Ong de Hortolândia pode fechar por falta de espaço para funcionamento. Segundo membros, Prefeitura não cumpriu com combinados
O Centro Cultural Casa de Joana, é uma ONG fundada a partir da procura dos moradores de Hortolândia por cursos na área da cultura (teatro, dança, canto, música, cinema, desenho) e por outras atividades relacionadas, como espetáculos, apresentações e saraus. Sua origem está nos fundadores da Companhia de Teatro São Genésio, também da cidade. A ONG funciona há 10 anos em Hortolândia, tendo começado suas atividades numa casa situada na Av. Santana, cujo aluguel era custeado pela Cia de Teatro, atualmente as atividades são realizadas em um barracão junto ao Supermercado Pague Menos na Vila Real Continuação.
O local foi cedido pelo Supermercado para uso da ONG por dois anos mediante parceria assinada também pela Prefeitura, que se responsabilizou pela adequação do espaço físico – o que não realizou conforme a parceria firmada. Foram os artistas com os seus recursos que financiaram o concreto do piso barracão, as paredes, encanamentos, parte elétrica, sala de aula, banheiro, copa e a construção do palco. Atualmente a ONG oferece cursos nas áreas artísticas e promove parcerias para a apresentação de espetáculos gratuitos à comunidade. São atendidos cerca de 300 alunos atendidos por 15 artistas-voluntários-colaboradores.
As atividades da ONG são abertas à qualquer pessoa. O Supermercado pediu o espaço de volta, e o Centro Cultural Casa de Joana esta reivindicando um espaço para dar continuidade às atividades, pelo menos até o fim do ano e em especial para as oficinas culturais, para que os alunos possam concluir seus estudos que começaram em fevereiro e se apresentar. Eles pretendem por meio da divulgação e mobilização da situação junto aos moradores de Hortolândia conseguir a cessão de um espaço pelo poder público (já que ele foi o descumpridor do assinado) ou mesmo estabelecer novas parcerias para ocupar um espaço sem qualquer relação com a prefeitura. Estão havendo atos diariamente desde o comunicado da desocupação.
No barracão está ocorrendo a programação da despedida todas as noites e algumas tardes, de segunda a segunda, com apresentações artísticas de alunos, parceiros e convidados. Também já foram realizadas apresentações na rua. Somos artistas e a arte é a nossa ferramenta de luta, é por meio dela que divulgamos nossa causa – fazemos arte e depois comunicados as pessoas do que está ocorrendo e pedimos apoio
Nota da Prefeitura sobre o caso
A Prefeitura de Hortolândia informa que mantém o diálogo aberto com todas as entidades sociais e culturais do município. No entanto, a Administração não pode interferir nas ações do Centro Cultural Casa de Joana em virtude do Marco Regularório do Terceiro Setor, cuja lei nº 13.019 determina que deve ser feito o chamamento público para as entidades interessadas em utilizar os espaços públicos de cultura.
Segundo a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, existem diversas entidades com fins sociais e culturais que atuam no âmbito municipal e estão nas mesmas condições de pleitear os recursos solicitados à Prefeitura.
O Centro Cultural Casa de Joana é uma entidade privada que assim como qualquer outra precisa de apoio do município. A entidade citada possui uma atuação exemplar na aprovação e captação de recursos incentivados, o que dá a ela uma autonomia que nenhuma outra entidade do município possui.
A Prefeitura se dispõe a receber os alunos do Centro Cultural Casa de Joana para os cursos já existentes no município.
Artigo anteriorMostra de Artes da Cena apresenta espetáculos de dança e teatro Destaque
Próximo artigoSete equipes disputam etapa Nova Hortolândia da Hortocopa