Connect with us

Nossa Cidade

População deve ficar atenta com aparecimento de sintomas de Dengue, Chikungunya ou Zika

Publicado

em

Sintomas podem ser confundidos aos de COVID-19; orientação é procurar atendimento médico para evitar agravamento

Tem gente que continua a fazer pouco caso da Dengue, Chikungunya e Zika, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. A Prefeitura de Hortolândia reforça a orientação para a população ficar atenta com essas três enfermidades que podem provocar complicações mais graves, caso não sejam devidamente tratadas. 

A Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, salienta que os sintomas de Dengue, Chikungunya e Zika são parecidos. No caso da Dengue, os principais sintomas são dores no corpo, de cabeça e na parte atrás dos olhos, febre, manchas e/ou pontos vermelhos no corpo, náusea e vômito. Já o sintoma principal de Chikungunya são dores nas articulações que persistem por dias. Os sintomas da Zika são febre, mas não tão elevada, vermelhidão no corpo e olhos (neste último sem formação de pus).

Caso o morador apresente algum dos sintomas acima mencionados, a Prefeitura orienta para ele procurar a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de onde mora para receber atendimento adequado, possibilitando que a Secretaria de Saúde faça a notificação correta do caso.

Foi o que fez Cleober Padovani Amaral, de 47 anos, morador do Jardim Campos Verdes. Ele relata que contraiu Dengue no fim do ano passado. Em virtude de ter sentido febre, inicialmente Cleober procurou a Unidade Respiratória, montada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Nova Hortolândia, por achar que estava com COVID-19. Após passar por exames, ele foi informado que estava com Dengue Hemorrágica, e sendo transferido para o Hospital Municipal Mario Covas.

“Essa doença é traiçoeira. Tive febre só um dia. Os médicos estavam muito preocupados comigo. A minha contagem de plaquetas estava em 9.000. O nível considerado normal é 150.000. Os médicos me disseram que meu estado era grave, que meu organismo poderia começar a parar. Senti muita fraqueza no corpo. Só conseguia ficar deitado. Foi muito sério. Mas, graças a Deus eu me recuperei. Quando voltei para casa, eu me alimentei bem e tomei bastante líquido. Hoje estou bem!”, conta Cleober.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, a Dengue Hemorrágica é uma complicação mais grave da Dengue. Os principais sintomas são dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, queda abrupta da temperatura do corpo, sangramentos, agitação ou sonolência, tontura ou desmaio, pele fria e pálida, diminuição da quantidade de urina, dificuldade de respirar e andar, e choro persistente em crianças. Esses sintomas podem aparecer a partir do terceiro dia. Por isso, no caso de aparecimento de algum desses sintomas, a Vigilância Epidemiológica reforça a orientação para que a pessoa procure atendimento médico na unidade de saúde mais próxima da residência. 

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, o município registra neste ano 455 casos notificados de Dengue, dos quais 97 positivos. Já de Chikungunya, são três casos notificados, dos quais dois negativos e um aguarda resultado do exame. Neste ano, o município ainda não registra nenhuma notificação de Zika. 

BUSCA ATIVA E NEBULIZAÇÃO

Para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor de Dengue, Zika e Chikungunya, a Prefeitura de Hortolândia prossegue com as ações de busca ativa e eliminação de criadouros do inseto e de nebulização em diferentes regiões da cidade. Nesta semana, a UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, realiza busca ativa com duas equipes nas regiões da Vila Real e Vila Real Continuação. Já outra equipe executa a nebulização no Jardim Amanda. Segundo o órgão, as duas ações são feitas em regiões onde foram notificados casos positivos de Dengue. 

Na ação de busca ativa, os agentes visitam as casas para fazer a busca e a eliminação de possíveis criadouros do mosquito. O objetivo é eliminar o inseto ainda na fase de larva. Caso sejam encontradas larvas, algumas delas são recolhidas para identificação em laboratório. De acordo com o órgão, 80% dos focos de criadouros do mosquito estão nas casas das pessoas.

Na nebulização, os agentes entram nas casas para espalhar no ar um tipo de inseticida para eliminar os mosquitos adultos. Eles utilizam nebulizadores costais motorizados para espalhar o inseticida em forma de vapor. 

Além disso, o órgão reforça para que a população também faça sua parte e ajude no combate ao mosquito. Dentre as principais atitudes estão recolher recipientes e evitar o armazenamento de materiais em áreas externas ou quintais que possam acumular água parada, que é condição ideal para a fêmea do Aedes aegypti depositar ovos que darão origem a mais mosquitos. 

O veterinário da UVZ, Evandro Alves Cardoso ressalta para que os moradores permitam a entrada dos agentes. “Muita gente não tem deixado os agentes entrarem alegando que não precisa. Reforçamos a importância de realizar a nebulização, pois é um meio eficiente para eliminar o Aedes aegypti”, reforça Cardoso.

Os agentes estão identificados com crachá e uniforme. A Prefeitura ainda orienta a população a ficar atenta contra golpes. Nas visitas, os agentes não solicitam nenhum dado bancário ou informação pessoal dos moradores. A ação consiste somente na identificação e eliminação de criadouros do mosquito. Em caso de dúvidas, para saber em quais regiões da cidade será realizada a ação de casa a casa, a população pode ligar na UVZ nos telefones (19) 3897-3312 ou (19) 3897-5974.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Sala de Emergência do Hospital Municipal de Hortolândia começa a funcionar na próxima quarta-feira (01/06)

Publicado

em

Espaço entregue nesta sexta-feira (27/05) conta com quatro leitos e equipamentos de última geração 

A Prefeitura de Hortolândia conclui mais uma etapa da reforma do Hospital Municipal Mario Covas  que beneficia a saúde da população. Na tarde desta sexta-feira (27/05), o prefeito José Nazareno Zezé Gomes fez a entrega da Sala de Emergência. 

De acordo com a Secretaria de Saúde, o espaço está com nova configuração e área ampliada, o que possibilita melhor atendimento para os pacientes e condição de trabalho para os profissionais do hospital. 

A sala tem quatro leitos com controle automático. Cada um é equipado com monitor multiparâmetro touch screen de última geração. O equipamento faz o monitoramento de diferentes parâmetros das condições do paciente, tais como eletrocardiograma, oximetria (medição da quantidade de oxigênio no sangue), dentre outros. 

O espaço passa a ter ainda Sala de Utilidades (ou Sala de Expurgo), local para guardar vestimentas utilizadas pelos pacientes, como avental e roupa de cama. De acordo com a Secretaria de Saúde, a Sala de Emergência começa a funcionar na próxima quarta-feira (01/06). Outro espaço do hospital cuja reforma também foi concluída é a Sala de raio X, que já está em funcionamento. 

“A entrega da Sala de Emergência é um momento especial pelo qual esperávamos muito. É a principal entrada de atendimento do hospital que começará a funcionar na próxima quarta-feira, dia 1º de junho. Essa é uma grande conquista para a população, que terá um atendimento de qualidade. O hospital vai fazer a diferença na vida da população”, destacou o prefeito Zezé Gomes. 

O secretário de Saúde, Denis André José Crupe salientou que a entrega da Sala conclui uma etapa importante das obras de reforma do hospital. “Com a entrega da Sala de Emergência concluímos o eixo de pronto atendimento do hospital, que inclui ainda a Sala de raio X e os Prontos-Socorros Adulto e Infatil”, ressaltou o secretário de Saúde

Na reforma do Hospital Municipal Mario Covas são investidos R$ 12,5 milhões. As interveções incluem reforma desde a fachada até as instalações internas, o que resultará em diversas melhorias, entre elas, a ampliação de 67 para 100 leitos. 

Algumas etapas já foram concluídas, como a finalização da obra no Pronto Atendimento Obstétrico e Ginecológico, a reabertura do Pronto Socorro Adulto, que também passou por obras de remodelação, e de áreas internas administrativas. O Pronto Socorro Infantil também recebeu intervenções, assim como a área interna, onde, em breve, será implantado um aparelho de tomografia computadorizada.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Campanha do Agasalho realiza neste sábado Dia “D” de arrecadação drive-thru em Hortolândia

Publicado

em

Ponto de coleta será pátio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Urbanos O Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia realiza neste sábado, a partir das 8 horas, o Dia “D” de  arrecadação para a Campanha do Agasalho 2022. A ação, que conta com apoio da EPTV-Campinas, será realizada por meio do sistema drive-thru na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos – rua Capitão Lourival Mey, 869, no Remanso Campineiro.

De acordo com a presidente do Fundo Social, Maria dos Anjos, o Dia de Mobilização é importante para impulsionar a campanha, funcionando como ferramenta de chamamento público em favor da solidariedade. “O Dia ‘D’ será um momento de grande mobilização e contamos com a participação de todos. Olhe em seu guarda-roupa, doe um agasalho que você não usa mais e que esteja em bom estado de conservação. Essa doação pode fazer a diferença na vida de uma pessoa”, explicou Maria. Para a campanha, podem ser doadas roupas masculinas e femininas, para todas as idades, cobertores, roupas de cama, meias, gorros, sapatos e toalhas. “O drive-thru funcionará até às 17 horas e contamos muito com a participação da nossa comunidade nesta edição de 2022. Neste ano o frio chegou mais cedo e atender as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade é fundamental. Conto com o apoio de todos e tenho certeza que atingiremos nosso objetivo, afinal, nossa população sempre se mostrou solidária e vem aderindo em peso nas nossas campanhas”, destacou a presidente.A Campanha do Agasalho 2022 foi lançada oficialmente no dia 19 de maio, durante as comemorações pelos 31 anos de Hortolândia. Para facilitar a doação, o Fundo Social de Solidariedade espalhou caixas de coleta para entrega voluntária nos prédios públicos, como Prefeitura e Câmara, e em outros 36 pontos estratégicos do município. A doação também pode ser feita diretamente na sede do Fundo Social, na rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro. CONFIRA OS LOCAIS DE COLETA

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura conclui ações do Maio Amarelo por um trânsito consciente com o 4º Seminário de Segurança Viária

Publicado

em

Evento foi realizado na manhã desta sexta-feira (27/05), na Câmara Municipal

Realizado na manhã desta sexta-feira (27/05) na Câmara Municipal, o  4º Seminário de Segurança Viária marcou o encerramento do ciclo de ações do Maio Amarelo por um trânsito mais seguro em Hortolândia. O encontro contou com a presença do prefeito Zezé Gomes e envolveu diversas secretarias da Prefeitura com debates, sobre variados temas,  além de sugestões e estudos que serão aplicados para contribuir com o desenvolvimento do novo Plano de Mobilidade Urbana. Também participam o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e as concessionárias CCR Autoban e Rodovias do Tietê, responsáveis por estradas que passam pela região.

“Em 2017, foi criada a Secretaria de Mobilidade Urbana para aumentar a segurança, eficiência do nosso transporte e um deslocamento ágil pela cidade trazendo mais qualidade de vida aos nossos cidadãos. Além das medidas implementadas que causaram impactos positivos na vida da população, ao longo do tempo, reduzimos os acidentes de trânsito na cidade. 

Estamos aqui para celebrar e pensar no futuro da mobilidade urbana em Hortolândia. Essa é a nossa principal missão,  cuidar das pessoas e construir uma cidade cada vez mais sustentável e inteligente e que cresça e partilhe este desenvolvimento entre todos os filhos da nossa terra”, comentou o prefeito Zezé Gomes na abertura da atividade.

“É importante esta troca de conhecimentos neste seminário para implementarmos a nova diretriz do Plano de Mobilidade Urbana para a cidade. O conjunto das ações realizadas durante todo este tempo também foi apresentado e, assim, juntos, vamos desenvolvendo novas formas de aplicar as ações no futuro para continuar salvando vidas no trânsito em meio ao crescimento da cidade”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

Maio Amarelo por um trânsito mais seguro

Neste mês, além da realização do 4º Seminário de Segurança viária, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana. ofereceu três edições do “Café na Passarela”, que orienta pedestres e motoristas sobre a necessidade do cuidado ao atravessar rodovias e sugerindo a utilização das passarelas contra acidentes; quatro etapas “Ação Bar”, para conscientização sobre os perigos de beber e dirigir; a “Operação Cavalo de Aço”; a ligação de novos semáforos; distribuição de folhetos informativos para motoristas nas principais vias da cidade e o passeio ciclístico “Vem de Bike”.

A meta é salvar vidas no trânsito de Hortolândia

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, além dos acidentes, Hortolândia diminui o número de vítimas causadas por colisões no trânsito. Na comparação entre 2017 e 2021, houve uma redução de 79% nos acidentes com vítimas nas ruas e avenidas dentro dos limites do município. Com isso, a cidade cumpre a meta estipulada pela ONU (Organizações das Nações Unidas) na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, regulamentada pela instituição  apontando que até 2030, governos de todo o planeta devem tomar novas medidas para prevenir os acidentes com vítimas.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares