Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia elabora políticas públicas para a retomada do setor cultural no pós-pandemia

Prefeitura

Publicado

em

Banner

O retorno das atividades culturais no município será um dos desafios no pós-pandemia. Para planejar esta retomada, a Prefeitura de Hortolândia prepara políticas públicas para o setor. A elaboração é feita com base nas rodas de conversa online realizadas em março pela Secretaria de Cultura. Nos encontros, profissionais que atuam em diferentes áreas culturais e a população fizeram propostas de ações e estratégias.

Para o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, as rodas de conversa fortaleceram o diálogo entre a Administração municipal e o setor cultural, em função da lei federal Aldir Blanc, criada em 2020. A lei ofereceu auxílio emergencial para projetos apresentados por artistas, grupos e empresas artístico-culturais que foram afetadas pela pandemia. Coube à Secretaria de Cultura a tarefa de mapear e identificar os profissionais que poderiam ser contemplados com os recursos da lei federal. O mapeamento identificou 243 profissionais na cidade que atuam nas áreas de música, artesanato, artes plásticas, patrimônio, artes visuais, literatura e artes cênicas (teatro, dança e circo). De acordo com a Secretaria de Cultura, os projetos contemplados estão em execução em formato online em virtude da prorrogação das restrições da Fase Emergencial do governo estadual para conter a disseminação do Coronavírus e evitar aglomeração.

Com a adesão do setor cultural do município, o secretário Régis Athanázio Bueno destaca que os encontros foram fundamentais para o direcionamento efetivo de políticas públicas que a Prefeitura implementará para fomentar a produção artístico-cultural da cidade e democratizar ainda mais o acesso da população a esta produção. “As rodas de conversa foram um momento para troca de ideias e compartilhar sugestões. Recebemos ótimas propostas que serão avaliadas e vão colaborar para o nosso planejamento”, explica Bueno.

O secretário adjunto de Cultura, Cleuzer Marques de Lima, conhecido como John Lennon, ressalta o caráter “inclusivo e democrático” que os encontros proporcionaram aos participantes. “As rodas de conversa foram proveitosas para a retomada do diálogo com os artistas e fazedores culturais da cidade para ouvir seus anseios, angústias e sugestões. Pudemos tirar conclusões de algumas ideias que em breve poderão ser adotadas”, salienta Lima.

Uma das principais pautas abordadas nas rodas de conversa é a retomada do Conselho Municipal de Política Cultural. “Explicamos o funcionamento do Conselho, como é sua atuação e sua composição. E, principalmente, sua relevância nas ações culturais para o município. A retomada dessa instância de participação popular nas políticas culturais é primordial para a execução igualitária das ações pela Prefeitura”, destaca o secretário de Cultura. 

Para quem não conseguiu participar das rodas de conversa, o secretário Régis Athanázio Bueno ressalta que a Prefeitura está à disposição para ouvir outras propostas e sugestões. “Queremos alcançar mais pessoas que atuam no setor cultural da cidade para fazer uma gestão participativa. Assim, nossos canais de comunicação estão abertos e à disposição para demais demandas e sugestões”, salienta Bueno. A Secretaria de Cultura reforça que continua com o cadastramento de profissionais de cultura da cidade por meio do site Mapa da Cultura. Quem quiser, também pode entrar em contato pelos e-mails [email protected] e [email protected], ou ainda via WhatsApp pelo telefone (19) 99979-5576.

Nossa Cidade

“Operação Cavalo de Aço” orienta motociclistas sobre segurança no trânsito

Prefeitura

Publicado

em

Banner

A Operação Cavalo de Aço, trabalho entre agentes da Prefeitura de Hortolândia e da Concessionária Rodovias do Tietê, com apoio da Polícia Militar Rodoviária, foi realizada, na tarde desta sexta-feira (14/05), na avenida da Emancipação, em frente a empresa Farmacêutica EMS. Motociclistas receberam dicas dos agentes para manter os itens e peças mecânicas das motos em dia, com a manutenção correta para garantir o tráfego seguro. Além disso, foi lembrado que todos os itens de segurança, como o capacete, devem ser usados corretamente, tanto pelo condutor quanto pelo garupa, para tranquilidade e preservação da vida de todos. A operação faz parte do “Maio Amarelo”, uma série de ações por um trânsito mais seguro e consciente.

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, durante a ação, foram entregues 90 antenas para motocicletas, item que evita, por exemplo, que linhas de pipas com cerol causem acidentes que possam ferir os motociclistas, além de 90 kits de higienização, para evitar a disseminação do Coronavírus. Panfletos educativos por um trânsito mais seguros também foram entregues. Onde a ação ocorria, eram exibidas placas para a conscientização no trânsito. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, as ações do programa de trânsito seguro continuam nos próximos dias.

SEGURANÇA VIÁRIA

O pacote de medidas adotado pela Prefeitura desde 2017 para aumentar a segurança viária tem o objetivo de reduzir o índice de acidentes e proteger a vida de motoristas e pedestres. Entre as ações estão reforço na sinalização, fiscalização por radar (que começou a funcionar no início deste ano), novos semáforos, Operação Tapa-Buraco, além de trabalhos educativos com apoio e participação da sociedade civil.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Vigas para construção de nova alça em obra do complexo viário sobre a SP-101 são içadas

Prefeitura

Publicado

em

Banner

O prefeito José Nazareno Zezé Gomes acompanhou, na tarde desta sexta-feira (14/05), mais uma etapa da obra do complexo viário sobre a rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101). A primeira das duas alças em construção começou a ganhar vigas de sustentação. As estruturas, com 32 metros de cumprimento, foram içadas por um guindaste e depositadas no vão central do viaduto, construído sobre a linha férrea da Rumo. De acordo com a Diretoria de Operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, a ação continua neste sábado (15/05).

