16 de julho de 2024
Nossa Cidade

Alunos da EJA contam histórias de vida em livro

Objetivo da publicação, lançada nesta quinta-feira (22/08), é premiar o esforço dos alunos que voltam à escola e estimular o processo de ensino-aprendizado

Lançamento: Livro Histórias de vida - Alunos EJA Hortolândia

“Eu nasci em Monte Mor e lá morei até 19 anos. Que saudade do meu tempo de criança. No sítio onde morávamos tinha um enorme pomar com vários tipos de fruta, lá eu e mais cinco irmãos passávamos a maior parte do dia brincando e comendo frutas, direto do pé. Não tem nada igual! […] Comecei a estudar em uma escola que havia no sítio vizinho, pois não dava para estudar na cidade, eram mais ou menos uns cinco quilômetros de distância. […] Aos doze anos comecei a trabalhar na cidade como empregada doméstica e meu pai não deixava eu estudar à noite, portanto, parei de estudar. Conheci meu esposo e constitui uma linda família. Moro há 20 anos em Hortolândia e só agora estou concluindo o ensino fundamental. Estou realizando meu sonho, pretendo terminar o ensino médio e fazer um curso técnico. Essa é minha história de vida”. O relato, de Nivalda Lúcia Pereira Silva, aluna da 7ª série A da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Caio Fernando Gomes Pereira, publicado no livro “Histórias de Vida”, organizado pela Secretaria de Educação, ilustra bem a proposta da Prefeitura de Hortolândia com a publicação. Trazer à luz histórias de pessoas comuns, que, por variados motivos, se afastaram da escola e, agora, encontram na EJA (Educação de Jovens e Adultos) a oportunidade de crescer e trilhar novos caminhos, pessoais e profissionais.

A publicação de 48 páginas, contendo 56 relatos de fatos marcantes na vida de estudantes da EJA nesta unidade escolar do Jardim Nossa Senhora Auxiliadora, foi lançada nesta quinta-feira (22/08), na própria escola. A cerimônia contou com a presença dos autores e seus convidados, além da secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira, e diretores da pasta. Esta é a 6ª publicação da Prefeitura com relatos de jovens e adultos.

Após o lançamento, a publicação será distribuída entre a comunidade escolar, sobretudo nas turmas da EJA. Na rede municipal, a Educação de Jovens e Adultos é oferecida há 22 anos, desde a emancipação do município. Acontece em cinco núcleos, envolvendo 658 matriculados, pessoas entre 15 e 80 anos, que cursam da 1ª à 8ª série do Ensino Fundamental. Na Emef Caio Fernando, há atualmente cinco salas e 120 matriculados. O objetivo desta modalidade de ensino é ampliar as possibilidades de acesso ao mercado de trabalho e garantir formação educacional a jovens e adultos que não tiveram a oportunidade de frequentar o ensino básico na época prevista.

“A publicação é um incentivo ao trabalho que docentes e gestores vêm realizando nas turmas da EJA, a fim de desenvolver a leitura e escrita entre estes alunos e surjam estes relatos que fazem parte da vida deles”, afirma a diretora de Ensino Fundamental, Kelly Harumi Lírio Tamashiro.

“A produção aconteceu por meio da leitura de outras obras já consagradas. É um trabalho de releitura, um refazer, que estimula a imaginação e a realização de novas leituras, bem como a busca de vagas na EJA”, afirma a assistente de direção da EJA na escola, Roberta Morais Diniz, que assina um dos textos de apresentação do trabalho. “A publicação serve de estímulo, motivação e prêmio. É um trabalho que envolve toda a EJA. Eles participam com prazer. São histórias que contam a própria vida deles, resgatando a auto-estima destes alunos que estavam longe da escola em razão do trabalho, de mudanças. Este processo faz com que eles acreditem em si e dá motivação para que continuem a estudar”, acrescenta.

“Os principais objetivos ao se produzir o livro são resgatar a memória e motivar a produção de texto através do relato. O aluno da EJA tem uma larga experiência de vida que pode e deve ser compartilhada e aproveitada para facilitar a aprendizagem”, explica Maria Elaine Lazarini Parpinelli, professora que organizou o livro. “Os relatos dos alunos são emoção pura, pois eles colocam o que realmente viveram e sentiram. O trabalho de relatos se inicia com a leitura e o estudo de textos de autores consagrados que contam fases de suas vidas. Um dos autores é Fernando Sabino. Lemos alguns capítulos do livro ‘Menino no espelho’. A partir deste estudo o aluno também busca em sua memória fatos que foram marcantes em sua vida. Acredito que a publicação do texto do aluno no livro colabora para que ele aprenda mais e melhor, além de promover a sua auto estima”, complementa.

Lançamento emociona autores e gestores

“É uma noite festiva e estou muito feliz. Este livro traz um pouquinho da história de cada um, com emoção, sentimentos e muita sensibilidade. Eu me emocionei ao ler os textos”, revelou a secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira. Durante a cerimônia de lançamento, Maria Elaine também se emocionou. “É um dia especial. Quero agradecer à Secretaria de Educação por apoiar este trabalho e aos alunos que todas as noites fazem a diferença nesta escola”, afirmou.

“É uma sensação maravilhosa ver seu texto publicado. Saber que as pessoas vão ler e este livro vai ficar na história da gente, da escola e da cidade”, confessa Joyce Fernanda dos Santos Claudini, aluna da 7ª série A e autora do texto “Meus momentos”. “Apesar de parecer simples, este livro é muito importante para a gente. Somos os autores de nossa história”, afirma Nivalda Lúcia Pereira Silva, autora do texto “Doce infância”. “Contei uma parte da minha história, que começou no Pernambuco e chegou em Hortolândia e vai ficar neste livro para ser contada para meus amigos, filhos e até os netos”, diz, emocionado, Silvio Pedro Canário, aluno da 6ª série A e autor do texto “Jesus”.

Confira a relação de escolas que oferecem a EJA/2013:

Emef Jardim Amanda I (CAIC)
EJA II (4 salas ) / EJA I (2 salas)
Av. Graciliano Ramos, 698, Jd. Amanda II, f. 38976055/ 38653462

Emef Jardim Sumarezinho
EJA II (4 salas) / EJA I (1 sala)
Rua Lealdo José dos Santos, 170, Jd. Sumarezinho, f. 38092010

Emef Boa Esperança
EJA II (4 salas) / EJA I (1 sala)
Rua 14, 400, Jd. Boa Esperança, f. 39099033/ 39099050

Emef Caio Fernando Gomes Pereira
EJA II (4 salas ) / EJA I (1 salas)
Rua Aurora P. Tanachi, 995, Jd. Nossa Senhora Auxiliadora, f. 38196093 / 38196057

Emef Marleciene P. Presta Bonfim
EJA II (4 salas) / EJA I (1 sala)
Rua Maria de Lourdes C. Cancian, 92, Remanso Campineiro, f. 38652844 / 38974175

OBS: Para o 1º semestre letivo, as matrículas são feitas em novembro e para o 2º semestre, em junho. A divulgação se dá através de carro de som, cartazes e panfletos.

Veja também a lista de publicações:

“Histórias de Vida”, da Emef Sumarezinho, em 2008
“Histórias de Vida”: Entre alunos da EJA: partilhadas, sentidas, narradas, da Emef Sumarezinho, em 2010
“Minha História, Minha Vida”, da Emef Nova Hortolândia (2010);
“Minha História, Minha Vida”: as histórias que constroem a história da EJA de Hortolândia, da Emef Jardim Amanda I (CAIC), em 2010
“Histórias com Sabor”, do projeto Interaja, em 2011
“Histórias de Vida”, da Emef Caio Fernando/ Nova Hortolândia, em 2013

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98