Connect with us

Nossa Cidade

Alunas da rede municipal estão na semifinal do concurso EPTV na Escola

Publicado

em

 

Duas alunas da rede municipal de ensino de Hortolândia foram classificadas para a etapa semifinal do concurso EPTV na Escola, promovido pela afiliada da Rede Globo em Campinas: Danielle dos Santos Chagas, da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Agenor Miranda da Silva, na região da Taquara Branca, e Cláudia Maria Gomes da Silva, que concluiu a EJA (Educação de Jovens e Adultos), no último semestre, na Emef Profª Marleciene Priscila Presta Bonfim. Nesta segunda-feira (03/09), as estudantes participaram de uma visita à emissora, onde conheceram os bastidores do telejornalismo regional.

Com o tema “Minha vocação e o propósito de minha vida”, alunos do 9º ano do Ensino Fundamental – Ciclo II de escolas públicas municipais e estaduais, colégios particulares e do Sesi (Serviço Social da Indústria) fizeram redações que foram avaliadas por uma comissão do Centro de Formação dos Profissionais em Educação Paulo Freire, órgão da Prefeitura de Hortolândia, e pela Diretoria Regional de Ensino de Sumaré. Ao todo, 30 estudantes da cidade foram selecionados para a próxima fase, que inicia em setembro.

A aluna Danielle, estudante da Emef Agenor, tem 13 anos e participa, pela primeira vez, de um concurso de redação. “Eu gosto muito de ler e escrever e acredito que isso colaborou para que eu me saísse bem no concurso”, explica. Sobre o tema da redação neste ano, Danielle diz que achou difícil, mas que o suporte que teve em sala de aula foi fundamental para o desenvolvimento do texto. “Eu escrevi sobre o processo de autoconhecimento que é necessário para que uma pessoa descubra qual sua vocação. Eu ainda não sei qual a minha, mas procuro meditar sobre as minhas atitudes do dia a dia em busca de me conhecer melhor. Assim, vou saber usar uma vocação de forma positiva”, descreve.

A oferta de educação pública para alunos do Ensino Fundamental – Ciclo II é atribuição do Governo Estadual. Por esta razão, em Hortolândia apenas a Emef Agenor Miranda da Silva tem salas de aula do 6º ao 9º ano. A EJA, por sua vez, oferece educação para pessoas maiores de 16 anos, até o 9ª ano do Ensino Fundamental. De acordo com o coordenador do Ensino Fundamental e EJA da Prefeitura de Hortolândia, a redação das duas alunas da rede municipal e dos demais semifinalistas, inclusive dos outros municípios da área de cobertura da EPTV, serão avaliadas por uma comissão da própria emissora.

Dez textos vão para final do concurso, que deve acontecer em 22 de novembro. Os vencedores participarão da produção de uma série de reportagens que serão exibidas na televisão. Além disso, há prêmios para os dez finalistas e seus professores, e para o diretor e para a escola do vencedor do concurso.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Campeonatos Infantil e Mirim começam no dia 20

Publicado

em

Oito equipes disputam competição, que neste ano permitirá inscrição de meninas

Após a realização do congresso técnico, a Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Esporte, definiu os grupos (ver abaixo) e a fórmula de disputa do campeonato de futebol das categorias Infantil (nascidos em 2007 e 2008) e Mirim (nascidos em 2009 e 2010).

A competição começa no sábado (20/08) com previsão de encerramento no dia 24 de setembro. Pela categoria Mirim, as partidas são disputadas em dois tempos de 25 minutos cada, enquanto no Infantil os jogos durarão dois tempos de 30 minutos. De acordo com a Secretaria de Esporte, neste ano, o diferencial será a permissão para a inscrição de meninas nos times que disputarão o campeonato.

A competição será disputada por oito times que serão divididos em dois grupos com quatro equipes em cada um. Os times jogarão entre si, dentro do próprio grupo. Ao final da primeira fase, o líder de cada grupo já está classificado automaticamente para as semifinais. Já as equipes que terminarem em segundo e terceiro na classificação, respectivamente, disputam as outras duas vagas para a semifinal. “Na próxima semana mais uma etapa do futebol de Hortolândia será iniciada com a disputa das categorias Infantil e Mirim. Estes jovens que sonham em ser jogador de futebol estarão mostrando o talento nos campos e, acima de tudo, se divertindo. O esporte é um importante meio de construir amizades e promover a inclusão social”, comenta o secretário de Esporte, Gléguer Zorzin.

Confira os grupos das categorias Infantil e Mirim

GRUPO A: Bola de Ouro, Ases de Ouro, Projeto Revolução Esmeralda e Raça Sport

GRUPO B: Audax, Projeto Águia, Projeto Hortolândia e Canarinho

Calendário do futebol recheado

O calendário do futebol em Hortolândia está cheio de torneios até o final deste ano. No momento, acontecem as disputas da fase final da primeira e segunda divisões  do Campeonato Amador e das categorias Master e Super Master.  Em outubro, a previsão é de início das competições nas categorias Veterano (jogadores à partir dos 35 anos de idade) e da terceira divisão do Campeonato Amador. Para fechar o calendário do futebol 2022 em Hortolândia, em novembro, devem acontecer as disputas das categorias Juniores (19 e 20 anos) e Juvenil (16 e 18 anos).

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura instala guarda-corpo e intensifica concretagem de calçada na Ponte do Morete

Publicado

em

Local recebe grande fluxo de pessoas e veículos e faz a ligação de duas regiões de Hortolândia

A revitalização realizada por equipes da Prefeitura de Hortolândia na ponte localizada na avenida João Coelho, na região do Jardim Nossa Senhora de Fátima, conhecida como Ponte do Morete continua intensificada. Diversas ações de melhorias acontecem no local desde o início do mês. Agora, paralelo a concretagem da calçada, a Administração Municipal instala guarda-corpo, proteção de ferro com o objetivo de evitar quedas. A Ponte do Morete é uma importante ligação da região do Fátima até o Jardim Sumarezinho e outros bairros do lado oposto da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101).

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, além da concretagem da calçada e da instalação do guardo-corpo, outras ações na estrutura da ponte, que vão desde a instalação de novos gradis de proteção, maiores, para facilitar a travessia de pedestres até o reforço da pintura, nivelamento do asfalto, poda do mato e do galho das árvores em uma área verde sob a ponte e a Operação Tapa-Buraco já aconteceram. “A ponte recebe um grande fluxo de veículos e pedestres para acessar diferentes locais da cidade. Por isso, a realização destes serviços é importante, em diversos aspectos, para a população. Todos estes trabalhos tem o objetivo de evitar acidentes e danos à veículos. Os trabalhos continuam nos próximos dias”, explica o secretário adjunto de Serviços Urbanos, Marcos Panício, o Mercadão.

 

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Pontos MIS realiza oficina on-line sobre o cineasta Eduardo Coutinho

Publicado

em

Atividade será nos dias 23, 24 e 25 deste mês, das 19h às 21h

Na história do cinema brasileiro, Eduardo Coutinho (foto) é um considerado um dos principais documentaristas. Para a crítica, sua obra prima é “Cabra marcado para morrer”, de 1984. O cineasta é o tema da oficina on-line “Eduardo Coutinho: o documentarista do povo”, realizada pelo Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) e a Prefeitura de Hortolândia. A oficina está com inscrições abertas por meio deste LINK. A atividade acontecerá nos dias 23, 24 e 25 deste mês, das 19h às 21h.

A oficina abordará a vida, a obra e a carreira do cineasta. Coutinho buscou mostrar pessoas simples, enfatizando suas histórias, característica que o tornou referência em documentário. Por isso, a oficina também destacará o método e o processo criativo do cineasta, bem como aspectos importantes de sua filmografia. A atividade será ministrada pela professora Nathalie Hornhardt. A profissional tem extensa atuação nas áreas de rádio, televisão e internet, além de também ser atriz e roteirista. É integrante do grupo de pesquisa “Juvenália: questões estéticas, geracionais, raciais e de gênero na comunicação e no consumo”. É autora do livro “Quando o Santo é forte: uma discussão sobre a insuficiência humana no documentário de Eduardo Coutinho”.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares