortolândia.

A coleta seletiva acontece de dois modos: de maneira voluntária e feita porta a porta. Para a coleta seletiva voluntária a Prefeitura disponibiliza nos bairros dois tipos de equipamentos: os PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulhos e outros recicláveis) e os LEVs (Locais de Entrega Voluntária de Recicláveis). Existem ao todo 18 equipamentos já implantados, de modo permanente – sete PEVs e 11 LEVs.

Confira os novos bairros que receberão a coleta seletiva, porta a porta:

11/07, quarta-feira –  Jd. Novo Cambuí, Jd. das Figueiras e Jd. São Sebastião

19/07, quinta-feira –  Jd. Rosolen, Jd. Santa Izabel e Jd. Sumarezinho

24/07, terça-feira – Jd. Adelaide, Terras de Sto. Antonio, Jd. Lírio, Jd. Paulistinha, Vila Ipê, Sta. Esmeralda e Chácaras Assay

30/07, segunda-feira – Jd. N. Sra de Fátima, Jd. Ricardo, Jd. N. Sra de Lourdes, Chácaras Fazenda do Coelho, Jd. São Benedito, Jd. Viagem, Jd. Sto. Antônio, Jd. N. Sra. da Penha, Jd. Sta. Cândida

10/08, sexta-feira – Pq. Gabriel, Pq. São Miguel, Remanso Campineiro

 

Veja que material separar para a Prefeitura recolher:

Papel/papelão – jornais, revistas, cadernos, embalagens longa vida, caixas de papelão, cartazes, dentre outros.

Vidro – Garrafas, copos, vidros de conserva, potes e embalagens.

Plástico – Canos e tubos, baldes, garrafas plásticas (PET), sacolas plásticas, brinquedos, embalagens de produto de limpeza e de higiene pessoal.

Metal – Tampas de garrafas, latas de alumínio, panelas, talheres, materiais de ferro, alumínio, cobre e outros metais.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia entrega ampliação do Parque Lago da Fé

Publicado

em

No aniversário de 31 anos de Hortolândia, é inaugurado o maior parque socioambiental do município com quadras esportivas, pista de caminhada, ciclovia e academia ao ar livreHortolândia completou ontem 31 anos de emancipação político-administrativa nesta quinta-feira (19/05) e, para celebrar a data, a Prefeitura entregou oficialmente para a comunidade hortolandense a ampliação do Parque Socioambiental Lago da Fé. Localizado na avenida Joaquim Martarolli, região do Parque Gabriel, o parque se tornou a maior área de lazer e esportes do município.

Durante a atividade de inauguração, que contou com a presença de aproximadamente 3 mil pessoas, o prefeito José Nazareno Zezé Gomes anunciou que o espaço homenageará o ex-prefeito Angelo Perugini, vítima de Covid-19 em 2021. “Esse parque foi idealizado pelo amigo e saudoso prefeito Perugini. Era um sonho e que, com muitas mãos e gestão pública, o sonho saiu do papel e se tornou realidade. Hoje entregamos para a nossa população o maior parque socioambiental da nossa cidade e, nada mais justo, que homenagear uma pessoa que tanto trabalhou e lutou pela nossa cidade. Vamos encaminhar um projeto de Lei para a Câmara Municipal, ratificando essa denominação e, entregaremos também, uma escultura do Perugini para que a memória permaneça sempre presente”, destacou o prefeito Zezé Gomes.

O prefeito hortolandense afirmou que o município vive um grande período de transformações e a entrega da ampliação do Parque Lago da Fé se torna um marco na história do município em relação à conquista de mais qualidade de vida. “Sabe aquela história: quem te viu, não acredita no que vê hoje? No passado, na região do Parque Lago da Fé, só havia mato para todo lado. O projeto de Cidade Sustentável e Inteligente, preparada para o futuro, tão bem elaborado pelo Perugini, transformou toda essa grande região.

Implantamos as lagoas de contenção de enchentes, urbanizamos, criamos pista de caminhada, ciclovia, parque infantil, academia ao ar livre e quadras esportivas”, afirmou o prefeito.

A festa de inauguração no Parque Lago da Fé começou às 8h com aula de ginástica chinesa (Lian Gong). Houve apresentação do Quinteto Cultura, trazendo clássicos da Música Popular Brasileira e da recreacionista Naná, desenvolvendo uma série de dinâmicas no palco e interagindo com o público presente. A atividade contou ainda com o show do músico Diego Figueiredo, que recentemente esteve no município realizando dueto com o cantor Toquinho. A festa foi encerrada pelos professores da Academia Malibu, colocando as pessoas para dançar ao ritmo da zumba.

Nas quadras esportivas, a Secretaria Municipal de Esportes mobilizou professores de tênis, futebol society, futsal, vôlei de areia, basquete e de ginástica. Crianças e jovens compareceram em grande número e os jogos transcorreram ao longo do dia e início da noite, propiciada pela iluminação em Led em todas as dependências do parque. Durante todo o evento, os empreendedores da Feira da Economia Solidária estiveram presentes com suas barracas de alimentação, artesanato e produtos diversos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia recebe peça peça teatral infantil sobre meio ambiente

Publicado

em

Espetáculo “Viva a natureza” terá sessões gratuitas nesta segunda e terça-feira (23 e 24/05)

Quer ensinar as crianças sobre a importância de preservar o meio ambiente de um jeito divertido? A dica é levá-las para assistir a peça teatral “Viva a natureza”, que será apresentada nesta segunda e terça-feira (23 e 24/05), aberta para a população. O espetáculo terá sessões gratuitas às 10h, 14h e 16h, na segunda, e às 10h e 14h, na terça. O espetáculo será encenado no anfiteatro da EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Salvador Zacharias Pereira Junior, que fica na rua Adail Alves Silva, 525, Jardim Novo Ângulo. O espetáculo foi contemplados pelo ProAC (Programa de Ação Cultural) do governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Hortolândia, com patrocínio da empresa Patrus Transporte e produção da empresa Sancell.

A peça conta a história de duas crianças que descobrem que o sítio do avô, onde elas brincam, está tomado pelo lixo. Elas decidem então salvar o local. Mas, elas vão enfrentar um terrível inimigo, chamado Desperdício. O vilão vai usar os poderes do mal para enfeitiçar e encolher as duas crianças. Para conseguir vencer essa batalha, as crianças vão contar com três aliados da natureza, que são a Dona Borboleta, a Sra. Abelhinha e o Dr. Vagalume.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

AMAAH-SP realiza 1º Cine Azul

Publicado

em

Ontem, 22/05/2022, foi realizado o 1º Cine Azul AMAAH-SP, evento dedicado aos familiares e autistas atendidos junto à Associação de Mães e Amigos do Autista de Hortolândia – SP, em parceria com o Cinesystem – Shopping Hortolândia. Participaram 86 pessoas, entre familiares e autistas. A sessão de cinema foi totalmente adaptada, som e luz ficaram em 50%, trazendo mais conforto sensorial aos presentes.

O filme escolhido foi Ron Bugado™, que aborda temáticas similares às que os familiares  de pessoas com autismo vivem junto aos seus filhos nos mais diversos contextos,  como por exemplo: aceitação aos grupos e pares, estabelecimento de vínculo de amizade, expectativas e frustrações.

Segundo as famílias que participaram, foi um momento muito agradável, pois algumas nunca tinham ido ao cinema, dadas as características particulares de seus filhos e filhas.  Devido ao som e luminosidade, muitos autistas não têm tolerância e acabam não conseguindo assistir os filmes e até mesmo permanecer na sala, por exemplo, desse modo, muitas famílias se sentem julgadas com as crises desencadeadas nesse ambiente.

“Foi ótimo, um momento muito especial para nós, pude sentir que por mais que houvesse dificuldades com nossos filhos, todos são capazes de entender a situação, e não apenas olhar e julgar”, disse Bruna Piva, que estava acompanhada da filha Laura que está dentro do espectro.

“Apesar de não termos uma sede, estamos realizando atividades e encontros com nossas famílias, e tem sido muito bom. Vemos a necessidade de eles estarem juntos. Por isso, a busca por um local para que possamos ampliar as nossas ações. ” Relata Priscila Silvana, diretora-presidente da AMAAH-SP.

Ações como essa reforçam a necessidade de busca constante por ações inclusivas em todos os setores, que atendam sobretudo esse público, com um olhar diferenciado, compreensão e respeito!

Para maiores informações, entre em contato através do número (19) 99346576

Continue Lendo

Populares