A Prefeitura de Hortolândia assinou, nesta semana, o termo de contratação do Instituto Esperançar, que abrigará, por seis meses, pessoas em situação de rua. O espaço começa a funcionar com esta finalidade na segunda-feira (19/07), à partir das 18h.  De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, no abrigo, os usuários do espaço público terão cama, cobertores, local para higienização pessoal e também para o abrigo dos animais de estimação, além de receberem gratuitamente jantar e café da manhã. O abrigo comportará até 40 pessoas.

Segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o serviço funcionará de portas abertas no período noturno, com horário definido para entrada e saída. O atendimento é realizado de acordo com a demanda identificada em abordagem social pelo CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). Quem quiser contribuir, pode realizar uma ligação ao CREAS, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelos telefones (19) 3897-4083, (19) 3909-4546 e (19) 3949-4653.

“Precisamos ter um olhar diferenciado para os mais vulneráveis da nossa cidade. Muitas vezes, estar em situação de rua não é uma opção, mais o único caminho que estas pessoas encontraram para sobreviver. Por meio deste lar noturno, somamos esforços para oferecer mais dignidade com uma cama quentinha, alimentação, banho, tudo seguindo os protocolos de segurança para proteção contra o Coronavírus”, explica o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Francisco Raimundo da Silva.

O Instituto Esperançar fica localizado na rua Francisco Guimarães de Oliveira, 40, no Remanso Campineiro.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorOnda de solidariedade em meio à pandemia cresce em Hortolândia
Próximo artigoProfissionais da Educação participam de Webinário com Gabriel Chalita