O primeiro dos três viadutos foi inaugurado em setembro passado. Agora, outros dois dispositivos, integrantes do complexo que permite acesso a Hortolândia na altura do km 5 da SP-101, são construídas pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), em parceria com a Prefeitura.

As vigas agora içadas formarão as alças de entrada de quem vem de Campinas rumo ao centro de Hortolândia e, respectivamente, da saída de Hortolândia sentido Monte Mor. As duas alças darão acesso à SP-101 e comporão o complexo viário que conecta a rodovia ao Corredor Metropolitano, segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana.

“Essa obra vai trazer crescimento a Hortolândia e desenvolvimento à nossa região. Ela também representa a continuidade do legado do Governo Perugini. A integração é um pilar da nossa administração e parte importante do projeto de cidade sustentável e inteligente. A obra avança e atinge mais uma importante fase, a de recebimento das vigas de sustentação da nova alça de acesso da SP-101 ao Corredor Metropolitano. É o trabalho de integração das regiões de Hortolândia ganhando mais um importante capítulo”, afirmou o prefeito.

O primeiro viaduto foi inaugurado pelo ex-prefeito Angelo Perugini, falecido em abril, vítima de COVID-19. A inauguração ocorreu em evento que contou com a presença do governador de São Paulo, João Doria. Este equipamento permite uma nova entrada para a cidade, na altura do Parque Perón, Jardim Nova América e Jardim Novo Ângulo, contribuindo para agilizar caminhos entre municípios da região e desafogar o trânsito em horários de pico.

Sobre a obra

A construção do primeiro viaduto foi conduzida pela concessionária Rodovias do Tietê, sob a regulação da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), com apoio da Prefeitura, que acompanhou todos os trabalhos executados na cidade. Segundo o Governo do Estado, o investimento total neste trecho foi de R$ 8,4 milhões. Já a construção dos outros dois viadutos, que servirão como alças de acesso, ficará a cargo da EMTU, com a participação da Prefeitura de Hortolândia.

O novo dispositivo de entroncamento, com elevado e alças de acesso, tem 130 metros de extensão e pista de sentido duplo, com faixas de rolamento com 3,50 metros, de acordo com o Governo do Estado. A média diária de tráfego pelo local é de 55 mil veículos.

Corredor Expresso

Além de criar uma nova entrada para Hortolândia, o corredor expresso integrará diversas cidades da região, desde Americana, passando por Santa Bárbara D’Oeste, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia, até Campinas. O novo acesso ajudará a reduzir o volume de tráfego rodoviário, amenizando a sobrecarga de trânsito nas principais vias da cidade.

Com o novo complexo viário, motoristas que seguem da Rodovia dos Bandeirantes, no sentido Hortolândia, poderão entrar na cidade com mais facilidade, desafogando o fluxo de veículos na Avenida da Emancipação, no km 9 da SP-101, atual acesso ao município.

 Para os motoristas que seguem de Campinas, no sentido Hortolândia, haverá também, neste mesmo trecho, um acesso, agora em construção pela EMTU, em parceria com a Prefeitura – o segundo viaduto do complexo. Esta intervenção evitará o gargalo de veículos que se forma na rodovia, principalmente em horário de pico, e agilizará o trajeto de quem precisa chegar a Hortolândia com rapidez.

Já no sentido inverso, na saída de Hortolândia pela região do Parque Perón, o primeiro viaduto servirá aos motoristas que vêm de diversas cidades, utilizando o Corredor Metropolitano rumo a Campinas; já o terceiro viaduto, em construção, será a alça que direcionará os veículos que saírem do Corredor Metropolitano e seguirem sentido Rodovia dos Bandeirantes/Monte Mor.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Projeto leva música na porta das casas de crianças com Síndrome de Down

Prefeitura

Publicado

em

Banner

A música pode ajudar a aliviar sentimentos de solidão provocados pelo isolamento social e alegrar a rotina em casa. É com este objetivo que a Prefeitura de Hortolândia levará música literalmente na porta da casa das pessoas. A ação, intitulada “Notas de Abraço – Canções Para A Minoria”, estreia, neste sábado (15/05), às 8h. A atividade integra a programação comemorativa aos 30 anos de emancipação do município.

De acordo com o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, a ação realizará apresentações musicais para públicos minoritários, tais como pessoas em situação de vulnerabilidade social, pessoas com deficiência ou com necessidades especiais, moradores em situação de rua, entre outros. O objetivo é acolher e diminuir o impacto causado pelo isolamento para essas pessoas. As apresentações serão com o grupo Quinteto Cultura (foto), formado por servidores da Secretaria de Cultura.

Neste sábado (15/05), a ação será para famílias que têm crianças com Síndrome de Down, que moram nas regiões do Jardim Amanda e Jardim Santa Clara do Lago. O grupo visitará as famílias e fará as apresentações na porta de suas residências. O repertório será de músicas escolhidas pelas crianças. “A proposta é oferecer uma forma de carinho e atenção para estas crianças. Abraçá-las com a emoção e o sentimento proporcionados pela arte”, explica Bueno.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares