Outros

Motor Hurricane 2.0T estreia na linha Jeep Compass 2025meet.google.com/bro-naob-phaMotor Hurricane 2.0T estreia na linha Jeep Compass 2025

compass

A Jeep apresentou a linha Compass 2025 com grande destaque para a estreia do motor Hurricane 2.0T, além de contar com mais itens de série em todas as versões, mais segurança e um posicionamento de preços ainda mais competitivo, partindo de R$ 179.990,00.

“O sucesso absoluto do Compass pode ser atribuído a uma série de razões, mas vale destacar um ponto indiscutível: o Jeep Compass é um produto diferenciado. Ele consegue ser contemporâneo e ao mesmo tempo preservar o DNA da marca, o que lhe permite estar sempre à frente de seu tempo, sem abrir mão dos valores tradicionais que são a essência de um legítimo Jeep. Agora, a linha 2025 chega para exaltar ainda mais esses conceitos e trazer grandes novidades que, com certeza, vão aquecer ainda mais o mercado”, afirma Hugo Domingues, Vice-presidente da marca Jeep para a América do Sul.

No total a linha Jeep Compass 2025 conta com sete versões: Sport e Longitude, equipados com motor T270 Turbo Flex; Limited, equipada com motor T270 Turbo Flex ou TD350 Turbo Diesel; Série S, equipada com motor T270 Turbo Flex; Overland e Blackhawk, equipadas com motor Hurricane 2.0T.

O novo motor Hurricane 2.0T a gasolina tem 272 cavalos de potência e 400 Nm de torque, que permite ao modelo acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 6,3 segundos e a velocidade máxima é 228 km/h. Sua transmissão é automática de nove marchas, com possibilidade de trocas manuais pelo volante ou alavanca.

Atrelado ao motor Hurricane está também o sistema de Tração 4×4 Jeep Active Drive Low, que apresenta o eixo traseiro e a unidade de transferência de força totalmente desconectáveis. Isso permite um alívio na transmissão quando a tração nas quatro rodas não é necessária, gerando economia de combustível – quando a tração 4×4 se faz necessária, ela é acionada instantaneamente.

As versões Sport, Longitude, Limited e Série S recebem o já conhecido motor T270 Turbo Flex, que apresenta maior potência e torque da categoria. O propulsor gera 185 cavalos de potência e 270 Nm de torque, e trabalha associado a uma transmissão automática de seis velocidades.

A ele está atrelado o Jeep Traction Control +, um sistema de controle de tração que atua em situações em que o veículo se encontra com uma das rodas em baixa aderência com o solo, aplicando torque de frenagem na roda que está escorregando e transferindo, pelo diferencial, o torque para outra roda em contato com o piso. Para habilitar o sistema basta que o condutor pressione a tecla ASR OFF.

A terceira opção de motorização é a TD350 Turbo Diesel, com 170 cavalos de potência e 350 Nm de torque, ela se mantém como um diferencial de escolha dos clientes da linha Compass 2025. O motor TD350 mantém seu baixo consumo de combustível, com 10,3 km/l na cidade e 13,5 km/l na estrada, além da autonomia com tanque de 60 litros.

A versão Limited com o motor TD350 Turbo Diesel possui sistema de tração 4×4 Jeep Active Drive Low e câmbio automático de nove velocidades com paddle shift que permite a troca de marchas pela borboleta no volante.

Ainda traz seletor de terrenos, que permite distribuir o torque de forma seletiva entre os eixos da forma mais adequada para as condições de aderência do piso trafegado, e HDC (Hill Descent Control), que auxilia o motorista em descidas íngremes durante percursos off-road.

Seu sistema de suspensão é independente nas quatro rodas. Essa suspensão faz com que as rodas operem de forma independente, proporcionando maior estabilidade. Sua principal vantagem é o fato de permitir grande controle das forças que atuam nas rodas no sentido longitudinal, como acelerações e freadas, vertical, como desnivelamentos do piso, e na rolagem da carroceria em curvas.

O resultado não pode ser visto, e sim sentido, especialmente pelos passageiros acomodados no banco de trás, que experimentam um rodar extremamente confortável. E tudo isso foi desenvolvido pelas equipes de engenharia com base nas características de rodagem do Brasil.

Na linha Jeep Compass 2025 o SUV médio passa a dispor do ADA (Assistente ativo de direção), que combina o uso do Lane Centering e do ACC. Essa combinação permite que o carro faça curvas de forma autônoma em vias sinalizadas enquanto mantém a velocidade pré-definida. Isso garante ao modelo subir para o nível 2 de autonomia, neste grupo, estão os carros dotados de sistemas avançados de assistência à direção – ADAS, que podem assumir a direção, aceleração e frenagem em cenários específicos.

Essa informação, por si só, já seria suficiente para colocar o Jeep Compass numa posição ainda mais privilegiada. Mas não para por aí: vale ressaltar que essa oferta está disponível como item de série desde a versão Longitude Flex, ou seja, em quase todas as versões disponíveis. E na versão Sport, também está disponível como opcional.

E todo o sistema ADAS recalibrado localmente para receber o nível 2 de condução semiautônoma, mesmo os sistemas que já existiam no modelo. E tudo isso foi desenvolvido pensando na melhor utilização para as vias brasileiras.

Todas as versões da linha Jeep Compass 2025

A linha Jeep Compass 2025 tem um portfólio de versões totalmente alinhado às demandas do mercado, capaz de entregar o melhor em performance, em sofisticação e esportividade – o que o consumidor preferir.

O lançamento da versão Blackhawk é parte desse novo desenho de gama, mas não a única novidade: a linha 2025 também adiciona a versão Overland, configuração orientada para uma dose extra de sofisticação, que se expressa através da exclusividade, em acabamento, em qualidade percebida e nível de equipamentos.

Em todas as versões as rodas, as maiores entre os SUVs médios produzidos no país, que podem ser de 18” ou 19”, dependendo da versão, são novas. No caso das rodas de 19”, todas trazem a tecnologia Seal Inside, uma solução de mobilidade estendida que permite ao pneu continuar rodando sem perda de pressão do ar, prevenindo 85% dos casos de perfurações de até 5mm localizadas na banda de rodagem. Assim, caso necessite trocar o pneu, o condutor pode seguir viagem até o local mais seguro.

Há também nova grade, com aplicação diferenciada para as versões Limited e Série S, além de um visual exclusivo para todas as equipadas com o novo motor Hurricane. E por falar em exterior, nos Compass S, Overland e Blackhawk tanto os para-lamas quanto as saias laterais são na mesma cor da carroceria, o que confere um toque a mais de esportividade às versões.

É possível, ainda, conferir o céu a partir de uma vista pra lá de privilegiada por meio do teto solar Command View, elétrico e panorâmico, que é item de série nas versões S e Blackhawk, e opcional para todas as demais.

O acabamento interno premium e sofisticado, que também está entre os destaques de toda a linha Compass 2025, traz a esportividade como adjetivo adicional nas versões Série S, Overland e Blackhawk, graças à adoção de um revestimento escurecido.

No interior o sistema de áudio tem oito alto-falantes e subwoofer da Beats, que entrega aos ocupantes a possibilidade de se desligar do barulho externo e se transportar para um ambiente único, muito potente e personalizado. E ele estará disponível em praticamente todas as versões na linha 2025.

No caso das versões Longitude T270, o consumidor pode ainda optar pelo pacote Night Eagle, que inclui design externo com elementos escurecidos, como rodas, friso lateral, moldura da grade, friso do rack de teto e logotipos, disponibilidade da cor especial Sting Gray, todas as funcionalidades da plataforma Adventure Intelligence e, para completar, itens de tecnologia que representam um grande diferencial na categoria, como Wireless Charger, Park Assist, rebatimento automático dos retrovisores externos e retrovisor interno eletrocrômico.

Seu quadro de instrumentos 10,25” Full Digital e HD é de série a partir da versão Longitude. É totalmente digital e permite diversas possibilidades de personalização, inclusive do estilo do menu.

Já a central multimídia de 10,1” com Adventure Intelligence Plus tem tela Full HD com navegação embarcada de série e presença da Adventure Intelligence, a plataforma de serviços conectados da Jeep. O espelhamento é sem fio para Android Auto e Apple Carplay.

Jeep Compass Blackhawk 2025 chega ao país

Inédita e grande estrela da linha 2025 do Jeep Compass, a versão Blackhawk é muito mais do que uma configuração adicional: ela representa a estreia da linha esportiva da Jeep no Brasil.

Posicionada no topo da gama, a versão Blackhawk recebe o novo motor Hurricane 2.0 turbo e traz elementos exclusivos de design. Para começar, ela se diferencia por apresentar tratamento escurecido em diversos pontos, como grade frontal, logotipos e rodas, que, aliás, são de 19 polegadas em liga leve, e as únicas a contar com pinças de freio na cor vermelha, entregando uma dose extra de esportividade ao visual.

Aqui, para-lamas e saias laterais são na cor da carroceria, também reforçando o caráter esportivo da versão. O conceito escurecido é replicado no interior do veículo, que traz revestimento do teto na cor preta. Com exclusivo acabamento em couro e suede, os bancos ainda são elétricos, tanto para motorista como passageiro, o que reflete em mais praticidade ao dirigir, e mais conforto para quem vai de carona.

E há exclusividade também entre as funcionalidades: o porta-malas tem abertura e fechamento eletrônicos e possui sensor de presença, um recurso extremamente útil nas mais variadas situações do dia a dia em que o usuário está com as mãos carregadas. Com ele, basta movimentar o pé por baixo do para-choque traseiro para que o sensor detecte a presença e acione o sistema de abertura ou fechamento de forma automática.

O recurso batizado de “performance pages” é mais um particular desta versão. Por meio dele o condutor tem acesso a uma série de dados da pista direto na tela do painel digital, como Força G, pressão na turbina, percentual de utilização da potência e torque, velocímetro (digital ou analógico) e conta-giros do motor.

Texto: Sérgio Dias

Fotos: Divulgação

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98