Connect with us

Nossa Cidade

Atividades relacionadas ao Mês da Mulher reuniram mais de 3 mil pessoas em Hortolândia

Publicado

em

Balanço foi divulgado pelo Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as MulheresA Prefeitura de Hortolândia promoveu ao longo do mês de março uma série de atividades para celebrar o Dia Internacional da Mulher. A programação mobilizou diversas secretarias municipais e, de acordo com balanço divulgado pelo Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, mais de 3 mil pessoas participaram das atividades.

De acordo com a chefe do Setor de Políticas Públicas para Mulheres, Jacyra Souza, as ações de celebração do “Mês da Mulher” começaram no dia 1° de março com a iluminação ornamental em tons rosa na Ponte da Esperança (Estaiada). A iluminação alusiva ao mês da mulher permaneceu de forma permanente para marcar o mês. Além disso, os portais das avenidas São Francisco e Thereza Ana Cecon Breda apresentaram mensagens alusivas à programação e os ônibus municipais receberam cartazes em homenagem ao Mês da Mulher. “Essas manifestações, realizadas em pontos estratégicos e de grande movimento foram importantes para marcar o período, que teve ainda muitas atividades com a maciça participação do coletivo feminino”, destacou Jacyra.

As secretarias municipais organizaram uma série de atividades convidando a comunidade feminina a uma participação mais efetiva nas ações e no desenvolvimento de políticas públicas. “Março, historicamente, é o mês onde intensificamos as reflexões sobre a vida da mulher na sociedade, pressupondo tomada de posição ética de busca por relações humanas e de direitos iguais. Para tal, é preciso um exercício muitas vezes de paciência para desconstruir o que está solidificado por uma cultura violenta, machista e de dissabores. Foi com o compromisso de contribuir na construção da nova pessoa humana, sem preconceitos e sem violência, que buscamos olhar com carinho para as questões que interferem nas relações harmoniosas e de forma diversas. Para isso realizamos rodas de conversas, exibição de vídeos, palestras etc. O trabalho refletiu amplamente em relação às conquistas das mulheres, bem como, os desafios que se tem pela frente, sobretudo agora que iniciamos o período pós pandêmico”, explicou a diretora de Direitos Humanos, Marlene Batista.

“As atividades alusivas ao mês da mulher contaram com apoio das escolas, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e ONGs (Organizações Não Governamentais). Foi um trabalho árduo e gratificante pelo fato de ter sido desenvolvido em parceria com tanta gente boa. Isso possibilitou que as ações pudessem chegar a mais de 3 mil mulheres e meninas de diversos bairros de Hortolândia. O mês termina deixando para todas a certeza de que a luta é grande, mais se torna menos penosa quando se realiza em conjunto”, finalizou Marlene.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Viveiro Municipal da Prefeitura recebe visita de grupo de desbravadores

Publicado

em

Cerca de 140 crianças e adolescentes aprenderam como é feita a produção de mudas de plantas pelo órgão

Conscientizar as novas gerações sobre a importância do desenvolvimento sustentável para garantir vida saudável à cidade. Foi com esse objetivo que o Viveiro Municipal Antonio da Costa Santos, órgão da Prefeitura de Hortolândia, recebeu a visita de um grupo de desbravadores da Igreja Unasp, formado por 140 crianças e adolescentes, no domingo (22/05).  

Na visita monitorada, os desbravadores conheceram o espaço e aprenderam como é a produção de mudas de plantas feita pelo viveiro e que são distribuídas gratuitamente para a população. A secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira, ainda explicou para os visitantes os demais trabalhos realizados pelo órgão, como o reaproveitamento de restos de madeira recolhidos nos serviços de poda e corte de árvore feitos na cidade. Esse material é usado na confecção de bancos e mesas que são instalados em praças e espaços públicos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura entrega na próxima quinta-feira (26/05) DDM de Hortolândia

Publicado

em

Antigo sonho do município, delegacia disponibilizará atendimento diferenciado para as mulheres vítimas de violênciaA Prefeitura de Hortolândia, em parceria com o Governo do Estado, entrega na próxima quinta-feira (26/05), a partir das 16h30, as instalações da primeira DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) do município. Localizado na rua Benedicta Pires de Assis, 88, bairro Remanso Campineiro, o espaço passou por reforma e adequações internas solicitadas pelo Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

A Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade. Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba.

Apesar de Hortolândia contar com mais de 234 mil habitantes, o município ainda não disponibiliza atendimento diferenciado para mulheres vítimas de violência. As denúncias de estupro, ou violência doméstica, por exemplo, são registradas nos Plantões Policiais ou distritos policiais da cidade.

Segundo o prefeito José Nazareno Zezé Gomes, a conquista da DDM para Hortolândia é uma grande vitória para as mulheres hortolandenses. Ele recordou que em 2016, o então deputado estadual Angelo Perugini havia protocolado junto ao Governo do Estado de São Paulo o pedido de criação da delegacia especializada para as mulheres. “O meu amigo e saudoso prefeito Perugini, quando ocupou a cadeira de deputado estadual, havia plantado em 2016 uma semente e, face a toda essa luta e trabalho, sem esquecer da fé, alcançamos agora em 2022 esse grande objetivo. A partir do momento que o Governo do Estado lançou o decreto, confirmando a DDM, nós já buscamos um local adequado para a sua implantação. O prédio ficou muito bom e atenderá as necessidades da Polícia Civil”, explicou o prefeito hortolandense.

No último ano, o CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Debora Regina Leme dos Santos”, de Hortolândia, registrou o triste recorde de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. Em 2021 foram registrados 660 atendimentos, um aumento de 50% em relação a 2020, quando foram anotadas 440 denúncias. Deste total, 421 casos terminaram na concessão de medidas protetivas de urgência, ação prevista pela Lei Maria da Penha (n° 11.340, de 7 de agosto e 2006).

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Conhece o primeiro bairro planejado de Hortolândia? Confira:

Publicado

em

vilaVerde

O loteamento Jardim Vila Verde é o primeiro bairro planejado de Hortolândia. Com infraestrutura completa e já está 100% liberado para construções.

Com uma localização estratégica, próximo ao centro e a faculdade Adventista UNASP.

Não perca a chance de viver bem e perto de tudo que você precisa!
Venha para o Jardim Vila Verde
Temos poucas unidades disponíveis!

Telefone para contato: (19) 98921-6368

Stand de vendas no loteamento:
Rua: Antônio Caetano Junior (próximo ao número 20) Bairro Adventista Campineiro – Hortolândia/SP

Jardim Vila Verde – A felicidade mora aqui – Clique aqui e entre em contato com a gente

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares