A ACIAH (Associação Comercial, Industrial e Agropecuário de Hortolândia) pediu urgência para que o acordo entre o Sindcomerciários e o SindVarejistas seja realizado. Segundo a ACIAH, o impasse entre os sindicatos está prejudicando o comércio de Hortolândia, devido ao fato dos comerciantes serem obrigados a assinarem um documento para conseguir abrir seus comércios durante feriados.

Considerando que a Convenção Coletiva 2016/2017 expirou no dia 31/08/2017, o SindiVarejista de Campinas e Região apresentou a seguinte proposta: reajuste de 1,73%, mais abono de R$ 300,00. O Sincomerciários de Sumaré e Hortolândia não concorda, onde está tendo o impasse de ambas com o reajuste proposto.

A ACIAH se reuniu com o sindicato dos empregados, o Sincomerciários de Sumaré e Hortolândia, no dia 14 de novembro, no intuito de que o comércio não “pague” com o impasse com os sindicatos, onde foi informado da proibição da abertura do comércio aos feriados enquanto o acordo entre as partes não for assinado.

O empresário que decidir abrir seu estabelecimento no feriado de 20 de novembro, terá que assinar individualmente um acordo com o sindicato dos empregados, aceitando os termos do para convenção 2017/2018. A ACIAH não concorda com essa norma de que obrigue o comércio a assinar individualmente um acordo para poder abrir nos feriados.

Artigo anteriorTemporal deixa vários bairros sem telefone em Hortolândia
Próximo artigoTemporal obriga cancelamento do Beerland Festival no Parque D. Pedro Shopping