Connect with us

Nossa Cidade

Aproveitamento integral de alimentos é ensinado a entidades em oficina

Publicado

em

 

O Banco de Alimentos da Prefeitura, órgão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, promoveu, na manhã desta quarta-feira (26/06), no Parque Odimar, mais uma Oficina de Aproveitamento Integral de Alimentos. Desta vez, a formação foi voltada a representantes das entidades sociais beneficiadas pela instituição. O curso foi ministrado pela nutricionista Manuela Regina Caumo, do Departamento de Segurança Alimentar, Nutricional e Abastecimento.

Os 25 participantes tiveram a oportunidade de aprender duas receitas saudáveis e sustentáveis (veja abaixo): suco de abóbora com limão e bolo de banana com cascas. O curso teve aproximadamente duas horas de duração.

Além de mensalmente distribuir alimentos a pessoas em vulnerabilidade social no município, o Departamento de Segurança Alimentar, Nutricional e Abastecimento tem outra tarefa igualmente importante: promover oficinas e cursos em que abordam o tema do desperdício de alimentos entre a população em geral, a compra e a produção conscientes, assim como o aproveitamento alimentar como um todo. “A segurança alimentar tem a ver com a alimentação em quantidade e em qualidade. Por isso, uma das nossas tarefas é esta reeducação da população”, afirma a nutricionista. 

Atualmente, o Banco de Alimentos beneficia 3.500 pessoas em vulnerabilidade social, atendidas em 28 entidades sociais do município. Periodicamente, oferece cursos de aproveitamento integral dos alimentos, abertos à comunidade.

Almoço junino

Outra ação promovida pela equipe do Departamento de Segurança Alimentar, Nutricional e Abastecimento foi o almoço junino, realizado na Cozinha Comunitária, no Jd. Novo Ângulo, no último dia 19 deste mês. No cardápio: arroz, feijão, polenta com carne moída, milho cozido, chicória refogada, salada de alface e, como sobremesa, canjica doce.

Aprenda abaixo a fazer as receitas ensinadas na oficina:

BOLO DE BANANA COM CASCA

Ingredientes:

Modo de preparo:

Bata em um liquidificador por 2 minutos os ovos, o açúcar, o óleo, o leite, as bananas com casca e a canela. Enquanto isso, a parte em uma vasilha, misture a farinha de trigo com o fermento em pó e adicione a mistura do liquidificador. Asse em forma untada e enfarinhada, em forno quente, por aproximadamente 25 minutos (a 230ºC)

Após assado, salpique o bolo com as 2 colheres de açúcar e 1 colher de canela misturados.

 

SUCO DE ABOBORA COM LIMÃO

Ingredientes:

Modo de preparo:

Bata a abóbora no liquidificador, passe na peneira, volte para o liquidificador, coloque açúcar ou adoçante, gelo e o limão e bata novamente. Sirva gelado. Pode ser adoçado com mel.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Confira as previsão do tempo para o fim de semana

Publicado

em

Previsao Tempo

Previsão do tempo aponta que o sábado (13), amanhece com temperaturas amenas, com mínimas em torno de 10ºC. Sob condição de predomínio de sol, as temperaturas ao longo do dia sobem mais, e a máxima está prevista em 26ºC, e a umidade relativa do ar volta a baixar, assumindo valor mínimo em torno de 30%.

O domingo (14), segue sob previsão de predomínio de sol, baixa umidade relativa do ar, e temperaturas mais elevadas: mínima prevista em 13ºC e máxima em 28ºC.

O começo da próxima semana segue com tempo firme, seco e relativamente quente. Há indicativos de chuva a partir de algum momento entre a próxima quarta e sexta-feira, mas os detalhes ainda contam com um elevado grau de incerteza. 

Continue Lendo

Nossa Cidade

Cobrança pelo serviço de manejo dos resíduos sólidos é revogada em Hortolândia

Publicado

em

Poder Executivo aperfeiçoará a proposta para cumprir em 2023 o Marco Legal do Saneamento Básico, uma exigência do Governo FederalO prefeito José Nazareno Zezé Gomes revogou nesta sexta-feira (12/08) a Lei Municipal que prevê a cobrança do serviço público de manejo de resíduos sólidos urbanos, chamada “taxa do lixo”,  uma exigência da Lei Federal n° 14.026 que estabelece o “Marco Legal do Saneamento Básico” no Brasil. Zezé Gomes, que participou de entrevista coletiva, afirmou que houve um erro de avaliação por parte da equipe e que a cobrança será reavaliada, especialmente por conta do momento econômico vivido pelo País. “O Marco Legal do Saneamento Básico é uma exigência federal e o seu não cumprimento pode acarretar problemas no repasse de recursos federais e de emendas de deputados. Além disso, como prefeito, posso sofrer processo de improbidade administrativa por meio da Lei de Responsabilidade Fiscal. Apesar disso tudo, faltou sensibilidade neste momento onde pessoas em situação de vulnerabilidade estão sobrevivendo com programas de transferência de renda. Revogamos a lei e faremos uma nova redação para que possamos realizar uma cobrança mais justa, a partir de 2023”, declarou o prefeito.

A decisão de revogar a lei também foi apresentada, durante reunião, junto com os vereadores hortolandenses. “Convidamos os vereadores a participar dessa reunião, onde realizamos um diálogo franco. Dentro dos próximos dias, encaminharemos uma nova proposta de lei para que seja avaliada pelos parlamentares e, que assim, possamos realizar uma cobrança que faça justiça fiscal, com implementação a partir de 2023”, explicou Zezé Gomes.

Em relação aos pagamentos já efetuados, o prefeito explicou que o contribuinte pode solicitar o ressarcimento do valor pago ou usar o crédito para quitar tributos futuros. “Cerca de 2 mil contribuintes já efetuaram o pagamento e eles podem fazer essa opção: ressarcir o valor ou utilizar o crédito para outro tributo municipal”, destacou.

O Marco Legal do Saneamento Básico, instituído pelo Governo Federal em 2020, exige aos mais de 5 mil municípios brasileiros a cobrança do serviço de manejo dos resíduos sólidos. A cobrança tem por meta garantir às cidades uma boa saúde financeira, não comprometendo a capacidade de investimentos públicos nas mais diversas áreas, como saúde, educação e segurança pública.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Taxa do lixo é revogada pelo prefeito de Hortolândia

Publicado

em

coleta Lixo

Em anúncio feito nesta sexta-feira (12) em coletiva de imprensa, o prefeito de Hortolândia, Zezé Gomes, informou que a taxa do lixo foi revogada.

O prefeito ainda disse que as pessoas que já pagaram a taxa, terão desconto no IPTU 2023, ou poderão solicitar o estorno, a forma do estorno não vou explicada.

A Prefeitura de Hortolândia iniciou nesta semana o encaminhamento das 68.481 guias de pagamento da cobrança do serviço público de manejo de resíduos sólidos urbanos, o Prefeito recomendou para quem recebeu o boleto, que nao pague.

A implantação da cobrança é uma exigência do Governo Federal, que instalou a Lei n° 14.026, conhecida como “Marco Legal do Saneamento Básico”, sancionada no dia 15 de julho de 2020, que obriga os municípios a implantar a tarifa.

Continue Lendo

Populares