Saúde & Beleza

Exercícios físicos no inverno

Exercícios físicos no inverno
Pessoas têm que se exercitar para evitar ganho de peso nesta época de inverno

Mesmo com este friozinho que está fazendo, as pessoas têm que se exercitar para evitar conquistar uns quilinhos a mais nesta época de inverno, quando  ficam mais em casa e consomem mais alimentos. Normalmente, a frequência nas academias cai de 30% a 40% neste período. Então os professores Rafael Pompeu e Tiago Miranda, da Academia R2 Sports,   na Avenida Brasil, em Americana, orientaram as pessoas como devem fazer exercícios neste período de inverno.

Rafael comentou que é justamente nesta época que as pessoas ganham peso e ficam mais sedentárias pelo fato de o frio contribuir para este tipo de situação. As pessoas não querem sair na rua para se exercitar e nem praticar atividade física na piscina. Por causa deste friozinho, as pessoas consomem mais calorias e dormem mais. O que Rafael recomenda é que as pessoas não tenham preguiça de se exercitar.

Depois de passar o inverno e no começo do verão, as pessoas tentam tirar o atraso e correm para as academias para ficarem saradas. Tiago disse que os alunos somem no inverno e depois ficam desesperados no verão porque querem perder a gordurinha. “Se for ver, o inverno é a melhor época para estar se aquecendo o corpo e exercitando e fazendo atividade física”.

No caso da R2, as pessoas não têm desculpas para ficar em casa. A Academia conta com piscina aquecida a 31 graus. Ao lado da piscina, já fica o cabide para pendurar as toalhas e os roupões. Saiu da piscina já coloca o roupão. O banheiro também fica próximo.

Rafael comentou que os exercícios feitos dentro d´água oferecem beneficios, porque têm pouco impacto. Ajuda a ganhar flexibilidade ao trabalhar a musculatura. O alongamento da musculatura está incluído na natação. E trabalha bastante com reabilitação, o deep runner, recomendado para tratar de lesões no joelho, de lombar, de hérnia de disco, ombro e braço. “A água, o maior benefício dela, é o menor impacto em relação ao solo”, afirmou Rafael.

NATAÇÃO

Mesmo as pessoas que não sabem nadar podem fazer exercícios na água. Então os professores vão dar aulas conforme a necessidade. Se a pessoa não souber nadar, primeiro precisará de coragem e determinação e ter certeza que aprende a nadar, de acordo com seu tempo. Rafael disse que precisará de coragem e audácia para colocar o rosto na água, aprender a respirar, relaxar e a flutuar.

Na piscina são realizadas inúmeras atividades sem que a pessoa precise nadar. Podem ser utilizados nos exercícios cama elástica, bicicleta aquática e peso. A pessoa tem que se sentir bem dentro d´água.

Rafael ainda deixou bem claro que as pessoas precisam fazer uma atividade física que gostem, que se sintam bem, porque o rendimento e o prazer são maiores e o benefício é muito mais rápido quando gostam de se exercitar.

Tiago explicou que orienta os clientes sobre as modalidades oferecidas na água. Além da natação, oferece deep runner, a corrida dentro da água; o spinning aquático, uma bicicleta preparada para o espaço; a hidro power, que engloba cama elástica, bike e acessórios, entre outros.

PRECONCEITO

Não importa se a pessoa está acima do peso ou tem um corpo escultural. Rafael disse que todos devem ser tratados como pessoas normais para que se sintam bem no ambiente. Hoje a sociedade impõe um corpo bonito, um rosto bem cuidado, e para as pessoas com condições financeiras fica mais fácil conquistar esta meta. E ressaltou que a atividade física foi feita para todos e as pessoas devem se adequar às suas condições financeiras e sentir prazer em se exercitar. “Profissionais de academia não podem jamais desprezar um gordinho e aceitar um magrinho bonitinho”, exemplificou.

VÍCIO

Fazer academia vicia … e muito. Rafael disse que todos os vícios devem ser trabalhados. A frequência à academia depende da situação financeira das pessoas. Rafael disse que no minimo duas vezes por semana é suficiente para ter retorno em dois a três meses. Quem se exercita todo dia é melhor.

Rafael disse que atividade física é caminhada, andar de bicicleta, andar de patins, fazer dança de salão. ” Eu vou repetir de novo gente. Procure atividade fisica que vocês gostem e tenham prazer”. Hoje em dia, os médicos recomendam a prática de exercícios. Então a necessidade faz a ocasião. Então os profissionais têm que conquistar os clientes pela capacidade técnica e pelo seu jeito de tratar o cliente, explicou Rafael.

LIMITES

Na conversa entre professor e aluno, Tiago sempre orienta os alunos a respeitarem seus limites. Se estiver cansado, deve dar uma pausa. Se sentiu melhor, volta a fazer a atividade. Se o aluno estiver ofegante, pode interromper para descansar. Cada aluno sabe seu limite. Se o aluno estiver passando mal deve avisar o professor de imediato.

CORRIDA

Quando dá aula, Tiago recomenda para o aluno não olhar para o colega do lado. E que respeite seu limite. Isso também vale para a corrida de rua. Cada pessoa sabe seu limite e deve respeitar seu corpo.

E complementou Rafael. O importante é o antecedente físico dela. Se a pessoa tiver 60,  70, 80 anos, mas que é disciplinado e se exercita muito pode exigir mais do corpo e do coração dele. Na academia, a pessoa é orientada para crescer fisicamente aos poucos.

Não é pegar um tênis e sair correndo sem preparo nenhum. Mesmo porque quando a pessa corre o impato é o triplo do peso. Se a pessoa tem 70 Kg causará um impacto para o joelho e tornozelo de 210 Kg. Então orientou as pessoas a começarem devagar com orientação médica e técnica do professor. Assim o rendimento será melhor.

COLÔNIA DE FÉRIAS

Os professores aproveitaram para informar que de 15 a 29 DE julho a academia também oferecerá uma Colônia de Férias oara as crianças, com monitores e atividades alegres na R2, no Fun Club, Ginásio do São Pedro e Rancho Nativo, em Limeira.

 

Fonte: walterbartels

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98