Não há dúvidas de que o futebol é um dos esportes mais apaixonantes do mundo, por isso é grande a sua popularidade e também movimentação de dinheiro. De olho nessas cifras, um mercado muito explorado são as apostas esportivas.

Os sites de apostas investem em diversas campanhas publicitárias em rádio, televisão e sites, pensando estrategicamente em agregar novos apostadores em suas plataformas. O ganho com o marketing foi tamanho, que as plataformas passaram a abraçar outros tipos de publicidade no futebol.

São diversas cotas e campanhas de patrocínios, seja em campeonatos ou em influenciadores, mas principalmente em times de futebol, estampando as camisas, onde a paixão dos torcedores tendem a movimentar mais os apostadores.

Esta estratégia, de investir nas principais cotas de patrocínio dos clubes, tem surtido grande efeito, e motivado o crescimento da modalidade.

Na Premier League, a principal divisão profissional de futebol da Inglaterra, onde os clubes possuem a maior receita do que qualquer outro campeonato de futebol do mundo, é grande e crescente o número de clubes patrocinados por sites de apostas estampados em seus uniformes.

Na liga inglesa, o marketing das casas de aposta possui números expressivos. São diversos times que possuem casas de apostas estampados em suas camisas, como é o caso das equipes do Burnley, Crystal Palace, Everton, Newcastle, Norwich, Watford, West Ham e Wolverhampton, que representam 40% das agremiações da última temporada.

Esse movimento também passou a ocorrer no Brasil, onde as cotas de patrocínios das camisetas dos clubes são amplamente dominadas pelas instituições financeiras. Pouco a pouco, os sites de apostas vão patrocinando os times, campeonatos e também os influenciadores que movimentam o esporte.

Atualmente, já são 13 times da principal divisão do futebol brasileiro que possuem cotas de patrocínio adquiridas por sites de apostas. Um grande exemplo dessa mudança é uma das maiores plataformas de apostas esportivas em todo mundo, o site LeoVegas, considerado altamente respeitável pelos especialistas do setor.

No Brasil, o Leo Vegas já investiu em todas as possibilidades, foram patrocínios nos campeonatos estaduais, influenciadores, como a Raquel Freestyle e o ex-jogador Evair, e também nos clubes, como é o caso do Guarani, tradicional agremiação de Campinas, no interior do estado de São Paulo, onde estampou a camisa do Bugri durante o campeonato paulista.

O futebol brasileiro possui uma dificuldade histórica de contar com patrocínios internacionais, onde o peso da moeda estrangeira pode assegurar valores maiores. Este fator, se deve, principalmente, pelo fato dos campeonatos locais não serem transmitidos com o mesmo apelo em outros países.

Felizmente, essa realidade está mudando com as casas de apostas, já que o dinheiro de grandes empresas multinacionais chegam aos clubes brasileiros devido ao segmento, que desejam captar os torcedores para as suas plataformas.

Com este movimento quem ganha são os torcedores, já que os clubes aumentam as suas receitas, e permitem ações para tornar o futebol mais atrativo, além do interesse em uma nova modalidade de entretenimento, as apostas esportivas.

Essa diversão é rentável em muitos dos casos, onde os apostadores profissionais, chamados de traders esportivo, realizam investimentos, baseados em análises, cálculos matemáticos e demais métricas que os auxiliam a extrair valor das apostas.