Connect with us

TV, Cinema e Teatro

Grupo de atores de Campinas prepara sua estréia com peça sobre o cotidiano de casais

Publicado

em

Oito atores de Campinas e região decidiram levar adiante seus estudos sobre arte dramática e ingressar de vez no mercado artístico com sua própria produtora profissional, a Entreatos Produções Artísticas. Para começar a jornada eles recorreram a ajuda de Neto Villar, diretor e dramaturgo da Cia Teatral Oitonopalco que possui uma trajetória de mais de vinte anos de experiência dentro e fora da Cia.

E como primeiro espetáculo escolheram a comédia “Casa, Casais e Aiais”, uma peça que explora diversos momentos comuns a tantos pares amorosos, desde o flerte na balada, a conquista, depois da primeira vez na cama, até as alfinetadas trocadas na vida de casados. Tudo o que ocorre debaixo de um mesmo teto vira tema para criação das esquetes que são escritas pelo diretor Neto Villar e em alguns momentos até baseadas em experiências do próprio elenco.

No palco, diferentes times de atores se revezam e interpretam personagens variadas que conversam com a plateia em situações diversas com atmosfera intimista, brincando com a revelação de detalhes pessoais misturados a boas doses de ficção. Entre risadas e os suspiros apaixonados, o público se delicia a trilha sonora musical de Marisa Monte que teve algumas de suas canções escolhidas para intercalar e completar o sentido das cenas.

A Entreatos Produções Artísticas e o espetáculo “Casa, Casais e Aiais” têm sua estreia garantida em Campinas durante a “Campanha de Popularização do Teatro 2022”, contribuindo para a retomada do teatro na região e contando com a tradução simultânea em Libras pela “Escola Cultura Libras”, afim de proporcionar a democratização do acesso à cultura pela comunidade surda. “A meta é circular com o espetáculo por toda região de Campinas, Baixa, Média e Alta Mogiana durante o próximo ano, levando bom-humor, leveza e divertimento aos expectadores em tempos difíceis” – conta Neto Villar.

Para acompanhar as novidades e próximas datas de apresentação da trupe, sigam suas redes sociais @entreatosproducoes.

Serviço:
O quê: Casas, Casais e Aiais
Quando: 29 de Janeiro | 21h
Onde: Teatro Municipal Castro Mendes | Rua Conselheiro Gomide, 62 – Vila Industrial, Campinas.
Quanto: R$ 20 inteira | R$ 10 meia entrada
Compre aqui: https://bileto.sympla.com.br/event/71003
Texto e direção: Neto Villar.
Elenco: Andréia Alecrim, Carlos Tobias, Daniel Camillo, Gabriel Coimbra, Gabriely Simoso, Lívia Bödstein, Lola Gutierrez, Mateus Dota e Roger Risseto.
Designer de Luz e Som: Raphael Silva
Intérprete de Libras: Victor Pascoalini – Cultura Libras

TV, Cinema e Teatro

La Brea: A Terra Perdida é o filme da Tela Quente nessa semana

Publicado

em

LaBrea

Ficções científicas são extraordinariamente intrigantes e sempre trazem conceitos que, em tese, abordam situações psicológicas e novos conceitos de certo e errado. Embora seja um nicho bem específico, temos pequenas joias nesse gênero.

Nessa segunda (16) a Tela-Quente traz uma delas, ou seja, o filme La Brea: A Terra Perdida.

No longa acompanhamos uma sociedade que precisa lidar com um inexplicável mundo primitivo. Após um gigantesco poço ser aberto misteriosamente em Los Angeles, uma família é dividida. Agora, ao lado de estranhos, eles devem trabalhar para sobreviver e descobrir o mistério de onde estão e se há um caminho de volta para casa.

O filme tem rostos pouco conhecidos, mas talentosos, como: Natalie Zea, Zyra Gorecki e Jack Martin.

Já o diretor é David Appelbaum, que tem um currículo vasto em séries como NCSI e The Mentalist.

Se ficou interessado para saber mais dessa trama, a Tela Quente começa as 22h30, espero vocês lá!

Continue Lendo

TV, Cinema e Teatro

Estreia curta metragem sobre a vida do jornalista Brasil de Oliveira

Publicado

em

Brasil de Oliveira

Estreia no mês de Maio o filme “A Última Transmissão”. O curta metragem de 15 minutos conta a história semi ficcional do último dia de vida do folclórico jornalista esportivo Brasil de Oliveira (1950-1996), que marcou a história do jornalismo e do rádio esportivo no interior do Estado. O filme, contemplado pelo Proac 30/2020, foi dirigido pela cineasta Helen Quintans e contou com a participação especial de ícones da imprensa esportiva de Campinas, como Carlos Batista, José Arnaldo, Alberto César e Fernando César.


Brasil de Oliveira, ou “Brasa” foi o personagem criado pelo jornalista Rodrigo Lagoa (São Paulo, 1950 – Campinas, 1996), um ícone da imprensa esportiva de Campinas e do Estado de São Paulo. Ele era extremamente conhecido, sobretudo por sua capacidade de reconhecer futuros craques e por sua imensa agenda de contatos. Brasil de Oliveira foi o último jornalista “analógico”, dono de um conhecimento extremo sobre futebol e de um jeito folclórico de se comunicar.


O filme, totalmente ambientado na Campinas dos anos 1990, se passa em locais icônicos da cidade, como o Largo das Andorinhas, o bar Giovanetti, o Edifício Itaguaçu, a Igreja do Carmo e a Catedral Metropolitana. Segundo a diretora Helen Quintans, essa escolha reflete a relação íntima de Brasa com Campinas“Seria impossível falar do Brasa sem falar de Campinas, ele vivia a cidade muito intensamente e criou uma relação afetiva com ela, para além do futebol”.


“A Última Transmissão” tem cinco exibições agendadas. A primeira será dia 13 de Maio, as 19:30, no Cineplex do Shopping Prado. As outras serão nos dias 19 (20:00 no Teatro Estrada, em Indaiatuba), dia 27 (14:00 no CEU José Paganotti, em Araras), dia 28 (19:00 na Casa de Vidro do Lago do Café, em Campinas) e no dia 3 de Junho, na Escola de Artes Augusto Boal, em Hortolândia, a partir das 19:00. Todas as exibições são gratuitas e haverá bate papo com a diretora após o término do filme.

Continue Lendo

TV, Cinema e Teatro

MazeRunner: A Cura Mortal na Tela Quente dessa semana

Publicado

em

Eu não sei vocês, mas eu adoro filmes com uma distopia intrigante. Com uma crescente onda de filmes que embarcaram nessa temática, alguns se destacaram. Dentre eles, Jogos Vorazes!

Mas seu ‘irmão mais novo’, teve o mesmo destino e sucesso nas bilheterias. MazeRunner:  A Cura Mortal vem para finalizar a trilogia épica, dirigida por Wes Ball.

No filme, o personagem Thomas, vivido pelo ator Dylan O’Brien, embarca em uma missão para encontrar a cura para a tal doença do título.

Como os outros filmes, este também explorara bem os experimentos realizados na arena labirinto do C.R.U.E.L., que podem trazer consequências catastróficas. Cabe ao nosso herói decidir se confia na promessa da organização, de que esse era o último experimento, entregando a cura a eles ou agir de maneira contraditória.

O longa foi lançado em 2018, trazendo além de O’Brien: Will Poulter,  Kaya Scodelario e Rosa Salazar. 

A Tela Quente desta segunda (9) promete vir com muita ação e uma boa pitada de aventura. Lembrando que pode acompanhar os desfechos dessa saga a partir de 22h30.

Continue Lendo

Populares