Nossa Cidade

Obras do Residencial Europa são aceleradas para receber famílias do Jardim Boa Esperança

240 apartamentos ficarão prontos ainda neste ano; outras 500 unidades do mesmo projeto serão entregues em 2014

Residencial Europa

As unidades habitacionais do residencial Europa, em construção no Jardim Novo Ângulo, receberam um reforço nas últimas semanas. Parte do empreendimento teve seus trabalhos de acabamento acelerado para que, até o mês de novembro, 240 famílias do Jardim Boa Esperança sejam removidas para o novo condomínio. O Residencial Europa tem um total de 700 apartamentos, sendo que todo o complexo habitacional deve ficar pronto no primeiro semestre de 2014.

As unidades onde as obras acontecem em ritmo acelerado vão abrigar os moradores da Rua da Mina e de outras áreas do Jardim Boa Esperança. O bairro passa por intervenções importantes como a implantação de rede coletora de esgoto, abertura de novas ruas e remoção de moradores de áreas de risco. Apenas na Rua da Mina, região mais crítica do bairro, são 203 famílias aguardando a remoção.

As obras do Residencial Europa são realizadas pelo Governo federal, por meio do Minha Casa, Minha Vida. A construção dos 700 apartamentos está estimada em R$ 40 milhões, sendo R$ 5 milhões provenientes de uma parceria com o Estado, por meio do Programa Casa Paulista. “Neste primeiro momento, aceleramos uma parte das obras para atendermos de forma imediata estas famílias do Jardim Boa Esperança. O restante das unidades (500 apartamentos) será distribuído conforme a legislação do Ministério das Cidades, que prevê 50% de moradias para sorteio e 50% de moradias para famílias de áreas de risco”, destacou o secretário de Habitação Francisco Raimundo da Silva.

As famílias que participarão do sorteio são as inscritas no cadastro habitacional do município. Para isso, elas precisam se enquadrar numa série de requisitos do Ministério como ter renda de zero à três salários mínimos. Já as famílias de áreas de risco também precisam atender estes critérios; no entanto, elas podem ser indicadas diretamente pela Administração Municipal.

“Nossa prioridade são as famílias do Jardim Boa Esperança, que vivem em condições críticas. Além disso, o andamento das obras no bairro depende da remoção destes moradores”, destacou Silva. Dezenas de famílias do Jardim Boa esperança já foram removidas para imóveis alugados e, enquanto esperam a conclusão das obras no Residencial Europa, recebem auxílio moradia de até R$ 500,97.

Jardim Novo Ângulo

Há um mês, a Prefeitura de Hortolândia realizou a entrega de 600 unidades habitacionais, construídas pelo Minha Casa, Minha Vida, no Jardim Novo Ângulo. Os condomínios Bertioga e Guarujá, cada um com 300 apartamentos, atenderam a demanda habitacional de moradores de áreas de risco dos bairros Vila Inema, Santa Emília, Nossa Senhora Auxiliadora, Nova Hortolândia, Santa Rita de Cássia, Boa Esperança e Parque Perón. Além disso, famílias do cadastro habitacional participaram do sorteio de metade das unidades.

O projeto do Jardim Novo Ângulo, um dos destaques nacionais do Minha Casa Minha Vida, é usado como referência pelo Ministério das Cidades pela qualidade no acabamento das casas e parceria com o município.

“Queremos dar oportunidade das pessoas crescerem junto com nossa cidade. Ao garantir moradias de qualidade aos que mais precisam estamos investindo na melhoria da qualidade de vida das pessoas. É mais um avanço na área de habitação”, destacou o prefeito Antonio Meira, na ocasião da entrega das chaves aos beneficiários, em 28 de junho.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98