Connect with us

Esportes

Votuporanguense é semifinalista do Campeonato Paulista série A3 e Hortolandense Diego Cope é destaque na diretoria do time

Publicado

em

Equipe conta com a melhor campanha da competição e enfrentará o Primavera nas semifinais na busca pelo acesso

O hortolandense de coração Diego Kuhl Cope faz parte da diretoria do time semifinalista do Campeonato Paulista da série A3, o CAV (Clube Atlético Votuporanguense). A equipe que conta com a melhor campanha da competição, venceu o Marília, ontem (31/05), nas quartas de finais. O resultado agregado ficou em 4 a 2 (jogo de ida 2 a 0 e jogo de volta 2 a 1).

O diretor executivo do time, Diego Cope, chegou ao time no início de janeiro deste ano e teve a responsabilidade de montar um elenco forte e de qualidade, na busca do acesso da “Pantera Alvinegra” para a série A2 do Paulistão. Desde quando assumiu, prometeu um time aguerrido, e com uma equipe que valoriza a base e a mescla com a experiência.

“Minha missão foi ajudar a montar um elenco que valorizasse a base e os jogadores experientes, uma mescla que deu certo. Estamos em uma competição muito dura que exige muito dos atletas e conseguimos chegar no mata-mata. Agora é focar nas partidas finais em busca do acesso e consagrar nossa ótima fase”, disse Cope.

O diretor acredita que trabalhar a base é fundamental para o sucesso do clube. “Sempre gostei muito de trabalhar com os jovens talentos. Encontrei jogadores de muita qualidade e exploramos o máximo o potencial deles durante as partidas. Nosso foco é, além de conquistar o acesso, revelar novos talentos para o cenário do futebol”.

Diego Kuhl Cope iniciou sua trajetória como diretor de futebol em 2012, no time do Sev Hortolândia. Depois, Cope atuou nas categorias de base do Bragantino, logo após foi para o Desportivo Brasil. Em 2018, o diretor foi contratado para assumir o XV de Piracicaba. Outro desafio importante foi trabalhar ao lado de Roque Júnior na Ferroviária, onde estava fazendo análises de mercado e montagem de elenco para o Campeonato Paulista da primeira divisão. Antes do Votuporanguense, Cope trabalhou no MAC (Marília Atlético Clube).

Classificação

Na partida de ontem, que aconteceu na Arena Plínio Marin, em Votuporanga, o Marília abriu o placar com Gustavo Nescau. Ainda na primeira etapa, Guilherme Café e João Marcos viraram para o Votuporanguense.

O CAV enfrentará o Primavera, em Indaiatuba, na próxima quinta-feira (03/06), às 15h. O jogo de volta, em Votuporanga, será no domingo (06/06), às 15h. Com a conquista da última vitória, o CAV ficou com a melhor campanha da competição e jogará a segunda e decisiva partida pelo acesso à Série A2 em casa, além de ter a vantagem do empate no placar agregado.

No outro jogo das semifinais, o Nacional enfrentará o Linense na busca pelo acesso. O primeiro jogo será na quinta-feira (03/06), às 16h, e o último jogo será no domingo 06/,) às 15h.

Esportes

Aulas do Projeto Escolinhas Esportivas estão de volta

Publicado

em

nformações sobre vagas podem ser obtidas na Secretaria de Esportes e Lazer 

As aulas do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia já estão de volta. As atividades foram retomadas, nesta semana, de maneira gradual e consciente, obedecendo o Código Sanitário do Estado de São Paulo contra a disseminação do Coronavírus. De acordo com a Secretaria de Esportes e Lazer, a retomada das atividades esportivas foi possível por conta do alto índice de vacinação contra a doença na cidade. Nos espaços esportivos, serão atendidos alunos acima de 18 anos que estiverem completamente imunizados contra o Coronavírus há mais de 15 dias.

No caso dos alunos com menos de 18 anos, as turmas serão reduzidas: apenas 35% dos alunos poderão realizar a atividade. Serão disponibilizados mais horários para aulas e os coordenadores de cada espaço repassarão o novo cronograma aos alunos.  O protocolo de retomada deve ser cumprido por todos. Os coordenadores dos espaços esportivos são responsáveis por transmitir este protocolo aos alunos.

INFORMAÇÃO DE VAGAS

Segundo a Secretaria de Esportes e Lazer, todos os alunos matriculados antes da pandemia não perderão as vagas. A realização de matrículas também serão retomadas em ritmo gradual e com lista de espera. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (19) 39651400, no ramal 7409.

Continue Lendo

Esportes

Sesi-SP inaugura atividades de rugby para crianças e adolescentes em Campinas

Publicado

em

Nesta quinta-feira (16), acontecerá uma grande oficina de rugby para os alunos do Sesi Campinas – Santos Dumont. Ao todo, 928 crianças e adolescentes, alunos da unidade, poderão conhecer o esporte dentro de campo, com exercícios lúdicos e brincadeiras. No período de 16 a 28 deste mês, qualquer jovem interessado em experimentar o rugby pode se inscrever no curso regular, cujas aulas começam a partir do dia 29. 

Os atletas da seleção brasileira de rugby Lucas Abud, Bianca Silva, Cláudia Teles e Arthur Bergo participarão da oficina juntamente com atletas e representantes do Jequitibá Rugby, clube parceiro que trabalhará a modalidade na unidade e oferecerá todo suporte para a realização do curso regular no Sesi Santos Dumont, em Campinas.  

O evento marcará o início das atividades de rugby na unidade, que em 2021 contará com aulas gratuitas para a faixa etária de 11 a 14 anos, sempre às quartas-feiras. A intenção é que em 2022 as aulas sejam estendidas para as demais idades, abrangendo crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. 

Parceria – As atividades do Sesi Campinas fazem parte de um acordo firmado entre SESI-SP e Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), em julho passado. O rugby será desenvolvido em sete unidades de ensino. Em cada uma haverá um clube parceiro que trará os conhecimentos sobre treinamento e ensino da modalidade: Campinas/Jequitibá Rugby, Indaiatuba/Indaiatuba Tornados, Votorantim/Lechuza Rugby, Osasco/Poli Rugby, Jacareí/Jacareí Rugby, Taubaté/Taubaté Rugby e Tatuí/Rugby Tatuí. 

Além da disseminação nas unidades, o acordo prevê também capacitação de educadores físicos do Sesi-SP para o rugby e integração da área de Alto Rendimento da CBRu. As entidades pretendem aprimorar o trabalho que vêm realizando juntas no Centro de Referência em Ciências do Esporte do Sesi-SP (CRCE), buscando elaborar estudos aplicados ao alto rendimento do rugby, em áreas como nutrição e psicologia. 

Aulas gratuitas de rugby:
A partir de 29 de setembro de 2021
Local: campo gramado do Sesi Santos Dumont – Campinas
Público: 13 a 14 anos, às quartas-feiras, das 17:15 às 18:15; 11 a 12 anos, às quartas-feiras, das 18:15 às 19:15 

Inscrições:
De 16/09 a 28/09, na Secretaria do Centro de Atividades Sesi – com horário agendado: https://bit.ly/3hRQzT1
Qualquer criança e adolescente interessado no rugby. Não precisa ser aluno ou usuário Sesi-SP.
Mais informações: (19) 3765-9210 ou WhatsApp (19) 99611-2082 

Informações sobre atletas da seleção brasileira de rugby: 

  • Lucas Abud – Começou a jogar rugby em Campinas pelo Jequitibá. Teve passagens pelo SPAC, Villefranche (França) e atualmente joga pelo Poli Rugby. Faz parte do programa de alto rendimento da seleção brasileira desde 2012. 
  • Bianca Silva – Começou a jogar rugby através do projeto social “Rugby para Todos”, que atua em Paraisópolis – SP. Foi eleita pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro) a melhor atleta de rugby do país em 2018, por meio do Prêmio Brasil Olímpico. Faz parte do programa de alto rendimento da seleção brasileira desde 2013 e já conquistou três títulos sul-americanos com as Yaras, além de ter disputado oito etapas do World Rugby Sevens Series, dois qualificatórios para o circuito mundial e as olimpíadas de Tóquio 2021. 

     
  • Cláudia Teles – Claudinha, como é conhecida, começou a carreira no atletismo, mas aos 23 anos aceitou convite para migrar ao rugby. É medalhista panamericana e disputou os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. 

     
  • Arthur Bergo – Com passagens pelo SPAC e Utah Warriors (USA), Arthur Bergo integrou o elenco da seleção brasileira de rugby de sevens nas olimpíadas de verão Rio 2016, que ficou em 12º lugar. Atualmente integra a franquia brasileira Cobras Brasil XV e a seleção brasileira de XV, ambas gerenciadas pela CBRu. 
Continue Lendo

Esportes

Hortolândia prevê construção de Centro Municipal de Ginástica Rítmica

Publicado

em

Com o projeto em mãos, a ideia é buscar recursos junto aos deputados e senadores em Brasília para promover a construção da casa da ginástica hortolandense

Unir forças para garantir no futuro a construção de um Centro Municipal de Ginástica Rítmica em Hortolândia. Com esse objetivo o prefeito José Nazareno Zezé Gomes determinou a realização de um projeto executivo para a criação de um centro de excelência onde será a casa hortolandense da ginástica rítmica.


A decisão foi tomada nesta terça-feira (14/09) durante encontro do prefeito com as representantes da Associação de Mães da Ginástica Rítmica. A atividade contou ainda com a presença do secretário de esportes Wilson Amaral, dos vereadores Derli de Jesus Athanázio Bueno, Edivaldo Souza Araújo, Eduardo Lippaus e Valdecir Pereira, o Nego.


Durante a reunião, o prefeito Zezé Gomes destacou o novo olhar da Administração Municipal com o esporte local e afirmou que, com o projeto executivo em mãos, será possível buscar recursos junto aos deputados e senadores da República. “Em Hortolândia, o futebol é praticamente uma unanimidade e hoje temos o melhor campeonato amador da região. Mesmo a gente amando futebol, é importante termos um olhar para os outros esportes. Nosso objetivo é democratizar o acesso. Para tanto, estamos trabalhando junto com o jogador de futebol Gustavo Scarpa na construção de uma pista de skate de padrão internacional em nossa cidade. Recentemente, estivemos apoiando a nossa equipe de futsal e, também, a de basquete. Agora, temos que ter um olhar diferenciado para a nossa ginástica rítmica. Chegou a hora de ter um local para que a ginástica possa chamar de seu. Nossa Administração apoia a luta das mães das ginastas, uma associação organizada, e vamos desenvolver um projeto executivo para que possamos ter força e êxito nesta importante solicitação”, destacou Zezé.


O projeto de construção do futuro Centro Municipal de Ginástica Rítmica será desenvolvido para uma área de aproximadamente 7 mil metros quadrados, localizada na região do Jardim Adelaide, imediações do Parque da Fazenda Gazzetta, área que foi recentemente incorporada ao município. “No total, a área possui cerca de 12 mil metros quadrados. Desse total, cerca de 5 mil metros utilizaremos para a criação de mais um viveiro municipal de árvores e flores. Os 7 mil metros restantes podem ser utilizados para o desenvolvimento desse grande projeto, com direito a ginásio e estacionamento. Temos que pensar grande, num projeto adequado para o desenvolvimento desse lindo esporte”, explicou o prefeito.


As ideias apresentadas pelo prefeito hortolandense foram aprovadas pelas mães. Segundo Fabiana Rodrigues de Souza, a associação já vem mantendo tratativas com deputados federais para que o projeto de construção possa receber importantes emendas federais. “Nossa associação é organizada e já estamos trabalhando junto aos deputados federais. Ficamos muito felizes com o posicionamento do prefeito e a área apresentada é excelente. Sem dúvida é um primeiro passo, muito importante para que a ginástica de Hortolândia possa ter a sua casa”, destacou Fabiana. A Associação de Mães da Ginástica Rítmica foi representada ainda pelas mães Nacir Agnelo Silva Brito, Roseli de Oliveira de Sena, Thais Stoppa Ribeiro Batista e Vanusa Silva.


Os vereadores presentes manifestaram positivamente sobre o desenvolvimento do projeto e da possível localização do futuro Centro e se colocaram à disposição no sentido de buscar emendas parlamentares, em Brasília, para desenvolvimento deste projeto que deve elevar de patamar a ginástica rítmica hortolandense.  

Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares