Connect with us

TV, Cinema e Teatro

A FESTA DA SALSICHA (7,0)

Publicado

em

Seth Rogen, Jonah Hill e Evan Goldberg, são so grandes nomes por trás de ‘A Festa da Salsicha’ e eles conseguiram fazer um dos filmes mais sem noção e corajosos do ano, sem contar o time de dubladores, que conta com Kristen Wiig, Bill Hader, Danny McBride, Edward Norton, James Franco e outros astros e estrelas.

“Esta animação não é para crianças” é o que diz no cartaz – e também não é para os puritanos de plantão – e nos primeiros minutos já entendemos o porquê. Palavrões insanos, brincadeirinhas sacanas e muita conotação sexual entre os protagonistas.

Como uma metralhadora, os diretores Greg Tiernan e Conrad Vernon saem vulgarizando estereótipos raciais, de gênero e étnicos e sem terem vergonha de gritar para todos o quanto o ateísmo é fundamental para o universo que eles criaram.

O ‘be-á-bá’ das aventuras em animação está lá, o personagem engraçado, a garota e o herói improvável. Lá pelas tantas, os palavrões e a tentativa de reciclar piadas já utilizadas cansam, mas até aí você já terá passado por tantas outras bizarrices que dará de ombros.

A cena de Barry dizendo para Brenda ‘vou colocar só a cabecinha’, o embate num contexto caótico de guerra e os cinco minutos finais, hilariamente impensáveis e doentios, fazem o ingresso valer a pena.

Assista em Hortolândia no CineSystem

Por Éder de Oliveira
www.cinemaepipoca.com.br

TV, Cinema e Teatro

Filme: Homem Formiga e a Vespa na Tela Quente

Publicado

em

Homem Formiga

Filmes de super heróis têm se tornado uma tendência sem igual nos cinemas. Entre eles, estão os maravilhosos longas da Marvel.

A produtora trouxe os universos dos quadrinhos para o cinematográfico e, nesta segunda (23), teremos um dos exemplares mais engraçados entre os 28 filmes já lançados. Homem-Formiga e a Vespa vem alegrar a Tela Quente.

O filme, de 2018, traz a Pal Rudd, Michael Douglas, Michael Peña, entre outros nomes para abrilhantar a trama.

No filme, nosso herói precisa lidar com uma nova ameaça. O vilão tem como objetivo entrar no reino quântico para conseguir uma chance de manter sua existência. Enquanto isso, Hank Pinn tem a chance de trazer sua esposa de volta.

A corrida por essa máquina é hilária, emocionante e cheia de ação, dando aquele clima nostálgico do filme “Querida Encolhi as Crianças”.

O diretor, Peyton Reed, segue com as piadas e a diversão em alta para a audiência. Se ficou interessado para saber mais dessa trama, a Tela Quente começa as 22h30h. Esperamos vocês lá.

Continue Lendo

TV, Cinema e Teatro

La Brea: A Terra Perdida é o filme da Tela Quente nessa semana

Publicado

em

LaBrea

Ficções científicas são extraordinariamente intrigantes e sempre trazem conceitos que, em tese, abordam situações psicológicas e novos conceitos de certo e errado. Embora seja um nicho bem específico, temos pequenas joias nesse gênero.

Nessa segunda (16) a Tela-Quente traz uma delas, ou seja, o filme La Brea: A Terra Perdida.

No longa acompanhamos uma sociedade que precisa lidar com um inexplicável mundo primitivo. Após um gigantesco poço ser aberto misteriosamente em Los Angeles, uma família é dividida. Agora, ao lado de estranhos, eles devem trabalhar para sobreviver e descobrir o mistério de onde estão e se há um caminho de volta para casa.

O filme tem rostos pouco conhecidos, mas talentosos, como: Natalie Zea, Zyra Gorecki e Jack Martin.

Já o diretor é David Appelbaum, que tem um currículo vasto em séries como NCSI e The Mentalist.

Se ficou interessado para saber mais dessa trama, a Tela Quente começa as 22h30, espero vocês lá!

Continue Lendo

TV, Cinema e Teatro

Estreia curta metragem sobre a vida do jornalista Brasil de Oliveira

Publicado

em

Brasil de Oliveira

Estreia no mês de Maio o filme “A Última Transmissão”. O curta metragem de 15 minutos conta a história semi ficcional do último dia de vida do folclórico jornalista esportivo Brasil de Oliveira (1950-1996), que marcou a história do jornalismo e do rádio esportivo no interior do Estado. O filme, contemplado pelo Proac 30/2020, foi dirigido pela cineasta Helen Quintans e contou com a participação especial de ícones da imprensa esportiva de Campinas, como Carlos Batista, José Arnaldo, Alberto César e Fernando César.


Brasil de Oliveira, ou “Brasa” foi o personagem criado pelo jornalista Rodrigo Lagoa (São Paulo, 1950 – Campinas, 1996), um ícone da imprensa esportiva de Campinas e do Estado de São Paulo. Ele era extremamente conhecido, sobretudo por sua capacidade de reconhecer futuros craques e por sua imensa agenda de contatos. Brasil de Oliveira foi o último jornalista “analógico”, dono de um conhecimento extremo sobre futebol e de um jeito folclórico de se comunicar.


O filme, totalmente ambientado na Campinas dos anos 1990, se passa em locais icônicos da cidade, como o Largo das Andorinhas, o bar Giovanetti, o Edifício Itaguaçu, a Igreja do Carmo e a Catedral Metropolitana. Segundo a diretora Helen Quintans, essa escolha reflete a relação íntima de Brasa com Campinas“Seria impossível falar do Brasa sem falar de Campinas, ele vivia a cidade muito intensamente e criou uma relação afetiva com ela, para além do futebol”.


“A Última Transmissão” tem cinco exibições agendadas. A primeira será dia 13 de Maio, as 19:30, no Cineplex do Shopping Prado. As outras serão nos dias 19 (20:00 no Teatro Estrada, em Indaiatuba), dia 27 (14:00 no CEU José Paganotti, em Araras), dia 28 (19:00 na Casa de Vidro do Lago do Café, em Campinas) e no dia 3 de Junho, na Escola de Artes Augusto Boal, em Hortolândia, a partir das 19:00. Todas as exibições são gratuitas e haverá bate papo com a diretora após o término do filme.

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares