A casa se enquadra no perfil BBB, de Bom, Bonito e Barato, levando em consideração sua categoria. É um lugar onde vários pratos são servidos generosamente, os ingredientes são de qualidade e os preços que já foram um pouco mais econômicos, acabam sendo atrativos principalmente para grupos. O ambiente rustico com decoração que remete a Ferrovia é informal mas aconchegante.

A localização, próxima a Rua Candido Gomide (antigo Campo da Mogiana) situa-se entre o Centro e Castelo.

Restaurante Estação Mogiana, portanto, uma ótima opção de carnes fora dos circuitos tradicionais como Marechal Carmona ou Cambuí. A dica fica por conta do prato Maria Fumaça em suas diversas opções de carnes. É uma especialidade que merece ser experimentado pelo menos uma vez. A picanha com alho é surpreendente e a salada de rúcula na minha opinião é uma das melhores de Campinas, ainda que o restaurante não seja conhecido como a casa que “inventou” este prato na cidade. Vale a pena ir tanto com a família como amigos. A questão de estacionamento é tranquila, com a presença de um bolsão próximo. O problema da casa nos últimos tempos é acomodar a procura. Já fui obrigado a procurar outros restaurantes em diversas oportunidades, pois é comum após o meio-dia de Domingo uma fila de espera com no minimo 1 hora de espera. Durante a noite e semana com menos movimento, isto é um pouco mais tranquilo.

Estação Mogiana
Tipo: Churrrascaria
Visita: 30/04/2015 – (Almoço) em grupo.
Nota: 9
Sobre William Chinelato:  36 anos, Geógrafo e Contador, marido da Natália e pai do Vincenzo, tem como hobby conhecer qualquer lugar que sirva boa comida. A opinião é meramente subjetiva e visa apenas ajudar com dicas aqueles que pretendem desbravar novos lugares para a fome de cada dia.
Artigo anteriorIrmãos adolescentes saem com moto furtada, tentam fugir da PM e acabam caindo
Próximo artigoJorge Bischoff: luxo e poder diante do altar
William Chinelato