A Guarda Municipal de Hortolândia realizou durante o feriado da Revolução Constitucionalista rondas em todas as regiões do município. Em uma delas, por conta do plano de ações e estratégias, foi evitada a realização do “fluxo” na Praça do Jardim Novo Ângulo, como são conhecidas as aglomerações programadas.

“A Secretaria de Segurança, por meio da Guarda Municipal, através da formulação de um plano de ações focado nos principais problemas, realiza estratégias de intervenção preventivas, principalmente com ações ostensivas, não sendo necessário o uso de ações repressivas. Ou seja, com o nosso trabalho de inteligência, conseguimos verificar que o local seria palco de um ‘fluxo’ e com isso conseguimos antecipar nossas ações, ocupando o espaço e dispersando essa possível aglomeração”, esclareceu o secretário municipal de Segurança Joldemar Nunes Corrêa, o Jold.

Durante o feriado e final de semana, outras ações preventivas também tiveram êxito. O secretário explicou que, por meio das redes sociais, estava previsto a realização de um festival de pipas na região do Boa Esperança. Com a presença do patrulhamento ostensivo a atividade não se realizou.

“Estamos vivendo um momento de pandemia e que todas as aglomerações devem ser evitadas. Além disso, sabemos que esse tipo de encontro acaba reunindo pessoas com cerol, o que é proibido. Com a presença da Guarda as pessoas nem compareceram no local onde teria o evento”, destacou.

Ainda durante o final de semana a Guarda Municipal de Hortolândia realizou 20 autuações por perturbação de sossego e por uso indiscriminado de cerol.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorJd. Rosolém e Parque Gabriel recebem ação casa a casa de busca e eliminação de criadouros do Aedes Aegypti
Próximo artigoHortolândia avança vacinação contra a COVID-19 para pessoas nascidas até 1984