Para quem está a fim de conferir atividades culturais em casa, a Prefeitura de Hortolândia exibirá três projetos online, neste fim de semana. As exibições serão no canal do YouTube da Secretaria de Cultura (CLIQUE AQUI). Os projetos foram contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, grupos, empresas e profissionais dos setores artístico-culturais do município cujas atividades foram afetadas pela pandemia do Coronavírus. 

O primeiro projeto é o workshop de amarrações afro, que será exibido neste sábado (26/06), às 19h. O público aprenderá a fazer uma amarração afro com tecido para ser utilizado como vestimenta. Esta técnica é oriunda do continente africano. O workshop ensinará três tipos de amarração. A atividade será ministrada por Eliana Alves, responsável pela produção da grife Criolê, da associação Ponto de Cultura Caminhos.

A cultura negra também é o destaque no workshop de dança afro tribal e contemporânea, que será exibido neste domingo (27/06), às 16h. Na atividade serão ensinadas noções básicas da modalidade de dança. O workshop será ministrado por Felipe Alves, professor e integrante do grupo de dança e percussão afro contemporânea Ojú Obá, da associação Ponto de Cultura Caminhos.

Já para quem gosta de música brasileira, a dica é conferir o projeto “Lugar de música é na rua” (foto), que será exibido neste domingo (27/06), às 14h. O projeto consiste de oito clipes gravados pelos músicos Marcos de Lazzari (violino) e Rennan Lindemute (violoncelo). As gravações foram feitas em diferentes locais da cidade, como Lago da Fé e os parques socioambientais Chico Mendes e Renato Dobelin. De acordo com o músico Marcos de Lazzari, inicialmente a ideia era realizar apresentações musicais em locais públicos. No entanto, com o agravamento da pandemia, o projeto teve quer ser alterado para o formato online. Nos clipes, os músicos tocam versões instrumentais de músicas de gêneros variados da música brasileira, como “Rosa”, de Pixinguinha, “Luiza”, de Tom Jobim, e “Confidências”, de Ernesto Nazareth.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorLimpeza de área marca início de construção do maior complexo viário em Hortolândia
Próximo artigoBOSCH Campinas divulga 25 vagas de emprego