O secretário de Estado da Administração Penitenciária, Lourival Gomes tranquilizou os familiares de presos da Penitenciária 2 do complexo Campinas-Hortolândia (SP) que os detentos não terão que ser transferidos da unidade prisional. A decisão foi informada nesta terça-feira (26) durante o evento de inauguração da penitenciária masculina, na cidade de Piracicaba.

Ainda de acordo com o secretário o prédio da P2 ficou bastante danificado após a rebelião registrada no início do mês de julho. As obras de recuperação já foram iniciadas e a estimativa é que até 1° quinzena de setembro o acesso aos presos deve ser dado através da automatização.

Uma das reclamações dos detentos é com relação a superlotação, a capacidade dos três pavilhões da penitenciária 2 é de 855 presos. No entanto, o local opera com 1.897 detentos em regime fechado, que equivale a 121% a mais do que a capacidade da unidade. A penitenciária de Piracicaba, tem capacidade para 847 presos, em regime fechado.

Por: Alessandro Granda

Artigo anteriorA ERA DO GELO – O BIG BANG (5,0)
Próximo artigoOrganizadores seguem otimistas quanto ao rodeio