Connect with us

São Paulo

Litoral paulista tem 11 mortes por afogamento no feriado prolongado

Publicado

em

O litoral de São Paulo registrou 11 mortes por afogamento neste fim de semana ensolarado de feriado prolongado de 7 de Setembro. Foram três mortes em Guarujá; uma em Bertioga; três em Mongaguá; uma em Ubatuba e mais três na área metropolitana da cidade de São Paulo.

As ocorrências têm relação com o alto índice de turistas que se deslocaram para as praias do litoral, mesmo com a orientação do governo de São Paulo para que a população evitasse aglomerações no período, para não aumentar o contágio do novo coronavírus.

A Polícia Militar intensificou o patrulhamento ostensivo na orla, nos quiosques, bares e restaurantes. São cerca de 20 mil policiais, com o uso diário de 7,2 mil viaturas, 880 motocicletas, 35 cavalos, 11 helicópteros Águia, além de oito drones que monitoram pontos estratégicos nas rodovias e áreas urbanas.

Os policiais usaram ainda megafones para divulgar mensagens de conscientização e prevenção às aglomerações.

A operação tem também 200 profissionais da Vigilância Sanitária trabalhando na fiscalização e orientação dentro de estabelecimentos.

fonte ebc

São Paulo

Confira os candidatos a governador de São Paulo

Publicado

em

Governador SP2022

A Justiça Eleitoral recebeu pelo menos 28 mil registros de candidaturas para as eleições de outubro. A campanha começou na terça-feira (16).

Foram recebidos 12 registros de candidaturas à Presidência e 12 a Vice-Presidência; 223 para governador e vice-governador, 231 para senador, 10.238 para deputado federal, 16.161 para deputado estadual e 591 para deputado distrital.

Em São Paulo, dez candidatos concorrem ao cargo. Confira lista completa:

Altino (PSTU): metroviário, foi presidente do Sindicato dos Metroviários de São Paulo. Ele tem 55 anos e é natural de São Luís. Sua candidata a vice é Flávia Bischain Rosa, registrada como Professora Flávia, de 37 anos, em uma chapa pura do PSTU.

Antonio Jorge (DC): nascido em São Paulo, tem 69 anos e é advogado. Ele forma chapa pura com o paulistano Vitor Rocca, de 68 anos, para vice-governador.

Carol Vigliar (UP): a professora de ensino médio nasceu em São Paulo e tem 40 anos. Ela forma chapa pura com a correligionária Rafaela Carvalho, de 33 anos.

Edson Dorta (PCO): natural de Campinas (SP), tem 50 anos e é agente postal. Tem como candidata a vice-governadora na chapa pura, Lílian Miranda, de 44 anos.

Elvis Cezar (PDT): nascido em Carapicuíba (SP), Elvis é formado em direito e foi prefeito do município por dois mandatos. Também foi três vezes presidente do Consórcio Intermunicipal Oeste e duas vezes presidente do Conselho Metropolitano de Desenvolvimento de São Paulo, que é composto por 39 cidades. A candidata a vice na chapa é Gleides Sodré, de 49 anos.

Fernando Haddad (PT): é professor universitário e cientista político, tem 55 anos. É formado em direito pela Faculdade do Largo São Francisco e doutor em filosofia. Leciona ciência política na USP. Foi ministro da Educação e prefeito de São Paulo. Concorre a vice na chapa pela coligação Juntos por São Paulo (PT, PC do B, PV, PSB, PSOL, Rede e Agir) Lúcia França (PSB), de 60 anos.

Gabriel Colombo (PCB): o engenheiro agrônomo e mestre em ecologia aplicada pela Universidade de São Paulo tem 32 anos e nasceu em Durandé (MG). Participou de manifestações por moradia digna, por transporte público de qualidade, por terra e trabalho, e atuou em greves de trabalhadores. O candidato a vice na chapa puro sangue é o aposentado Mané Messias, de 53 anos, natural de São José do Rio Preto (SP).

Rodrigo Garcia (PSDB): nascido em Tanabi (SP), Garcia tem 48 anos e mudou-se para a capital paulista com 18 anos para estudar direito. Foi deputado federal por dois mandatos, três vezes secretário no governo de estado, secretário municipal, deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa. É o atual governador de São Paulo. O candidato a vice pela coligação São Paulo pra Frente (SDB, Cidadania, Avante, MDB, Patriota, União, Pode, PP e Solidariedade) é Geninho Zuliani (União), de 46 anos.

Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos): servidor público de carreira, tem 47 anos e é formado pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) e graduado em engenharia no Instituto Militar de Engenharia. Fez parte da missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Haiti. Foi presidente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e ministro da Infraestrutura. A coligação São Paulo Pode Mais (Republicanos, PL, PSD, PTB, PSC, PMN) tem como candidato a vice-governador Felicio Ramuth, de 36 anos.

Vinícius Lazzer Poit (Novo): é empresário, administrador e deputado federal. Tem 36 anos e é formado em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Tem experiência com reestruturação de empresas, mercado financeiro e gestão. A candidata a vice-governadora na chapa puro sangue é servidora pública aposentada Doris Alves, 63 anos.

Continue Lendo

São Paulo

Nota Fiscal Paulista libera resgate de milhões; veja como consultar

Publicado

em

Nota Fiscal Paulista

Secretaria de Estado da Fazenda e Planejamento de São Paulo liberou nesta terça (16/08), um resgate superior R$ 35 milhões em créditos da Nota Fiscal Paulista, referentes às compras e doações realizadas no último mês de abril.

De acordo com a nova regra de expiração dos créditos, o dinheiro ficará disponível para saque por um ano, ou seja, até agosto de 2023.

Do total disponibilizado pela Secretaria da Fazenda, R$ 16,8 milhões são destinados a pessoas físicas que informaram seu CPF em compras feitas em abril e R$ 18,4 milhões é oriundo de doações a instituições filantrópicas.

Consulta Nota Fiscal Paulista

A consulta e resgate dos recursos para uma conta corrente ou poupança pode ser realizada pelo site da Secretaria (clique aqui) ou aplicativo oficial da Nota Fiscal Paulista. Basta digitar o CPF/CNPJ e senha cadastrada e solicitar a opção desejada.

Sobre a NFP

Criada em outubro de 2007, a Nota Fiscal Paulista tem como objetivo reduzir a carga tributária individual dos cidadãos. Até 30% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) recolhido pelo comércio é distribuído aos consumidores que solicitam a nota fiscal e informam CPF ou CNPJ. A devolução é feita em créditos liberados todo mês.

Continue Lendo

São Paulo

Governo de SP poderá multar quem passar trote para PM e Bombeiros

Publicado

em

celular 5g

Desde ontem (12) pessoas que aplicam trotes telefônicos ao Centro de Operações da Polícia Militar do Estado de São Paulo (Copom) e Centro de Operações do Corpo de Bombeiros (Cobom) serão multadas ou sofrerão outras penalidades, conforme determina regulamentação do governo do estado de São Paulo. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

A multa para quem aplicar trote será de 67,21 Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (Ufesp). Na atual cotação, o valor é R$ 2.148,70. Os valores arrecadados serão destinados ao Fundo de Incentivo à Segurança Pública (Fisp). Será considerado trote acionar o Copom ou Cobom de modo indevido, ilícito, desnecessário, ou que possa acarretar perturbação, suspensão ou atraso na prestação de serviço público. A multa deverá ser paga em 30 dias, caso não aconteça o débito será inscrito em dívida ativa e Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais (Cadin Estadual).

Quando um dos centros de operações receber um trote o policial preencherá um Auto de Infração por Trote Telefônico com todas as informações da ligação. Esse documento será analisado e pode gerar instauração de processo administrativo para aplicação da multa. As informações sobre o responsável pela linha telefônica poderão ser solicitadas às operadoras.

O autor da ligação poderá solicitar o acesso da ligação, que ficará gravada e armazenada, para se defender com apresentação de provas. Após a decisão caberá apenas um recurso por escrito, uma única vez, no prazo de 15 dias.

“Nós temos uma estrutura montada para atender à população de São Paulo voltada às ocorrências do estado e não é possível conviver com os trotes que são dados todos os dias no Copom, desviando as forças policiais para algo que não existe”, disse o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia.

Segundo o comandante geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Ronaldo Miguel Vieira, a assinatura desse decreto que dispõem contra as medidas das práticas de trotes dirigidas aos telefones de emergência representa motivo de grande satisfação, na medida que garante melhor assistência à sociedade.

Os Copom e Cobom são responsáveis pelo socorro imediato para os pedidos da população relacionados, sobretudo, as emergências. Em 2021 o Copom recebeu 19.129.779 chamadas, sendo que 7,11% delas foram trotes.

“Hoje é regulamentada uma lei que caracteriza a seriedade do trabalho do Copom”, afirmou o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos.

fonte ebc

Continue Lendo

Populares