12 de junho de 2024
Nossa Cidade

Hortolândia têm quase 200 casos notificados de Dengue em 2022

dengue

Na ação de casa a casa realizada pela UVZ, agentes já encontraram larvas do mosquito em objetos como copo e bandeja de geladeira

Você guarda a escova de dente em um copo? Caso tenha esse hábito, fique atento para evitar o acúmulo de água dentro dele. O recipiente pode se tornar um potencial criadouro do Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Chikungunya e Zika. Água parada é a condição propícia para a fêmea do Aedes aegypti depositar os ovos que darão origem a mais mosquitos. Para combater a proliferação do Aedes aegypti, a Prefeitura de Hortolândia realiza a ação casa a casa de busca e eliminação de criadouros do inseto em diferentes regiões da cidade. Nessa semana, a UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, percorre a região do Jardim Amanda.

O veterinário do órgão, Evandro Alves Cardoso, relata que os agentes já encontraram nas casas visitadas criadouros inusitados do inseto. Dentre os objetos incomuns onde foi constatada a presença de larvas do mosquito estão copo para guardar escova de dente e bandeja de geladeira, recipiente que fica embaixo do eletrodoméstico para armazenar a água proveniente do sistema de degelo. “Orientamos os moradores para que limpem e retirem a água acumulada na bandeja com frequência para evitar a proliferação do Aedes aegypti”, reforça o veterinário. 

Outra situação inusitada relatada pelo veterinário foi de um morador que armazenava a água que escorria do ar condicionado. “A pessoa colocava a água num balde para regar as plantas. Os agentes encontraram larvas do mosquito no balde. Por isso, orientamos o morador para tampar o balde com uma tela mosquiteiro para evitar que o inseto deposite os ovos na água”, salienta Cardoso. 

O veterinário alerta ainda os moradores para ficarem atentos com piscinas, inclusive as infláveis ou desmontáveis, para não deixá-las com água ou mantê-las tampadas com algum tipo de lona. “Caso o morador mantenha a piscina com água, a mesma deve estar limpa e tratada e deixá-la tampada. É importante manter a piscina tampada mesmo sem água para evitar que o acúmulo da água de chuva”, ressalta Cardoso. Outro recipiente que os moradores também devem manter a atenção redobrada é o bebedouro para animais domésticos. O veterinário recomenda que seja feita diariamente a troca da desse tipo de recipiente. 

SINTOMAS

Caso o morador apresentar algum dos sintomas de Dengue, Chikungunya ou Zika, a Prefeitura orienta para que ele procure a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de onde mora para receber atendimento adequado, possibilitando que a Secretaria de Saúde faça a notificação correta do caso.

A Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, salienta que os sintomas de Dengue, Chikungunya e Zika são parecidos. Dentre os principais sintomas da Dengue estão dores no corpo, de cabeça e na parte atrás dos olhos, febre, manchas e/ou pontos vermelhos no corpo, náusea e vômito. Já o sintoma principal de Chikungunya são dores nas articulações que persistem durante dias. Os sintomas da Zika são febre, mas não tão elevada, vermelhidão no corpo e nos olhos (neste último sem formação de pus). 

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, o município registra neste ano 199 casos notificados de Dengue, dos quais 38 positivos. Já de Chikungunya, são dois casos notificados, dos quais um negativo e um no  aguardo do resultado. Nesse ano, o município ainda não tem nenhum caso notificado de Zika.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98