Nossa Cidade

Prefeitura entrega certificado a 150 alunos da EJA

Cerimônias de formatura terminam nesta sexta-feira (05/07) na Emef CAIC

Formatura EJA Hortolândia 2013

“A educação forma o cidadão e colabora para sermos adultos felizes. É um orgulho ver que jovens e adultos inseridos no mundo do trabalho, mesmo após uma rotina árdua, ainda encontram disposição para pensar, aprender e produzir conhecimento.” A declaração da secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira, marcou o fim do ciclo de cerimônias de formatura de jovens e adultos, moradores de Hortolândia, que cursaram EJA (Educação de Jovens e Adultos), em cinco escolas municipais que atendem alunos desta modalidade de ensino no município.

As formaturas se encerraram nesta sexta-feira (05/07), com a entrega dos certificados de conclusão do Ensino Fundamental aos estudantes da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Jd. Amanda I (CAIC). Em 2013, a EJA atende aproximadamente 800 alunos na rede municipal.

A EJA é uma modalidade da educação básica destinada aos jovens e adultos que não tiveram acesso ou não concluíram os estudos no ensino fundamental. O curso tem duração de quatro semestres para cada segmento, o primeiro da 1ª a 4ª série, e o segundo da 5ª a 8ª série.

O objetivo do programa é ampliar as possibilidades de acesso ao mercado de trabalho e garantir formação educacional a jovens e adultos que não tiveram a oportunidade de frequentar o ensino básico na época prevista.

Conquista e emoção

“Cada um que está aqui tem uma história de vida. Às vezes, é preciso vencer o cansaço para chegar nesta noite. É um jornada tripla: escola, casa e trabalho”, destaca a secretária Cleudice Baldo Meira. “Venceram mais desafio na vida. O recado que deixo é perseverança”, destaca Kelly Harumi Lírio Tamashiro, diretora de Ensino Fundamental. “Esse saber nos empodera, nos torna mais fortes, nos faz ter mais clareza com relação ao mundo e nos dá mais possibilidades de intervir sobre o mundo para fazê-lo melhor. Continuem a caminhada”, aconselha Kelly.

Na Emef Marleciene Priscila Presta Bonfim, no Remanso Campineiro, Erica Bragantini, oradora da turma, estava entusiasmada. Em sua fala, homenageou todos os professores da escola, destacando os detalhes de cada um, tanto da personalidade quanto da prática docente. “Hoje é um dia de vitória porque conseguimos realizar mais sonho em nossas vidas, agora é continuar”, afirmou. Dedicado, Antonio Timoteo, o marido da formanda Maria do Socorro Timoteo, disse que acompanhou por dois anos os estudos da esposa para motivá-la. “Era o sonho dela terminar a 8ª série e incentivei levando e buscando na escola”, disse.

“É uma realização a formatura. Sempre gostei de estudar e com essa oportunidade pude realizar mais uma conquista em minha vida”, revela a costureira Juanice Alexandrino, de 51 anos, estudante da Emef Caio Fernando Gomes Pereira, no Jd. Nova Hortolândia.

“Trabalho em casa, voltei a estudar por necessidade, quero arrumar um bom emprego”, revelou Valdirene Vieira da Conceição Souza, de 32 anos, casada, mãe de três filhos, aluna da Emef Boa Esperança. Silvia Helena Cintra, de 43 anos, casada, mãe de duas filhas, diz que voltou a estudar para conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho. Ela, que parou quando teve a segunda filha, voltou depois de cinco anos para concluir a 8ª série e não pretende parar mais. “Estar na escola também contribui para elevar a autoestima. A formatura foi emocionante”, diz.

Para a professora Maria Elaine Lazarini Parpinelli, da Emef Caio Fernando, os formandos deram um testemunho de compromisso, garra, determinação e coragem. “Parabéns pelos desafios superados”

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98