Serviço é oferecido no Centro Cultural, uma parceria da Prefeitura com o Cartório Eleitoral para facilitar a vida dos moradores

O Cartório Eleitoral da 361ª ZE (Zona Eleitoral de Hortolândia) em parceria com a Prefeitura de Hortolândia ampliou o atendimento para oferta do cadastro biométrico na cidade. Além dos 13 guichês que oferecem o serviço dentro do cartório eleitoral, localizado na região central da cidade, agora, o cadastro também poderá ser realizado, dentro do Centro Cultural, localizado na rua Graciliano Ramos, 280, no Jd. Amanda, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Além da revisão biométrica, serviços como transferência de novos títulos e emissão de multas eleitorais para quem não justificou a ausência do voto em eleições passadas também podem ser realizados no local. O prazo para revisão biométrica encerra no dia 19 de dezembro deste ano. Quem não concluir o cadastro, terá o título cancelado.

Para a central de atendimento para cadastro biométrico funcionar no Jardim Amanda, temporariamente, a Prefeitura cedeu o espaço e funcionários. De acordo com o chefe do Cartório Eleitoral da 361ªZE, Dalberson Bernardino de Almeida, a cidade possui 151 mil eleitores aptos a votar, desse número, cerca de 100 mil eleitores ainda não realizaram o cadastro biométrico. 

“O prazo para revisão biométrica encerra no final deste ano. Para ampliar o atendimento e oferecer melhores condições para os eleitores realizarem o serviço, agora, também temos uma central de atendimento biométrico no Centro Cultural do Jd. Amanda. São cinco guichês de atendimento”, informou Almeida.

O chefe do cartório chama a atenção para as implicações geradas pelo cancelamento do título, que é a primeira consequência para quem não concluir a revisão biométrica. “O cancelamento do título de eleitor causará diversos transtornos ao eleitor conforme previsto no artigo 7 do código eleitoral, Lei nº 4.737, de 15 de julho de 1965. Entre as consequências, estão restrições ao CPF que impossibilitará tirar passaporte, receber aposentadoria ou pensão paga pelo governo federal, fazer matrícula em instituição de ensino superior, tomar posse de cargo público, dentre outros”, explicou o chefe do cartório.

Confira os documentos necessários para a revisão biométrica:

·Comprovante de endereço em nome do eleitor, (para o eleitor que vai fazer o primeiro título poderá ser o endereço em nome do pai ou da mãe)

·Documento de identidade com foto

·Comprovante de quitação do serviço militar (homens com idade entre 18 e 45 anos), para o primeiro título.

ATENÇÃO: Não será aceita a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para o primeiro título por não conter nacionalidade/naturalidade. O passaporte somente será aceito se for o modelo que contenha também a filiação. Todo documento apresentado deve conter nome atual e sem abreviaturas (inclusive de filiação), caso contrário, deverá ser apresentado documento complementar que contenha o nome completo.

 NOVO ESPAÇO

Sexta-feira (31/06), o Cartório Eleitoral da 361ª ZE inaugurou o novo prédio, que que reúne todos os serviços do órgão. Localizado na região central da cidade, na rua Luiz Camilo de Camargo, 50, o espaço é amplo, agrega conforto e comodidade para os eleitores.

O local conta com ar-condicionado, painel eletrônico, banheiros adaptados para acessibilidade e bebedouro. Também tem guichê próprio para atendimento a cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

O prédio é de fácil acesso, oferece vagas para estacionamento no seu entorno e completa acessibilidade para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia