A campanha “Hortolândia Solidária”, encabeçada pelo Funsol (Fundo Social de Solidariedade), completa dois meses, nesta sexta-feira (18/06), com uma boa notícia. De 17 de abril até agora já conseguiu levar alimento à mesa de 2.500 famílias em situação de vulnerabilidade social, muito afetadas pela pandemia do Coronavírus. A mobilização, promovida pela Prefeitura de Hortolândia, arrecadou, neste período, 45,5 toneladas de alimentos. Os dados foram atualizados pelo Banco de Alimentos, órgão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, parceiro da campanha.

Deste montante, 36 toneladas de mantimentos já foram distribuídas. Nos próximos dias, os demais alimentos coletados serão entregues a quem mais precisa.

À frente da campanha há um mês, desde que assumiu a presidência do Funsol-Hortolândia, a primeira-dama Maria dos Anjos Assis Barros está animada com o resultado. “A campanha vem crescendo gradativamente. Temos feito algumas parcerias que têm rendido o aumento na arrecadação. Nossas ações têm sido bem positivas e, graças a Deus, acho que estamos no caminho certo, trabalhando muito para que esse número vá crescendo em arrecadações para podermos atender às famílias e ninguém passe nem fome nem frio. Que a gente vença esse momento tão difícil de pandemia e as famílias possam progredir, avançar, se emancipar e viver cada dia melhor, nesta cidade que está ficando mais linda e mais bem habitável”, avalia ela.

Além das parcerias firmadas internamente, na esfera da Prefeitura, o Funsol conseguiu também apoio na iniciativa privada, seja na área cultural e de comunicação, com a live feita pela dupla sertaneja Chico Amado & Xodó e as ações da EPTV; seja entre instituições de ensino, comerciais e industriais, como as diversas empresas doadoras de cestas básicas.

Nesta época de frio, junto com a coleta de alimentos, o Funsol-Hortolândia também promove, até o dia 22 de setembro a “Campanha do Agasalho”. A iniciativa, realizada no âmbito estadual pelo FUSSP (Fundo Social de São Paulo), visa arrecadar cobertores e agasalhos novos e usados, em bom estado, para doar a pessoas em vulnerabilidade social. 

Graças à parceria firmada com o Unasp (Centro Universitário Adventista de São Paulo), a higienização de todos os cobertores usados coletados na campanha é feita por voluntários da instituição de ensino superior.

Entre os pontos de coleta estão o Paço Municipal Palácio das Águas, a Câmara Municipal e a sede do Funsol, localizada na Rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro. O novo telefone da instituição, que é vinculada à Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, é 3819-1005.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorPrefeitura de Hortolândia realiza vacinação contra a COVID-19, neste sábado (19/06)
Próximo artigo2 VAGAS vaga(s) abertas para ESTAGIO ENGENHARIA CIVIL para trabalhar em Hortolândia