21 de maio de 2024
Policial

PROPOSTA QUER AJUDAR POLÍCIA NA CAPTURA DE CRIMINOSOS E FORAGIDOS

Presos da saída temporária do Dias das Mães engrossam a lista de procurados

Dados divulgados, agora no início de junho, pela secretaria da Administração Penitenciária do estado de São Paulo, mostram que na saída temporária do Dia das Mães deste ano, 29.862 presos foram beneficiados, sendo que 28.742 retornaram às unidades prisionais (96,25%) e 1.119 não voltaram (3,75%).

“São mais de 1100 condenados soltos e nas ruas misturados a população. Assim, fica difícil distinguir quem são os criminosos que rondam nossas famílias e aterrorizam as pessoas. Quem são esses criminosos foragidos? Nós temos o direito de saber.”, disse a deputada  estadual  Leticia Aguiar (PSL/SP) que apresentou um projeto de lei que prevê a divulgação de um cadastro de pessoas condenadas, criminalmente, que se encontrem foragidas ou com mandado de prisão expedido e não cumprido. Só em 2018, o estado de São Paulo tinha 137 mil mandados de prisão a cumprir, 78% deles de acusados por crimes.

Em abril deste ano, a polícia civil do estado de São Paulo realizou uma operação para a captura de foragidos da justiça por crimes violentos. Dos 6000 mandados de prisão destes tipos de delitos, como latrocínio e homicídio, 1000 foram cumpridos.

 Na proposta, a parlamentar diz que deve constar do cadastro: nome, foto, crime cometido, pena aplicada e datas de expedição do mandato ou da fuga do condenado. Qualquer cidadão terá acesso a essas informações e também as polícias civil e militar, conselhos tutelares e integrantes do Ministério Público e poder judiciário.

A deputada acredita que este tipo de divulgação ajuda a alertar a população e identificar os procurados. A proposta foi publicada no Diário Oficial do estado no último dia 17/05. A partir de agora, segue para a apreciação das comissões temáticas e daí, estará pronto para votação em plenário. “Com a aprovação desta proposta, a população poderá  ajudar a polícia fazendo uma denúncia ao se deparar com algum criminoso que viu no cadastro na internet”, finalizou Leticia Aguiar.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98