Connect with us

Outros

Dormência e formigamento nos pés

Publicado

em

Pé dormente, choquinhos, formigamento, pontadas, fisgadas, agulhadas e até mesmo alfinetadas: cada paciente relata de uma forma. Eu costumo chamar também de “sintomas elétricos”, que são todos os epônimos de um sintoma não tão comum, mas preocupante que, por vezes, se desenvolve durante a atividade esportiva.

O formigamento é uma sensação irritante na pele, mas introduz o medo em alguns atletas durante uma corrida ou atividade esportiva, geralmente de impacto. Os dedos do pé do corredor começam a formigar e ficar dormentes, e essa dormência pode progredir ao longo da parte superior ou inferior do pé e, ocasionalmente, para o tornozelo e perna.

Pé dormente na maioria das vezes implica numa compressão do nervo. A área específica do pé dormente indicará o local de compressão mais provável.

Dedos
Dormência para os lados adjacentes de dois dedos sugere um problema entre os dedos dos pés. O local mais afetado nestes casos é o lado de fora do terceiro e do interior do quarto dedo do pé. Conhecido como neuroma de Morton, o nervo desenvolve lentamente uma camada mais espessa de tecido gerando uma tumoração benigna que leva a alteração de sensibilidade local.

Dormência durante a corrida se desenvolve a partir da atividade esportiva de impacto, batendo o pé contra superfície rígida como o asfalto ou calçada, ou quando se usa um sapato estreito, principalmente no ante pé, ou até mesmo meias grossas que geram compressão em determinado ponto gerando um edema quase imperceptível.

O corredor pode tentar medidas simples para reduzir a pressão. Estes incluem a escolha de um sapato com um amplo espaço principalmente anterior da caixa de dedos (ante pé). Aconselhamos também usar uma almofada ou palmilha amortecedora. Isto pode espalhar/separar suavemente os ossos gerando conforto. Medicamentos apenas prescritos pelo ortopedista, portanto embora o corredor não precise parar, sempre aconselhamos procurar um médico para avaliação.

Se todos os esforços conservadores falham, a cirurgia alivia a dor que muitas vezes acompanha a dormência, geralmente faz- se a descompressão das síndromes compressivas ou retira-se o fator que causa a compressão como nos casos dos neuromas. Os dedos dos pés, no entanto, podem ficar permanentemente anestesiados ou levemente com a sensibilidade alterada nos casos crônicos.

Tornozelo
Dormência de todo o pé ou apenas da metade da parte inferior ocorre quando um nervo é comprimido ao nível tornozelo. O interior do tornozelo é conhecido como o túnel do tarso. Correndo por este túnel temos três tendões, uma artéria, uma veia e nervo tibial. Semelhante à síndrome do túnel do carpo mais conhecido no punho, o nervo pode ficar comprimido, causando a síndrome do túnel do tarso.

A dormência, e às vezes dor, inicialmente é agravada pela corrida e atividades que suportam peso. Eventualmente, os sintomas podem evoluir para dor de repouso ou dormência. Devemos investigar também lesões expansivas que comprimem também a região como um pequeno cisto, esporão ósseo, até mesmo concentração de gordura local ou hérnia muscular.

Mais comumente, a compressão mecânica simples causada por um sapato ou movimentos excessivos do pé estreita o espaço do túnel e irrita o nervo. Mais uma vez, os esforços não cirúrgicos incluem um período de descanso para reduzir o inchaço, as tentativas de controlar o movimento excessivo com órteses e bandagens.

A liberação cirúrgica é limitada aos casos recidivados e crônicos sem melhora com o tratamento conservador. Felizmente, a cirurgia é necessária com muito menos frequência do que como a síndrome do túnel do carpo. Esta síndrome pode ocorrer em um pé ou pode afetar ambos os pés simultaneamente.

A compressão dos nervos que atravessam a frente do tornozelo, ou parte superior do pé provoca dormência na parte superior do pé. Na maioria das vezes isso é causado por aperto excessivo dos cadarços. Pessoas com arcos elevados são particularmente vulneráveis a este problema. Basta soltar os cordões dos tênis usando uma técnica “lacing” modificado ou aplicar algum estofamento debaixo da língua sapato pode ajudar a reduzir esses sintomas.

Finalmente, a dormência no pé pode indicar uma condição médica. Consulte o seu ortopedista caso a dormência persista sem melhora com essas manobras simples.

Ana Paula Simões é Professora Instrutora da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e Mestre em Medicina, Ortopedia e Traumatologia e Especialista em Medicina e Cirurgia do Pé e Tornozelo pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte; e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte.

Enviado por Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Outros

Lucros e oportunidades de ganho extras por trás das redes

Publicado

em

negocios

Para você que está sempre em busca de boas oportunidades chegou sua hora, confira tudo sobre esse mercado!

Em tempos onde quase tudo se resolve em apenas um clique, as opções de trabalho não poderiam ser diferentes para quem utiliza as redes de internet como ferramenta. Parte dessa evolução se deve ao fácil acesso à tecnologia e aos equipamentos de ponta disponíveis.

O que era apenas uma questão de hobby passou a ser uma verdadeira mina de dinheiro para algumas pessoas e isso pode estar ao seu alcance, basta descobrir qual é a ideal para cada perfil.

Ao ponto que com a forte chegada da tecnologia nos tornamos totalmente dependentes de facilidades oferecidas na rede. Você pode ser a pessoa menos ligada em tecnologia, mas certamente conhece alguém que faz simplesmente tudo na internet.

Conhecer destinos de viagens, cursos a distância, palestras, consultas bancárias, transferências, investimentos, sites de relacionamentos e até casas de apostas que aceitam pix, ou seja, uma gama imensa de oportunidades. Tudo isso a apenas um clique do seu alcance!

Por uma questão de facilidade, agilidade ou até mesmo comodidade, as inovações tecnológicas vieram para ficar e beneficiar a todos. Ou seja, o chamado mundo moderno foi adaptado à rotina de forma intensa e permanente.

Com plataformas completas, os principais sites abordam sistemas de alcance mundial e contemplam as mais variadas oportunidades de obtenção de lucros. 

Evolução das famosas oportunidades lucrativas na rede

Após passar por um trágico cenário pandêmico o acesso à internet se tornou algo praticamente vital. Empresas desenvolveram estratégias para aderir ao home office e driblar a crise.

Mas será que isso teve algum tipo de interferência no já habitual uso da internet? A resposta é simples, sim, pois mesmo aqueles que não estavam 100% adaptados às tendências tecnológicas tiveram que se reinventar para não ficar fora do mercado de trabalho.

Nesse período, pessoas que nunca tiveram afinidades, ou ao menos acreditavam não ter, iniciaram algum tipo de experiência positiva na rede. Foi o que chamamos de divisor de águas para alguns e total fracasso para outros.

E foi nesse momento que algumas oportunidades ganharam destaque e caíram no gosto da população. As redes sociais foram as mais utilizadas, com a postagem de vídeos engraçados, dicas diversas e páginas com ofertas e propagandas que também foram fortes aliadas para manter o comércio aquecido. Mas nem só de pão vive o homem e o entretenimento também foi um dos principais acessos feitos pelos usuários. Uma vez que em tempos que nem os estádios puderam receber suas torcidas para curtir uma boa partida de futebol para auxiliar os jogadores dentro dos campos, a rede demonstrou ser uma grande aliada.

imagem pixabay

Continue Lendo

Outros

Sensor de colisão lateral poderá ser obrigatório em carros

Publicado

em

colisao

Um projeto de lei torna obrigatório o uso de sensores laterais em veículos. O aumento de acidentes de trânsito chamou atenção do Senado. Por isso, houve a criação da PL 673-2022.

O alerta apontaria a existência de outros veículos, pedestres e motos nas áreas não cobertas pelo espelho retrovisor. O sensor deverá aparecer no Código Brasileiro de Trânsito, com o propósito de tornar passeios e viagens mais seguros para todos.

A redatora do projeto aponta alguns estudos que indicam a redução de 14% nos acidentes envolvendo, principalmente, o ato de mudar de faixa.

Ainda é muito cedo para afirmarmos que as mudanças vão acontecer, afinal, ainda caberá ao Conselho Nacional de Trânsito definir o cronograma para as mudanças. Ainda assim, o caminho seguirá pela comissão temática, pelo Senado e pela Câmara antes de ser encaminhado para sanção.

O texto também mostra os valores para essa adequação, que beira os R$ 400,00.Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenham gostado, comentem e compartilhem em suas redes sociais.

Continue Lendo

Outros

Fiat Pulse mostra que o último pode ser o primeiro

Publicado

em

A Fiat foi uma das últimas fabricantes a ter em seu portfólio um SUV fabricado no Brasil. Porém, embora apresentado no último trimestre de 2021, o Pulse já assumiu a liderança do seu segmento, tendo como principal concorrente o Volkswagen Nivus.

O Portal Hortolândia teve a oportunidade de conhecer e avaliar a versão Impetus, equipada com motor Turbo 200 Flex Automática. Além dela também são oferecidas as versões Drive 1.3 Manual Flex, Drive 1.3 Automática Flex, Drive Turbo 200 Flex Automática e Audace Turbo 200 Flex Automática.

O motor 1.3 Firefly tem 107 cavalos potência com etanol, enquanto o motor Turbo 200 Flex é capaz de gerar 130 cavalos potência com etanol e acelera de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos.

Enquanto as versões Drive podem ser equipadas com transmissão automática ou manual de cinco velocidades, as demais são acopladas ao inédito câmbio automático CVT com sete velocidades.

Ele opera com três modos de funcionamento. No modo Automático a central eletrônica faz o ajuste das relações e tempo de resposta conforme a demanda do motorista.

No modo Manual o controle eletrônico do câmbio cria sete marchas pré-definidas, que podem ser trocadas manualmente e de forma sequencial por meio da alavanca de câmbio ou pelas borboletas no volante.

Por fim, no modo Sport, acionado por um botão no volante, ele atua na direção, no controle de estabilidade, no mapeamento do acelerador e altera o tempo de resposta e de troca de marchas.

A dianteira do Fiat Pulse é alta com para-choque elevado, que amplia o ângulo de entrada, item crucial para um SUV. A grade frontal estampa o LOGO SCRIPT da marca com a Fiat Flag no canto inferior direito.

Os faróis são em LED, um friso wideblade, que pode variar conforme a versão, cria uma assinatura horizontal e equilibrada que une os conjuntos ópticos. Abaixo fica uma segunda entrada, com grandes nichos para os faróis de neblina, também de LED, nas laterais.

Na lateral o Fiat Pulse conta com grandes arcos em torno dos para-lamas, rack longitudinal no teto e acabamento diferenciado sob os vidros. As rodas de liga leve têm desenho exclusivo nas diferentes versões, combinando perfeitamente com a suspensão elevada.

Na traseira as lanternas tridimensionais têm perfil elevado, como se fossem lâminas flutuantes. Também em LEDs, elas são posicionadas para otimizar sua visualização por outros condutores, reforçando a segurança.

O para-choque traseiro exclusivo une forma à função. Seu desenho otimiza o ângulo de saída do Pulse, com elementos escurecidos somados a um friso prateado na parte inferior.

O interior do Fiat Pulse tem painel em tons prata e cinza com diferentes elementos. Os novos bancos em malharia ou em couro sintético apresentam costura aparente. A manopla de câmbio é adornada por uma discreta borda prateada, mesmo tom usado ao redor dos comandos do novo volante, que pela primeira vez traz o Logo SCRIPT da Fiat e permite acessar diversas funções, como ajustar o som, trocar as marchas por meio de paddle-shifters ou acionar o modo Sport com apenas um toque.

O painel 100% digital entrega a tecnologia cada vez mais buscada pelos consumidores, fazendo a dupla perfeita com a tela flutuante do sistema multimídia, que pode ter 8,4 polegadas ou 10,1 polegadas com conexão via internet 4G.

Os comandos do sistema de som, ar-condicionado e controles do veículo ficam reunidos em um cluster integrado, criando um visual limpo e facilitando o rápido acesso aos principais recursos do modelo. Abaixo dele ficam duas entradas USB, sendo uma do tipo C, posicionadas logo acima do carregador de celular por indução. Outro conector USB colocado entre os bancos permite que os passageiros do assento traseiro carreguem seu smartphone.

A nova direção elétrica tem assistência progressiva e linear, permitindo uma condução confortável e segura em qualquer condição de rodagem.

O porta-malas dispõe de 370 litros de capacidade, que podem ser ampliados ainda mais graças ao rebatimento do banco traseiro. Os encostos podem ser baixados na proporção 60/40, ajustando-se à quantidade de passageiros a bordo do Pulse.

Conforto também significa comodidade. No Pulse é possível destrancar e trancar o carro acionando apenas um botão na maçaneta. Ligar o motor é igualmente simples, bastando acionar um botão ao lado da direção. Sensor e câmera de ré facilitam balizas, e o rebaixamento automático do espelho retrovisor direito ajuda a evitar ralados das rodas contra o meio-fio.

Todo esse estilo combina com a personalidade de cada consumidor, por isso o Pulse estreia duas cores novas e exclusivas, Azul Amalfi e Cinza Strato, que podem ser combinadas com o requintado teto bicolor, preto ou cinza na Impetus, e preto como item opcional nas demais, com exceção da versão de entrada.

O Fiat Pulse quer ser referência de segurança no segmento com o Sistema Avançado de Assistência ao Condutor (ADAS) desenvolvido pela empresa alemã ZF e uma grande variedade de tecnologias.

O modelo conta com uma exclusiva câmera posicionada na parte superior do para-brisas para acionar automaticamente o farol, detectar outros veículos trafegando à frente ou em direção ao Pulse entre outras importantes funcionalidades.

Texto: Sérgio Dias

Fotos: Divulgação

Continue Lendo

Populares