12 de julho de 2024
Nossa Cidade

Larvas do mosquito transmissor da dengue ainda são encontradas em imóveis de Hortolândia

dengue

Hortolândia segue vigilante na luta contra a Dengue e o Aedes aegypti, realizando a Análise de Densidade Larvária (ADL). A ação começou hoje (24) e envolve a contagem de larvas do mosquito em imóveis da cidade.

Essa contagem é feita durante visitas dos agentes da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) da Secretaria de Saúde. A ADL é essencial para orientar as estratégias do município no combate ao Aedes aegypti e na prevenção de doenças como Dengue, Chikungunya e Zika.

Os agentes inspecionam casas para encontrar e eliminar larvas e criadouros do mosquito. Segundo Evandro Alves Cardoso, veterinário da UVZ, a ADL é realizada por amostragem, visitando aproximadamente 600 imóveis em cada uma das cinco regiões da cidade, totalizando 3.000 imóveis. Os quarteirões a serem vistoriados são selecionados por sorteio, e a previsão é concluir a ADL em 15 dias.

Detalhes sobre as visitas para buscar larvas do mosquito transmissor da dengue

Durante as visitas, as equipes recolhem, identificam e contabilizam as larvas para calcular o Índice de Breteau, que indica a quantidade de larvas encontradas. O índice é categorizado em três níveis: baixo (0 a 1), médio (1 a 4) e alto (acima de 4).

A ADL é realizada três vezes ao ano: em janeiro, julho e outubro. Em janeiro deste ano, o índice foi 7,2, considerado alto, o que era esperado devido ao verão, período de maior atividade do Aedes aegypti.

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98