Você é fã da cantora e compositora Marina Lima? A artista é a atração desta semana do projeto online “Bate-papo de cinema”, realizado pelo Ponto MIS (Museu da Imagem e do Som) em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. O projeto exibirá o documentário “Uma Garota Chamada Marina”. O longa-metragem ficará disponível a partir das 11h desta quinta-feira (10/06) até o sábado (12/06). Para assisti-lo, é necessário fazer inscrição por meio deste LINK.

O projeto também promoverá no sábado, às 18h, um bate-papo ao vivo sobre o documentário. O debate contará com as participações da própria Marina Lima e do idealizador do festival MixBrasil de Cultura da Diversidade, André Fischer. A mediação do bate-papo será da roteirista e diretora, Giuliana Monteiro. O público poderá assistir o bate-papo no canal do YouTube do Ponto MIS. O bate-papo terá interpretação em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para deficientes auditivos.

O documentário “Uma Garota Chamada Marina” retrata a trajetória artística de Marina Lima. O filme mostra imagens inéditas do acervo pessoal da cantora, registros de ensaios, gravações de discos e shows. Uma das principais artistas da música brasileira, Marina Lima já tem mais de 40 anos de carreira, com várias músicas conhecidas, como “Fullgás”, “Pra Começar”, “À Francesa”, “Eu Te Amo Você” e “O Chamado”. Com mais de 20 discos já lançados, a artista mescla influências de MPB, pop, bossa nova, rock e música eletrônica. Em 2012, lançou seu primeiro livro, “Maneira de Ser”. Neste ano, a artista lançou o EP “Motim”, com quatro músicas, e disponibilizou gratuitamente em seu site o songbook “Música e Letra”, que compila as letras e as partituras de todas as músicas que elá já gravou.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia