Connect with us

Saúde & Beleza

Desafios para a vacinação no Brasil

Avatar de Redação Portal Hortolândia

Published

on

vacinacao

Em fevereiro de 2023, o Ministério da Saúde (MS) lançou o Movimento Nacional pela Vacinação com o objetivo de atingir a meta de 90% de cobertura vacinal no país. Neste contexto, a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e entidades que compõe a Aliança pela Saúde no Brasil da Associação Médica Brasileira debatem a temática Desafios para a Vacinação no Brasil.

Dados da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações – CGPNI apontam para um descenso da cobertura vacinal (CV) no Brasil, a partir de 2016 e sem indicação de retomada. Atualmente, a CV remonta aos números da década de 1980. Em 2021, a CV de crianças com menos de um ano de idade atingiu o menor patamar histórico no país (70%), disparando o alerta das autoridades sanitárias.

Anuncio


Considerando as vacinas contra poliomielite, pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e haemophilus influenza tipo B), pneumocócica, tríplice viral e D1, o número de municípios com CV acima de 95%, caiu de 2.257 para 914 entre 2018 e 2021, segundo os dados do Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde – PQAVS. Adicionalmente, a heterogeneidade das coberturas trazem
riscos de reintrodução de doenças já eliminadas, ou sob controle, como, por exemplo, o sarampo que tem surtos registrados e persistentes no país desde 2018.

Finalmente, os serviços de saúde foram afetados pela pandemia de Covid-19 com excessos de demanda, fragilizando a vigilância e a qualidade da informação sobre imunização. E falsas notícias foram amplamente disseminadas, abalando a confiança de pessoas, famílias e até mesmo de profissionais de saúde sobre as vacinas.

Advertisement

A hesitação vacinal se refere ao atraso na aceitação ou recusa da vacinação, apesar da disponibilidade nos serviços. Em 2019, a Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu a hesitação vacinal como uma das dez maiores ameaças à saúde pública no mundo, destacando que fatores como falta de confiança, conveniência e complacência são elementos subjacentes a esse fenômeno.

A adesão à vacinação está sujeita ao imaginário e a mecanismos sociais que influenciam, de forma decisiva, a propensão de uma dada comunidade a ser vacinada ou não. Entre os fatores que afetam tal decisão, destacam-se a confiança na importância, segurança e eficácia das vacinas, bem como a compatibilidade com os valores do indivíduo. Neste sentido, a desinformação e as notícias falsas (fake news) desenvolvem um importante papel ao levantar dúvidas desnecessárias sobre a efetividade das vacinas. Trabalhadores(as) da saúde são os principais influenciadores nas decisões sobre vacinação e devem ser apoiados para fornecer informações confiáveis.

Com base nas recomendações da InterAcademy Partnership7 (IAP), a ASB defende que toda a sociedade civil organizada promova debates abertos sobre o tema da vacinação, com base em evidências científicas e fontes confiáveis; evite a politização do debate; cobre do poder público um monitoramento contínuo e transparente da cobertura vacinal e da ocorrência de doenças preveníveis, com o apoio de estados e municípios; contribua para o esclarecimento das dúvidas sobre vacinação e enfrente as notícias falsas (fake news) em todos os espaços de representação social.

A efetividade de ações na ampliação urgente da vacinação e consequente mudança de cenário deve compreender ações de conveniência, contexto de cada estado, complacência, comunicação e acesso.


*Fonte AMB

Advertisement

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98

Saúde & Beleza

Conheça a febre oropouche: doença viral com aumento significativo de casos no Brasil

Avatar de Eder Oliveira

Published

on

febre oropouche

Você conhece a febre oropouche? Pois saiba que há um aumento expressivo de casos desta doença viral no Brasil. Ela é transmitida, principalmente, pela picada de um mosquito conhecido como maruim ou mosquito-pólvora (Culicoides paraensis é seu nome científico).

Os dados revelam, segundo o Ministério da Saúde, que em 2023 foram 832 casos, contra 3.354 registros nas quinze primeiras semanas de 2024.

Números da febre oropouche

Anuncio


O número de casos da febre oropouche pode ser visto abaixo:

  • Amazonas (2.538 casos),
  • Rondônia (574 casos),
  • Acre (108 casos),
  • Bahia (31 casos),
  • Pará (29 casos),
  • Roraima (18 casos),
  • Mato Grosso (11),
  • São Paulo (7) e,
  • Rio de Janeiro (6).

Uma das razões apontadas pelo Ministério da Saúde para esse aumento é a descentralização do diagnóstico laboratorial para detecção do vírus nos estados da região amazônica, onde a febre oropouche é considerada endêmica.

No entanto, a situação é mais complexa, uma vez que muitas regiões do Brasil não têm disponibilidade de exames, sugerindo que o número real de casos pode ser ainda maior do que os registros oficiais.

Advertisement

O que é a a doença?

Detectado no Brasil na década de 1960 a partir de amostras de sangue de um bicho-preguiça capturado durante a construção da rodovia Belém-Brasília. A partir disso, ela tem se tornado um preocupante vilão da saúde pública, exigindo medidas de controle e prevenção, como o combate ao vetor transmissor e a conscientização da população sobre os sintomas e medidas de proteção.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98
Continue Reading

Saúde & Beleza

10 dicas para proteger crianças contra infecções + dica bônus

Avatar de Eder Oliveira

Published

on

dicas para proteger crianças contra infecções

Aqui, mostraremos 10 dicas para proteger crianças contra infecções. Isso tem se tornado uma preocupação constante para pais e cuidadores, especialmente durante os períodos de maior incidência de doenças respiratórias, como gripes e resfriados. Contudo, tome os cuidados listados abaixo e, se verificar sintomas mais constantes, procure ajuda médica.

10 dicas para proteger crianças contra infecções

Vacinação:

A vacinação é fundamental para crianças, jovens e adultos, independentemente do que muitos digam por aí. Certifique-se de que as crianças recebam todas as vacinas recomendadas, incluindo as vacinas contra gripe e outras doenças respiratórias, de acordo com o calendário de vacinação.

Higiene das mãos:

Anuncio


Ensine as crianças a lavar as mãos regularmente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, especialmente antes de comer, depois de usar o banheiro e ao chegar em casa.

Cobrir a boca e o nariz:

Instrua as crianças a cobrir a boca e o nariz com um lenço de papel ao tossir ou espirrar e a jogar o lenço no lixo imediatamente após o uso. Se não houver lenço disponível, ensine-as a tossir ou espirrar no cotovelo, em vez das mãos.

Advertisement

Evitar contato próximo com pessoas doentes:

Oriente as crianças a evitar o contato próximo com pessoas que estão doentes, incluindo evitar compartilhar objetos pessoais, como talheres e copos.

Limpeza e desinfecção:

Mantenha superfícies e objetos frequentemente tocados limpos e desinfetados regularmente, especialmente em áreas de uso compartilhado, como banheiros e cozinhas.

Evitar multidões:

Evite levar as crianças a locais lotados ou eventos onde haja muitas pessoas, especialmente durante surtos de doenças respiratórias. Tudo isso para que o sistema imunológico mantenha-se equilibrado.

Promover um estilo de vida saudável:

Incentive as crianças a manterem um estilo de vida saudável, incluindo uma dieta equilibrada, exercícios regulares, sono adequado e redução do estresse.

Advertisement

Mantenha as crianças em casa quando estiverem doentes:

Se uma criança estiver doente, é importante mantê-la em casa para evitar a propagação da doença para outras pessoas.

Ventilação adequada:

Mantenha os ambientes internos bem ventilados, abrindo janelas e portas sempre que possível para permitir a circulação de ar fresco. Essa ‘troca de ar’ ao longo do dia, é fundamental não só para crianças, mas também para adultos.

Consulta médica:

Em caso de sintomas de infecções respiratórias, como febre, tosse, coriza ou dificuldade para respirar, consulte um médico imediatamente para avaliação e tratamento adequados.

Dica Bônus:

Oferecer exclusivamente leite materno nos primeiros 6 meses de vida e complementá-lo com alimentos saudáveis até os 2 anos é altamente recomendado, pois o leite materno contém anticorpos fornecidos pela mãe. Esses anticorpos ajudam a aumentar a proteção contra infecções comuns no outono/inverno e outras doenças.

Advertisement

    COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
    Compartilhar no Facebook

    Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98
    Continue Reading

    Saúde & Beleza

    Entenda o que é Mounjaro: remédio que tem sido usado por ricaços brasileiros

    Avatar de Eder Oliveira

    Published

    on

    Entenda o que é Mounjaro

    Você sabe Entenda o que é Mounjaro: remédio que tem sido usado por ricaços brasileiros? Esta é uma nova substância apelidada de “Ozempic dos ricaços” e que foi produzida pelo laboratório Eli Lilly. Semelhante ao Ozempic, tornou-se favorito dos ricaços quando o assunto é rápido emagrecimento e o valor dele? Pode chegar a R$ 3.782,17.

    Além disso, sua indisponibilidade no mercado brasileiro aumenta seu status de exclusividade. Aprovado pela Anvisa no ano passado, tem como principal objetivo tratar diabetes.

    O que é Mounjaro?

    Anuncio


    Segundo a bula seu principal ativo é a tirzepatida, que ajuda a controlar a taxa de açúcar no sangue. Na prática, o remédio foi aprovado para tratar a diabetes, desta vez do tipo 2 e nos Estados Unidos, o Mounjaro foi aprovado para tratamentos da obesidade.

    Simulando a ação dos hormônios GLP-1 e GIP, a medicação afeta a sensação de saciedade no cérebro e a redução da velocidade da digestão da comida. Com essa ação, a pessoa que usa o medicamento sente menos fome, consome menos calorias e perde peso. Já no pâncreas, o Mounjaro estimula a produção de insulina, motivo pelo qual os remédios são utilizados no tratamento da diabetes tipo 2.

    Advertisement

    COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
    Compartilhar no Facebook

    Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98
    Continue Reading

    Noticias

    curso de jardinagem curso de jardinagem
    Cursos2 horas ago

    Inscrições gratuitas para curso de Jardinagem em Hortolândia

    As inscrições gratuitas para o curso de Jardinagem em Hortolândia já começaram. A iniciativa visa qualificar profissionais e promover o...

    Futebol Amador de Hortolândia Futebol Amador de Hortolândia
    Esportes2 horas ago

    Rodada promete ótimas disputas no Futebol Amador de Hortolândia, que acontece este fim de semana

    O futebol amador de Hortolândia tem grandes confrontos neste fim de semana, em torneios de diversas categorias, como o Supermaster....

    Copa Hortolândia de Judô Copa Hortolândia de Judô
    Esportes3 horas ago

    Copa Hortolândia de Judô começa amanhã (20), com a presença de grandes atletas da região

    A Copa Hortolândia de Judô, evento organizado pela Federação Paulista da modalidade em colaboração com a Prefeitura Municipal, começará amanhã...

    Jardim Minda Jardim Minda
    Policial4 horas ago

    Furto de celular em padaria do Jardim Minda termina com homem preso

    Na tarde de ontem (18), uma equipe policial recebeu informações de que o ocupante de um veículo que estaria envolvido...

    prisão prisão
    Policial5 horas ago

    Tentativa de fuga e prisão: homem é detido em Sumaré conduzindo moto roubada

    Na manhã de ontem (18), a polícia de Sumaré foi até o Jardim Nova Esperança após receber um alerta sobre...

    viaduto viaduto
    Nossa Região5 horas ago

    Caminhão fica preso em viaduto de Campinas e causa congestionamento

    O viaduto da Rodovia Francisco Von Zuben (SP-91), em Campinas, ficou ‘travado’ na tarde de hoje (19), por conta de...

    3ª feirinha pet 3ª feirinha pet
    Nossa Cidade5 horas ago

    3ª Feirinha Pet em Hortolândia acontece amanhã, com adoções gratuitas: saiba endereço e horário do evento

    Amanhã (20), acontecerá a 3ª Feirinha Pet, novamente no estacionamento do Shopping Hortolândia, a partir das 10h. Lembrando que o...

    Advertisement
    cinema

    Populares