Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura e jogador Gustavo Scarpa assinam termo de doação para construir pista de skate em Hortolândia

Publicado

em

Espaço esportivo será implantado em área cedida pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, na região do Jd. Rosolém

O prefeito José Nazareno Zezé Gomes e o jogador de futebol Gustavo Scarpa, campineiro de nascimento radicado em Hortolândia, firmaram, na tarde desta quinta-feira (04/08), termo de doação para a construção, na cidade, de uma pista para esportes radicais (skate, patins e bike) de padrão internacional. O espaço será construído em uma área ao lado da Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Josias da Silva Macedo, com cerca de 3 mil metros quadrados, localizada dentro do Parque Socioambiental “Irmã Dorothy Stang”, na região do Rosolém, que será cedida pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. 

O documento, fruto de chamamento público, estabelece que caberá à Prefeitura destinar a área para a construção do complexo esportivo, supervisionar a realização da obra, responsabilizar-se pela manutenção e conservação dos bens e desenvolver atividades pedagógicas, como aulas de educação física no local. Caberá ao jogador, que atualmente defende as cores do Palmeiras, por meio da fundação que leva seu nome, se responsabilizar tanto pela execução da obra, com início máximo em até 60 dias a partir da assinatura do termo, mantendo, posteriormente, o local onde serão instalados os equipamentos em perfeitas condições de uso e acesso.

De acordo com a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, o projeto prevê a implantação de complexo esportivo com 2.939 metros quadrados, com três espaços para a prática do esporte (“park area” com 485 m2, “street area” com 1804m2, “solo area” com 254m2) e arquibancada, ao lado da praça de alimentação já existente no local. O projeto arquitetônico do complexo foi elaborado pelo Departamento de Projetos e Orçamentação da Secretaria de Obras.

“Pensamos numa pista que possa comportar diferentes públicos do skat. Um verdadeiro parque que possa comportar vários circuitos”, explicou o esportista, durante visita ao local, em julho de 2021 na companhia do prefeito. A ideia da Secretaria de Educação é utilizar o espaço tanto para a prática de educação física, no ensino regular, quanto para o aprendizado desses esportes radicais, nas estações de vivência da educação integral, ministradas na Emeb Josias.

“Com essa parceria, poderemos disponibilizar essa área para a construção de um complexo que vai envolver, não só uma pista de skate, mas também toda uma estrutura lúdica pra gente promover estações de vivências. A própria LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) preconiza que a gente possa diversificar as ações lúdicas para o aperfeiçoamento e a formação dos nossos alunos. Então, esse projeto com o Instituto Scarpa está perto do ambiente escolar, de uma área verde, pra gente fazer essa sinergia entre educação ambiental e espaço lúdico. Uma pista de skate com um ambiente educativo é preponderante para fortalecer os eixos da educação municipal hortolandense”, afirma o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes.

“É uma parceria super importante que, com certeza, mexe com a educação do nosso município e com o esporte. É um projeto que vem ao encontro daquilo que o governo já está fazendo, de promover e incentivar a prática esportiva desde a infância. Este é um projeto muito grande, com uma importante parceria”, afirma Zezé Gomes.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Banco do Povo em Hortolândia ultrapassa marca de R$ 1 milhão em empréstimos para empreendedores

Publicado

em

Órgão vinculado à Prefeitura atingiu o montante expressivo em julho deste ano

Hortolândia segue firme na retomada econômica pós-pandemia. Um dado positivo que mostra esse fato é o valor de empréstimos feitos pelo Banco do Povo, órgão vinculado à Prefeitura. Em julho deste ano, o banco fez um total de R$ 1.032.246,39 em empréstimos para empreendedores e empresas do município. Esse é o maior valor registrado neste ano (confira a tabela abaixo). Nos três primeiros meses deste ano, o órgão já havia atingido a expressiva marca de mais de R$ 1,8 milhão em empréstimos. De janeiro a julho deste ano, o banco já fez um total de mais de R$ 4 milhões em empréstimos. 

De acordo com a coordenadora do órgão, Alessandra Ramos, esse valor alcançado em julho deste ano é resultado do trabalho de divulgação do banco feito pela Prefeitura por meio do programa “Agentes de Desenvolvimento Local”, criado pela Prefeitura, em 2021.

O projeto visita lojas de diferentes regiões da cidade. O objetivo é fomentar o comércio local, mapear e levantar a quantidade de estabelecimentos comerciais no município, aproximar a Prefeitura dos empreendedores e acolher suas demandas. A partir da coleta de dados feita nas visitas junto aos lojistas, a Prefeitura definirá e traçará estratégias e ações específicas para cada região da cidade. 

Nas visitas, os agentes também explicam que a Prefeitura tem cinco órgãos de fomento e apoio ao empreendedorismo e ao trabalhador, que são os seguintes: Banco do Povo, Casa do Empreendedor, PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) Aqui, que ficam dentro do HORTOFÁCIL, e Centro Afroempresarial, que fica dentro do Shopping Hortolândia.

A coordenadora Alessandra Ramos ressalta que muita gente não conhece o Banco do Povo. “Muitos lojistas e empreendedores ainda não sabiam da existência do órgão e dos serviços oferecidos pelo banco quando receberam a visita dos agentes. Por isso, esse trabalho de divulgação foi de importância fundamental para o banco ter alcançado esse valor expressivo de empréstimos em julho deste ano. Cerca de 50% dos contratos foram feitos por empreendedores visitados pelos agentes”, destaca Alessandra. Ainda de acordo com a coordenadora, a maioria dos empreendedores que fizeram empréstimo atuam em comércio de roupas, mercearias e adegas. 

O secretário de Desnevolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, João Pereira da Silva, destaca que o total de empréstimos feitos pelo banco em julho deste ano é um indicativo que o município está em processo de retomada econômica. 

“Esse número de mais de R$ 1 milhão em empréstimos registrado pelo Banco do Povo é um sinal alentador de que, aos poucos, os comerciantes e os empreendedores estão conseguindo retomar suas atividades econômicas. Isso é de extrema importância para o município, pois impulsiona a geração de emprego e renda para a população e conribui para ampliar a arrecadação da cidade. Além do trabalho feito pelo banco, a Prefeitura tem investido forte em obras da infraestrutura viária do município. Esses investimentos são necessários e ajudam a atrair mais empresas, fortalecendo cada vez mais a economia da cidade”, salienta o secretário João Pereira da Silva.  

BANCO DO POVO

O Banco do Povo é um órgão do governo do Estado que atua em parceria com as prefeituras. O banco oferece linhas de créditos para microempreendedores individuais (MEIs), microempresas limitadas (MEs Ltdas.) e empresas individuais de responsabilidade limitada (EIRELIs). 

Os valores dos empréstimos variam de R$ 200,00 a R$ 21.000,00, com juros de 0,35% ao mês e mais taxa de 1% de sustentabilidade do fundo do banco. Os créditos devem ser utilizados somente para ações relacionadas com capital de giro e investimento fixo do negócio ou da empresa, tais como aquisição de equipamentos, mercadorias, matérias primas, veículos, entre outras ações. De acordo com a coordenadora do banco, 80% dos empreendedores da cidade atendidos são MEIs. 

Para obter linha de crédito oferecida pelo banco, o empreendedor deve estar com a situação regularizada no Serasa (Centralização de Serviços dos Bancos), SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e Cadin (Cadastro Informativo de Créditos Não Quitados) estadual e federal e apresentar uma série de documentos. Além disso, o empreendedor deve ser residente ou ter negócio ou empresa constituída na cidade. A solicitação de crédito está sujeita à análise. 

O banco foi implantado em Hortolândia em 2004. Atualmente, o órgão fica dentro do HORTOFÁCIL, localizado na rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para mais informações e orientações, os empreendedores podem entrar em contato com o banco pelo telefone (19) 3965-1439, ramais 8915 ou 8920, ou pelo e-mail [email protected].

 Contratos novosContratos de renegociaçãoTotal de contratosValor emprestado
Janeiro22224R$ 452.911,46
Fevereiro26430R$ 566.574,86
Março37138R$ 786.580,27
Abril34337R$ 707.740,58
Maio17522R$ 343.990,84
Junho27128R$ 553.270,49
Julho50151R$ 1.032.246,39
Total21317230R$ 4.443.314,89
Continue Lendo

Nossa Cidade

Para evitar danos ao meio ambiente, Sabesp e Prefeitura intensificam ações no sistema de esgoto em Hortolândia

Publicado

em

Trabalhos potencializam ligações regulares das redes em Hortolândia

A proteção ao meio ambiente passa por diversas ações e para evitar a degradação de rios, lagos, lagoas e mananciais da cidade, as equipes da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) em parceria com a  Prefeitura de Hortolândia, intensificam o trabalho para evitar danos nas redes de esgoto e águas pluviais, além do descarte irregular dos dejetos domésticos. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, nesta semana, manutenções foram realizadas em cinco pontos diferentes da cidade. Receberam reparos, sistemas localizados no Parque Ortolândia, Vila Inema, avenida da Emancipação e Jardim Firenze. 

No Jardim Santa Clara do Lago, próximo ao OAPE (Observatório Ambiental Parque Escola), as equipes da Administração Municipal vistoriaram as tampas dos poços de visita, componente que dá acesso às tubulações, localizados na região. A desobstrução, serviço que impede o entupimento e, posteriormente, os rompimentos das redes que causam buracos e erosões nas vias foi intensificado no bairro Chácaras Recreio Alvorada, onde a implantação de redes continuam em algumas localidades.

“Também nesta semana, além dos trabalhos nos sistemas, as equipes continuaram a orientação para a ligação da rede coletora em algumas residências nos Jardim Santa Esmeralda e Jardim Boa Vista. Já a fiscalização contra o descarte irregular acontece no Jardim Amanda. A ação evita que o descarte irregular atinja a lagoa do bairro, principal área de lazer que sofre com o crescimento das plantas aguapés causado por este crime ambiental. Pedimos o apoio e a colaboração da população”,  explica o secretário adjunto de Serviços Urbanos, Marcos Panício, o Mercadão.

Denuncie e contribua com o meio ambiente

Segundo a Secretaria de Serviços Urbanos, durante o trabalho, são encontradas, aproximadamente, de 15 a 20 ligações irregulares. Atualmente, Hortolândia conta com 99% de esgoto coletado, sendo que 100% é tratado De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental podem enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde. Para baixar o aplicativo, basta fazer o download gratuito nas plataformas Google Play ou App Store do seu smartphone. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Mutirão de limpeza e poda do mato é realizado em quatro bairros de Hortolândia

Publicado

em

Serviço da Prefeitura acontece todos os dias da semana em diferentes locais

Manter a cidade é limpa é tarefa diária realizada por equipes da Prefeitura de Hortolândia em todas as regiões da cidade. Nesta semana, o mutirão de poda do mato e limpeza já foi realizado em praças e canteiros centrais de ruas e avenidas localizados no Parque Orestes Ôngaro, Jardim Nossa Senhora Auxiliadora, Jardim São Sebastião e Jardim São Camilo. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, a ação continua em diferentes bairros da cidade, com o objetivo também de evitar o descarte irregular de lixo e entulho nestes espaços públicos. 

“Este trabalho acontece todos os dias da semana e traz diversos resultados positivos para a cidade. A poda do mato e a limpeza, além do aspecto visual, de uma cidade limpa, também evita o abrigo de animais peçonhentos que possam transmitir doenças, queimadas e focos de incêndio na época mais seca do ano, e evita crimes ambientais. Pedimos o apoio da população para ajudar-nos a manter estas áreas conservadas e não descartar materiais irregularmente. Para isso, temos 13 pontos gratuitos de descarte em todas as regiões”, explica o secretário adjunto de Serviços Urbanos, Marcos Panício, o Mercadão.

Cidade limpa é qualidade de vida

A Prefeitura salienta que o descarte irregular de resíduos em vias e áreas públicas é crime sujeito a multa. Com o tempo seco, a ação contribui para o surgimento de focos de queimadas e incêndio. De acordo com o setor de fiscalização ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, o valor da multa varia de 25 a 10.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia, que neste ano é de R$ 4,0941), de acordo com a lei municipal Nº 873, de 2001 (Código de Posturas). Já o valor da multa para descarte irregular em terreno particular também varia de 25 a 10.000 UFMHs. 

A população pode fazer denúncias sobre descarte irregular de resíduos na cidade por meio do aplicativo Agenda Verde, que pode ser baixado nas plataformas Google Play ou App Store do celular da pessoa. A identidade do denunciante é mantida em sigilo.

 

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares