21 de maio de 2024
Nossa Cidade

Inauguração de quadra poliesportiva garante retomada de educação em tempo integral na Escola municipal do Residencial São Sebastião

Obra inaugurada pelo prefeito Antonio Meira nesta sexta-feira (24/05) atende à demanda da comunidade escolar

Um sonho realizado. A definição da secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira, resume o sentimento da comunidade escolar presente à cerimônia de inauguração da quadra poliesportiva da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Profª Patrícia Maria Capelato Basso. A obra, de reforma, ampliação e cobertura do espaço, foi entregue na manhã desta sexta-feira (24/05), pelo prefeito Antonio Meira e contou com a presença de secretários e diretores municipais, vereadores, professores, pais, alunos e moradores da região. A escola está localizada na Rua Lírio do Campo, 155, no Residencial São Sebastião.

Cercada de flamboyants, a quadra de 717,10 m², com estrutura metálica, possui marcações que permitem a prática de diversos esportes, dentre eles futsal, vôlei e basquete. No local, também foram construídos dois vestiários, masculino e feminino, sanitário para cadeirantes, com uma área de 174 m², e arquibancada com capacidade para 250 pessoas. O investimento da Administração na obra é de R$ 732.298,22, dos recursos orçamentários da Educação.

Segundo o secretário de Obras, Ronaldo Reis, um detalhe no acabamento mostra o cuidado da Administração com o bem-estar dos estudantes. “No fechamento do alambrado, colocamos as amarrações para fora, impedindo que as crianças se machuquem”, explica.

Educação em tempo integral

De acordo com a diretora, Michele Fabiana Trevisan, com a nova quadra, a escola, que reúne 420 estudantes, entre 6 e 11 anos de  idade, poderá retomar as atividades relativas ao período integral, tanto do programa Mais Educação, quanto do projeto Complemento. Nestes horários, são desenvolvidas atividades esportivas, musicalização, informática, letramento e jogos matemáticos.

“É uma vitória”, afirma a professora de educação física, Mara Ester da Silva, destacando a presença na escola de alunos com deficiência mental e cadeirantes.“Vai ser muito bom para a comunidade, porque aqui ainda não temos área de lazer. Nesta quadra, poderemos fazer e sediar campeonatos da liga de futsal, além de treinar crianças e jovens nas horas vagas.”

“É uma quadra lisa, pintada, com vestiários próprios, bebedouro e coberta, o que protege contra a exposição ao sol e ao frio”, comemora o professor Valdemar de Moraes Neto, coordenador de Educação Física da rede municipal. Segundo ele, a inauguração do espaço representa a entrega à comunidade de “mais uma estrutura, de forma adequada, que poderemos utilizar nas atividades com as crianças. Ela aumenta a condição, em termos estruturais, para o aluno e também para o profissional da educação”, afirma.

Para a secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira, a inauguração traduz um dos objetivos da Prefeitura, que é democratizar o acesso ao esporte e a educação de qualidade em nosso município. “É muito gratificante ver essa obra concretizada, porque sempre foi o desejo dos alunos e profissionais dessa unidade ter um local como esse para que possam realizar suas atividades esportivas”, ressaltou. “A educação se faz de muitas mãos. Precisamos de muita gente para fazer uma educação de qualidade em Hortolândia. Precisamos dos pais, mães, avós, tios e tias que intercedam por nós em casa e incentivem seus filhos a aprender”, acrescentou.

“Esta quadra vai revelar muitos jogadores”, afirmou o prefeito Antonio Meira, cercado pelas crianças, que apresentaram aos convidados a música “Waving flag” (bandeira ao vento, em português). “Está muito bonita”, disseram as estudantes do 3º ano B, Camila Vitória Soares, de 8 anos, e Sofia Helena dos Santos, de 7. A amiga Maria Eduarda Magno, de 8 anos,  da mesma sala, que gosta de jogar futebol, concordou.

Pais e responsáveis presentes também gostaram do que viram. “Achei legal. Com esta estrutura, dá mais apoio e conforto aos alunos nas aulas de educação física”, diz Yasmin Maria do Nascimento, de 16 anos, irmã do aluno do 5º ano, Otávio Barros Pardim, de 9 anos. “Ficou ótimo, com estrutura bem organizada, bonita e grande. Tem banheiro próprio com chuveiro. Está bem melhor, porque antes eles usavam o pátio, que não era adequado”, salientou a dona de casa Ana Maria Melo, de 60 anos, responsável pelas netas Rafaela Custódio Pessoa, de 9 anos, e Mariane Fernandes, de 8. A primeira está no 5º e a segundo cursa o 4º ano. Já a dona de casa Cecília Lima Amorim, de 39 anos, aguarda o retorno das atividades do período integral. A filha, Natália Lima Amorim, de 8 anos, estudante do 4º ano, que gosta de brincar de queimada, pular corda e jogar vôlei, não vê a hora de ficar mais tempo na escola. Segundo a secretária de Educação, as atividades do período integral serão retomadas na próxima segunda-feira (27/05) .

A escola foi inaugurada em 1999 com o nome de Emef São Sebastião e recebeu a denominação atual em 2008, em homenagem à professora Patrícia Maria Capelato Basso, que lecionou na unidade desde a inauguração e faleceu no ano de 2003.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98