Connect with us

Outros

Honda City Hatchback estreia em alto nível

Publicado

em

A Honda fabricava no Brasil até o ano passado os modelos City, Civic, Fit e HR-V. Numa mudança estratégica, tirou de linha o Civic e Fit e remodelou o City, que seguiu sendo oferecido como sedã e passou a contar com o Hatchback, que o Portal Hortolândia teve a oportunidade de conhecer e avaliar.

É possível dizer que o Honda City Hatchback atende os clientes que antes tinham a opção do Fit, mas que segundo a marca chega para atender quem tem “estilo de vida ativo, dinâmico e que valorizam um design mais esportivo.”

O Honda City Hatchbacké oferecido nas versões de entrada EXL, com preço a partir de R$ 119.800,00 e a topo Touring, com preço a partir de R$ 129.100,00.

Ambas são equipadas com um motor completamente novo: o aspirado 1.5 16V DI DOHC i-VTEC, que tem potência máxima de 126 cavalos a 6.200 rpm, tanto com etanol como com gasolina e não faz você sentir falta de um turbo.

De acordo com o PBE – Programa Brasileiro de Etiquetagem, o modelo tem consumo na cidade de 9,1/13,3 (etanol/gasolina) e, na estrada, de 10,5/14,8 km/l. Com tais números, o modelo obteve classificação A.

O câmbio que completa a motorização é o CVT, que traz duas novidades: o Step-shift e o EDDB (Early Down-shift DuringBraking). O primeiro atua sob condução esportiva. Com o acelerador pisado a fundo (kick-down), a central de gerenciamento eletrônica do CVT coordena as trocas nos pontos fixos das marchas, acentuando exatamente a sensação da mudança e, consequentemente, de esportividade.

Já o EDDB se apresenta em situações de descida. Ao notar que o motorista está pisando no freio para conter o ganho de velocidade por conta da inclinação, o CVT assume uma relação que resulta em maior aplicação de freio-motor. A ação é automática e amplia a segurança sem afetar o consumo.

O design do City Hatchback conta com vincos bem definidos e faróis e lanternas com uso de LED e layout de aspecto high-tech. Na versão topo Touring, os faróis são full LED, com luzes indicadoras de direção, fachos baixo e alto, DRL e faróis de neblina em LED. A versão de entrada contacom DRL de LED e bloco óptico principal com projetor. As lanternas são as mesmas em todas as versões, com LED nas luzes de posição e de freio.

As rodas são de liga leve, com aro de 16 polegadas, em todas as versões. Elas mesclam acabamento frontal diamantado e pintura na cor preta. Os retrovisores externos, que antes eram fixados próximos à base da coluna A, agora estão mais recuados e fixados na porta, o que resulta em melhora no campo de visão.

No interior, destaque pela elevada sofisticação dos materiais e alta qualidade de acabamento e montagem. Todos os pontos de contato com motorista e passageiros têm superfície extremamente agradável ao toque. Em todas as versões, o Honda City Hatchback é equipado com um painel amplo, com caráter esportivo e de fácil visualização das informações.

No City Hatchback, todas as versões trazem Magic Seat, botão de partida do motor, sistema de travamento e destravamento por aproximação da chave (SmartEntry), ar-condicionado digital e automático, central multimídia touchscreen de oito polegadas com Android Auto e Apple CarPlaysem-fio, câmera de ré multivisão, sensores de estacionamento traseiros, bancos revestidos em couro e painel digital TFT de sete polegadas multiconfigurável. A versão Touring traz ainda sensores de estacionamento dianteiros.

O Magic Seat, exclusivo sistema de modularidade interna da Honda, com quatro modos de utilização (Utility, Long, Tall e Refresh), permite acomodar objetos de diferentes dimensões. No modo Utility, por exemplo, o espaço chega a 1.168 litros de volume, superando os 1.045 litros disponíveis no Fit na mesma condição.

A linha Honda City é a primeira da marca produzida no Brasil a embarcaro Honda SENSING, completo pacote de equipamentos de segurança e assistência à condução. Ele tem cinco funções:ACC – Controle de cruzeiro adaptativo; CMBS – Sistema de frenagem para mitigação de colisão; LKAS – Sistema de assistência de permanência em faixa; RDM – Sistema para mitigação de evasão de pista; e AHB – Ajuste automático de farol.

Além do Honda SENSING, disponível na versão Touring, o modelo traz diversos outros itens de segurança em todas as versões, como: assistente de estabilidade e tração (VSA), assistente de partida em rampa (HSA), sistema de luzes de emergência (ESS), seis airbags (frontais, laterais e do tipo cortina), estrutura de deformação progressiva ACE, sistema Isofix para fixação de assentos infantis, alerta de baixa pressão dos pneus, câmera de ré multivisão, entre outros. O LaneWatch, assistente para redução de ponto cego, por meio de uma câmera no espelho retrovisor do lado do passageiro, está disponível na versão Touring.

O modelo é oferecido nas cores Branco Tafetá (pintura sólida); Azul Cósmico, Prata Platinum e Cinza Barium (metálicas); e Branco Topázio, Preto Cristal, Vermelho Mercúrio e a inédita Cinza Grafeno (perolizadas). Para todas as cores, o interior será preto.

Texto: Sérgio Dias

Fotos: Divulgação / Sérgio Dias

Outros

Sábado, 28 de Maio é Dia Mundial do Hambúrguer

Publicado

em

hamburger

Chegou o dia de comer, com mais gosto ainda, aquele clássico da gastronomia que pode ser apreciado nas mais diversas versões. O hambúrguer, inventado no século XVII, em Hamburgo, na Alemanha, e que ganhou fama nos Estados Unidos no século XX, tem um dia especial comemorado em todo o mundo: 28 de maio. Um sanduíche com carne grelhada, vegetais e molhos se tornou unanimidade depois que apareceu também em opções veganas e menos calóricas. Veja onde encontrar o lanche preferido e celebre o Dia Mundial do Hambúrguer:

Pimp Burger – rede de hamburguerias. El Gran Pimp é o burger para quem tem muita fome. O sanduíche leva  smash de carne 75g cada, queijo cheddar, cebola caramelizada de bacon e maionese da casa. R$ 24,90.

Açougue Vegano – rede de restaurantes veganos. O Mr. Vegan Melt é a dica da chef Michelle Rodriguez. O sanduba leva pão especial com hambúrguer de grão de bico ou shitake, um exclusivo molho cheddar a base de cenoura e cebolas marinadas no molho shoyo. R$ 29,90

Mr. Fit – rede de fast-food saudável. O Burguer Fit Soja leva um disco de 120g de carne de soja, maionese light, alface e tomate fresquinho, queijo derretido, molho lemon pepper e pão integral com gergelim. R$ 18,90.

A Pimp Burger tem duas unidades em Curitiba (PR), já o Agougue Vegano conta com unidades no em diferentes cidades do Rio de Janeiro, e São Paulo, Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Teresina (PI) e Manaus (AM), e a Mr Fit esta presente em 24 estados. Para saber a unidade mais próxima, consulte o site das marcas.

Continue Lendo

Outros

Lucros e oportunidades de ganho extras por trás das redes

Publicado

em

negocios

Para você que está sempre em busca de boas oportunidades chegou sua hora, confira tudo sobre esse mercado!

Em tempos onde quase tudo se resolve em apenas um clique, as opções de trabalho não poderiam ser diferentes para quem utiliza as redes de internet como ferramenta. Parte dessa evolução se deve ao fácil acesso à tecnologia e aos equipamentos de ponta disponíveis.

O que era apenas uma questão de hobby passou a ser uma verdadeira mina de dinheiro para algumas pessoas e isso pode estar ao seu alcance, basta descobrir qual é a ideal para cada perfil.

Ao ponto que com a forte chegada da tecnologia nos tornamos totalmente dependentes de facilidades oferecidas na rede. Você pode ser a pessoa menos ligada em tecnologia, mas certamente conhece alguém que faz simplesmente tudo na internet.

Conhecer destinos de viagens, cursos a distância, palestras, consultas bancárias, transferências, investimentos, sites de relacionamentos e até casas de apostas que aceitam pix, ou seja, uma gama imensa de oportunidades. Tudo isso a apenas um clique do seu alcance!

Por uma questão de facilidade, agilidade ou até mesmo comodidade, as inovações tecnológicas vieram para ficar e beneficiar a todos. Ou seja, o chamado mundo moderno foi adaptado à rotina de forma intensa e permanente.

Com plataformas completas, os principais sites abordam sistemas de alcance mundial e contemplam as mais variadas oportunidades de obtenção de lucros. 

Evolução das famosas oportunidades lucrativas na rede

Após passar por um trágico cenário pandêmico o acesso à internet se tornou algo praticamente vital. Empresas desenvolveram estratégias para aderir ao home office e driblar a crise.

Mas será que isso teve algum tipo de interferência no já habitual uso da internet? A resposta é simples, sim, pois mesmo aqueles que não estavam 100% adaptados às tendências tecnológicas tiveram que se reinventar para não ficar fora do mercado de trabalho.

Nesse período, pessoas que nunca tiveram afinidades, ou ao menos acreditavam não ter, iniciaram algum tipo de experiência positiva na rede. Foi o que chamamos de divisor de águas para alguns e total fracasso para outros.

E foi nesse momento que algumas oportunidades ganharam destaque e caíram no gosto da população. As redes sociais foram as mais utilizadas, com a postagem de vídeos engraçados, dicas diversas e páginas com ofertas e propagandas que também foram fortes aliadas para manter o comércio aquecido. Mas nem só de pão vive o homem e o entretenimento também foi um dos principais acessos feitos pelos usuários. Uma vez que em tempos que nem os estádios puderam receber suas torcidas para curtir uma boa partida de futebol para auxiliar os jogadores dentro dos campos, a rede demonstrou ser uma grande aliada.

imagem pixabay

Continue Lendo

Outros

Sensor de colisão lateral poderá ser obrigatório em carros

Publicado

em

colisao

Um projeto de lei torna obrigatório o uso de sensores laterais em veículos. O aumento de acidentes de trânsito chamou atenção do Senado. Por isso, houve a criação da PL 673-2022.

O alerta apontaria a existência de outros veículos, pedestres e motos nas áreas não cobertas pelo espelho retrovisor. O sensor deverá aparecer no Código Brasileiro de Trânsito, com o propósito de tornar passeios e viagens mais seguros para todos.

A redatora do projeto aponta alguns estudos que indicam a redução de 14% nos acidentes envolvendo, principalmente, o ato de mudar de faixa.

Ainda é muito cedo para afirmarmos que as mudanças vão acontecer, afinal, ainda caberá ao Conselho Nacional de Trânsito definir o cronograma para as mudanças. Ainda assim, o caminho seguirá pela comissão temática, pelo Senado e pela Câmara antes de ser encaminhado para sanção.

O texto também mostra os valores para essa adequação, que beira os R$ 400,00.Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenham gostado, comentem e compartilhem em suas redes sociais.

Continue Lendo

Populares